Sociedade Brasileira de Dermatolodia Surgical & Cosmetic Dermatology

GO TO

ISSN-e 1984-8773

Volume 5 Número 2


Voltar ao sumário

 

Artigos Originais

Cirurgia das unhas. Seguimento de casos operados em curso prático realizado em Congresso Dermatológico

Nail surgery: followup on cases conductedduring a practical course of a Dermatological Meeting


Nilton Gioia Di Chiacchio1, Flávia Regina Ferreira1, Samuel Henrique Mandelbaum1, Nilton Di Chiacchio1, Eckart Haneke1

Especializando em Cirurgia de MOHS no
Hospital do Servidor Público Municipal de
São Paulo - São Paulo (SP), Brasil.1, Professora assistente III da disciplina de
dermatologia do Departamento de
Medicina da Universidade de Taubaté (UNITAU)
– Taubaté (SP), Brasil.2, Professor assistente da disciplina de dermatologia
do Departamento de Medicina
da Universidade de Taubaté (UNITAU) e
Chefe do Serviço de Dermatologia do
Hospital Universitário de Taubaté (HUT) –
Taubaté (SP), Brasil.3, Chefe da Clínica de Dermatologia do
Hospital do Servidor Público Municipal de
São Paulo – São Paulo (SP), Brasil.4, MD,PhD Prof Dermatol - Consulting professor
of dermatology, DeptDermatol,
Inselspital, Univ of Bern, Switzerland;
Consultant, Centro de Dermatol Epidermis,
Inst CUF, Porto, Portugal.5

Data de recebimento: 12/11/2012
Data de aprovação: 26/05/2013
Trabalho realizado no Hospital Universitário
de Taubaté (HUT) – Taubaté (SP), Brasil.
Conflitos de interesse: Nenhum
Suporte financeiro: Nenhum

Correspondência:
Dr. Nilton Gioia Di Chiacchio
Rua Machado Pedrosa, 370
02045-010 – São Paulo – SP
E-mail: niltongioia@terra.com.br

 

Resumo

Introdução: Durante os Congressos de Dermatologia são ministrados cursos práticos com o intuito de ensinar, ao vivo e de forma detalhada, os procedimentos cirúrgicos. Porém, a evolução pós-operatória, bem como os resultados obtidos, ficam restritos aos médicos dos serviços responsáveis pela organização desses eventos. Objetivos: avaliar a evolução e resultados dos casos operados tornando-os conhecidos. Métodos: Oito casos operados durante Congresso Dermatológico – RADESP 2011 - no curso de cirurgia da unha, com diferentes diagnósticos pré-operatórios seguidos por nove meses. Os resultados foram avaliados pelos cirurgiões responsáveis pelas cirurgias, por meio de fotos a cada três meses. Resultados: Dos oito casos operados, dois foram considerados com resultados satisfatórios, sendo um com leve distrofia da placa e outro com tempo considerado insuficiente para melhor avaliação e cinco curados. Um caso não compareceu aos retornos. Conclusão: A apresentação do seguimento destes pacientes bem como a avaliação dos cirurgiões responsáveis complementa o conhecimento adquirido pelos participantes destes cursos como também aos demais congressistas.

Palavras-chave: CIRURGIA GERAL, UNHAS, RESULTADO DE TRATAMENTO

INTRODUÇÃO

Nas ultimas décadas os congressos dermatológicos ganharam um atrativo científico por meio dos cursos cirúrgicos práticos pré-congresso, inicialmente hands on e atualmente observacionais. Eles ocupam pelo menos um dia – em dois períodos – e abrangem a grande maioria dos temas cirúrgicos da dermatologia. Um serviço universitário credenciado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia da cidade sede do congresso fica responsável pela organização dos cursos e seleção e acompanhamento dos pacientes. Renomados professores, tanto brasileiros como estrangeiros participam ativamente realizando procedimentos cirúrgicos. Durante os cursos, os diagnósticos,indicações e planejamento cirúrgicos são discutidos com os alunos. O procedimento cirúrgico é mostrado passo-apasso, sendo permitido que as perguntas dos alunos sejam feitas durante as cirurgias. Estes pacientes são atendidos, avaliados e orientados durante todo o período pós-operatório por monitores designados pelo serviço responsável, sendo que esses dados, bem como o resultado final destes procedimentos não são conhecidos pelos alunos destes cursos. Desta maneira, avaliamos e acompanhamos os pacientes submetidos a cirurgias em um curso prático realizado em congresso dermatológico, tornando as evoluções e resultados conhecidos, completando o aprendizado de seus participantes.

MÉTODOS

Trata-se de um estudo prospectivo observacional realizado no Hospital Universitário de Taubaté. Foram avaliados, no período de 9 meses de pós-operatório, oito pacientes selecionados previamente para o curso prático pré-congresso de cirurgia da unha, durante a Reunião Anual dos Dermatologistas do Estado de São Paulo – RADESP – no ano de 2011, tendo como coordenadores o Prof. Dr. Eckart Haneke (Alemanha) e o Prof. Dr. Nilton Di Chiacchio (Brasil). Todos os pacientes foram contatados e concordaram com a publicação dos dados e fotos. Os que não cumpriram com os retornos marcados, foram excluídos. Os diagnósticos prévios e técnicas utilizadas são descritas na tabela 1. Os pacientes foram avaliados no período pós-operatório pelo serviço responsável com intervalo mensal e fotografados a cada três meses. Após nove meses, as fotos foram enviadas aos professores responsáveis pelos procedimentos cirúrgicos, que enviaram seus pareceres e comentários quanto aos resultados.

RESULTADOS

Dos oito casos operados, apenas um (melanoníquia) não compareceu ao retorno e, portanto foi excluído.

O resultado do caso 1 (hipercurvatura transversa da unha) foi considerado satisfatório até o momento.1,2 Segundo consideração dos cirurgiões a placa ungueal ainda vai crescer, porém permanecerá mais estreita quando comparada à do hálux contralateral. Este resultado é esperado nas cirurgias de hipercurvatura onde o objetivo principal é o alívio da dor e secundariamente a melhora estética.

Os casos de 2 a 6 (unha encravada grau 1 e 3,1,3 exostose subungueal,1,4paroníquia crônica1,5 e fibroqueratoma,1 respectivamente) foram considerados curados ecom excelente resultado cosmético.

No caso 7 (melanoníquia),6os cirurgiões consideraram que houve uma pequena distrofia ungueal justificada pela necessidade de remoção de grande parte da matriz ungueal, devido às dimensões da lesão. Segundo os cirurgiões a excisão tangencial da matriz tem por objetivo a diminuição ou ausência da temida distrofia da placa, comum nas excisões em fuso ou com punch, previamente utilizadas. Neste caso a distrofia resultante foi considerada aceitável até o momento, pois conforme a placa ungueal cresce, a distrofia pode ainda ser substituída por uma placa normal (Figuras 1, 2 e 3).

DISCUSSÃO

Os cursos práticos ministrados durante eventos dermatológicos acrescentam conhecimentos para os participantes. Neles os alunos tem contato direto com as doenças mais frequentes em consultórios e podem discutir o melhor tratamento. As técnicas cirúrgicas utilizadas são discutidas e apresentadas, permitindo o conhecimento de detalhes que normalmente não são descritos em livros textos. Desta maneira os alunos inexperientes no assunto tem um primeiro contato com o procedimento, ou mesmoum aprimoramento aos mais experientes.

O acompanhamento pós-operatório é de importância fundamental no sucesso da cirurgia. Dependendo do procedimento utilizado, este período pode ser de tempo variado e apresentar complicações que o médico deve saber manejar. Nestes cursos a evolução dos pacientes operados não é conhecida tornando- se uma lacuna no aprendizado completo dos alunos.

Este trabalho avaliou o período pós-operatório de 9 meses de pacientes operados para correção de doenças que comprometiam o complexo ungueal e submeteu os resultados aos cirurgiões responsáveis que avaliaram e comentaram os resultados. Desta maneira, não só os alunos como também outros dermatologistas podem ter acesso a continuidade dos procedimentos cirúrgicos tronando seus conhecimentos mais abrangentes.

Dos sete casos que concluíram o tempo determinado de pós-operatório pode-se observar que os resultados foram considerados curados, porém com algumas ressalvas quanto à necessidade de um maior tempo de acompanhamento. A documentação fotográfica pode ser considerada fundamental no acompanhamento e comprobatória dos resultados.

CONCLUSÃO

Os resultados das cirurgias do curso pré-congresso apresentado demonstrou bons resultados. A apresentação do seguimento dos pacientes operados, bem como a avaliação dos cirurgiões responsáveis complementa o conhecimento adquirido pelos participantes destes cursos como também aos demais congressistas.

Os resultados de outros cursos também deveriam ser apresentados com a mesma finalidade.

Referências

1 . Richert B, Di Chiacchio N, Haneke E. Cirurgia da unha. Rio de Janeiro: Di Livros; 2012

2 . Baran R, Haneke E, Richert B. Pincer nails: definition and surgical treatment. Dermatol Surg. 2001;27(3):261–6

3 . Di Chiacchio N, Belda W Jr, Di Chiacchio NG, Kezam Gabriel FV, de Farias DC.Nail matrix phenolization for treatment of ingrowing nail: technique report and recurrence rate of 267 surgeries. Dermatol Surg. 2010;36(4):534-7

4 . Haneke E. Bone and cartilage tumors. In: Krull EA, Zook EG, Baran R. editors. Nail Surgery. A Text and Atlas. New York:Lippincott Willians&Willians; 2001. p. 287–91

5 . Di Chiacchio N, Debs EAF, Tassara G. Tratamento cirúrgico da paroníquia crônica. Estudo comparativo de 138 cirurgias utilizando duas técnicas diferentes. Surg Cosmet Dermatol. 2009;1(1):21-4

6 . Reppert SM. Circadian rhythms: basic aspects and pediatric implications. In: Styne DM, Brook CGD, editors. Current concepts in pediatric endocrinology. New York: Elsevier; 1987. p. 91-125

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações