Sociedade Brasileira de Dermatolodia Surgical & Cosmetic Dermatology

GO TO

ISSN-e 1984-8773

Volume 3 Número 3


Voltar ao sumário

 

Relatos de casos

Lifting de lábio superior associado à dermabrasão mecânica

Upper lip lifting associated with mechanical dermabrasion


Maurício Pedreira Paixão1, Josue Montedonio1, Wail Queiroz Filho1, Carlos Eduardo Teixeira Pouza1, Antônio Esau Ferraz de Almeida1

Doutor pela Universidade de São São
Paulo (USP) e diretor de Informática do
Grupo Brasileiro de Melanoma – São Paulo
(SP), Brasil.1, Cirurgiao da Clinica de Cirurgia Plastica Dr.
Esau – Santos (SP), Brasil.2, Mestre em ciencias da saude pela Divisao
de Cabeca e Pescoco do Hospital de
Heliopolis – Sao Paulo (SP) e cirurgiao da
Clinica de Cirurgia Plastica Dr. Esau –
Santos (SP), Brasil.3, Especialista pela Sociedade Brasileira de
Cirurgia Plastica e cirurgiao da Clinica de
Cirurgia Plastica Dr. Esau – Santos (SP),
Brasil.4, Professor titular e cirurgiao responsável
pelo Serviço de Cirurgia Plástica da Clinica
de Cirurgia Plastica Dr.Esau – Santos (SP),
Brasil.5

Data de recebimento: 19/05/2011
Data de aprovação: 23/08/2011

Trabalho realizado no Serviço de Cirurgia
Plástica da Clínica Dr. Esaú – Santos (SP), Brasil.

Conflitos de interesse: Nenhum
Suporte financeiro: Nenhum

Correspondência:
Clínica Dr. Esaú
Av. Conselheiro Nebias, 366 – Encruzilhada
10015 002 Santos SP
E-mail: mauricio.dermato@terra.com.br

 

Resumo

O envelhecimento traz profundas modificações na face. Existe demanda crescente de procedimentos para tratamento estético facial. São exemplos as blefaroplatias, ritidoplastias, uso de substâncias preenchedoras e de toxina botulínica, entre outros. Infelizmente a região subnasal não recebe comparativamente igual atenção. Este relato tem por objetivo demonstrar o uso do lifting do lábio superior associado a dermabrasão como alternativa para se obter maior harmonia facial. Além disso, cabe reforçar a possibilidade de sua rea- lização associada à de outros procedimentos cirúrgicos.

Palavras-chave: LÁBIO, RITIDOPLASTIA, ENVELHECIMENTO DA PELE, DERMABRASÃO

INTRODUÇÃO

É sabido que o envelhecimento facial é processo comple- xo. Alterações ocorrem no plano ósseo, na disposição do tecido gorduroso, nas fibras musculares e na pele. 1 Alterações vistas em toda a face decorrentes do envelhecimento também trazem modificações importantes na porção subnasal do lábio superior.

Com o envelhecimento, agravado pelo efeito gravitacional, observa-se alargamento da porção cutânea do lábio superior (aumento na distância entre a base nasal e a linha de transição cutâneo-mucosa) e diminuição de sua espessura. Além disso, ocorrem apagamento do filtro, inversão do vermelhão, perda de visualização dos incisivos nas maiores incursões faciais e aplaina- mento horizontal do vermelhão. 2,3 Concomitantemente, surgem as rugas periorais.

Em 1971, Cardosa e Sperli descreveram técnica cirúrgica para abordagem e tratamento desse problema. Cerca de dez anos após, Rozner e Isaacs relataram a primeira série de casos. 2 Austin et al. realizaram aproximadamente 1.200 casos de lifting de lábio, reportando 28 anos de experiência. 4

O presente relato de caso tem por objetivo descrever abor- dagem cirúrgica que pode ser empregada para melhoria da região subnasal e do lábio superior. Esse procedimento pode ser utilizado isoladamente ou associado a outros procedimentos, como a ritidoplastia.

MÉTODOS

Paciente de 56 anos, do sexo feminino, fototipo II de Fitzpatrick, sem história de tabagismo, em uso de fenobarbital para tratamento de epilepsia por recomendação do neurologista (última crise epiléptica ocorrido há 15 anos), classificação de risco anestésico classe II – Nyha (New York Heart Association), exame clínico pré-operatório sem outras comorbidades.

Procurou o serviço com a finalidade de melhorar a sua aparên- cia estética facial. Durante a avaliação pré-operatória, optou-se por abordagem cirúrgica do terço médio e inferior da face, bem como abordagem de pseudo-herniações de gordura na pálpebra inferior.

A paciente também apresentava distância aumentada entre a base columelar e a linha de transição cutâneo-mucosa no lábio superior, retificação horizontal do lábio superior, juntamente com a diminuição da visualização da área do vermelhão, além da presença de rugas periorais (Figura 1).

DESCRIÇÃO DA TÉCNICA

Sob anestesia geral, a paciente foi inicialmente submetida a realização de blefaroplastia inferior com retirada das pseuso-her- niações de gordura. A seguir, iniciou-se a ritidoplastia clássica conforme marcação cirúrgica prévia. O tratamento do SMAS (sistema musculoaponeurótico superficial) durante esse ato cirúrgico é rotina no serviço, sendo realizada tração vetorial de retalho de SMAS, seguido de fixação na região mastóidea e tra- ção vetorial cutânea para tratamento do plano superficial.

O último tempo cirúrgico foi o lifting do lábio superior associado à dermabrasão mecânica, objeto deste relato.

A abordagem do lifting labial superior foi efetuada por mar- cação prévia na base do nariz. Essa marcação estende-se da base de uma asa nasal a outra com curva que toca o ponto médio da base columelar, bilateralmente (Figura 2).

Após a excisão da área demarcada, procede-se o descola- mento subcutâneo da borda cirúrgica inferior em direção ao vermelhão do lábio superior, de forma a favorecer a tração do tecido descolado (Figura 3).

O fechamento é feito meticulosamente com fio de Mononylon 6.0, obedecendo aos planos subcutâneo e subcuti- cular (Figura 4).

Concomitante a esse procedimento, efetuou-se dermabra- são com lixa de aço rotatória em toda extensão do lábio supe- rior (Figura 5).

Sobre o local abrasado foi mantida apenas fina camada de gaze que se desprendeu naturalmente quando ocorreu a epiteli- zação. Não foi feito uso de nenhuma medicação tópica na área abrasada. Realizou-se profilaxia anti-herpética.

A paciente retornou para avaliação com dois e com sete dias, sendo feita a retirada de pontos com 10 dias. Uma semana antes da avaliação pós-operatória de 90 dias, a paciente foi sub- metida a aplicação de toxina botulínica para o tratamento de rugas dinâmicas do terço superior da face.

RESULTADOS

Dez dias após o procedimento, observa-se que a pele abra- sada encontra-se completamente epitelizada, com a presença de eritema (Figura 6). Na figura 6 identifica-se o aspecto da sutura na base do nariz.

Noventa dias após a cirurgia, a paciente evoluiu com melhora estética facial significativa. A resolução da ptose facial e a definição do ângulo cérvico-mandibular foram alcançadas por meio de ritidoplastia convencional associada a SMAsectomia seguida de plicatura do SMAS. Também houve alteração satisfa- tória nas regiões infrapalpebrais em decorrência da blefaroplas- tia inferior.

Salienta-se aqui a melhoria da porção subnasal e do lábio superior, com os procedimentos realizados e que são objeto desta descrição. Tais procedimentos proporcionaram harmonia facial, demonstrando ter sido bastante favorável sua associação (Figura 7). Houve redução na distância entre a base nasal e a linha de transição cutâneo-mucosa do lábio superior, redução das rugas periorais e maior exposição do vermelhão do lábio superior.

Houve também melhoria do terço superior da face após a aplicação da toxina botulínica (Figura 7).

DISCUSSÃO

O conhecimento das proporções entre a estruturas anatô- micas da face é fundamental para o planejamento estético. A figura 8 demonstra as proporções verticais da face. O envelheci- mento, bem como o componente racial, 5 trazem variações nes- sas proporções.

Para o planejamento cirúrgico do lifting labial superior, é importante observar a distância vertical entre a base nasal e uma linha horizontal que passa pelas comissuras labiais (Dccl ). A Figura 8 demonstra que no indivíduo caucasiano jovem essa dis- tância é inferior à distância vertical entre a reta que passa pelas comissuras labiais e o limite inferior do mento (Dclm). 5

No caso apresentado são visíveis a alteração sofrida nessa proporção com o envelhecimento e, após a cirurgia, a melhora. Houve eversão com maior exposição do vermelhão, nítida melhoria nas rugas periorais e redução da retificação horizontal do lábio superior. Esses são objetivos cirúrgicos descritos por Waldman, após a realização do lifting labial. 2

A dermabrasão mecânica associada num mesmo tempo cirúrgico tem por objetivo melhorar a superfície da pele. 1,6 Caso o procedimento seja muito profundo, ultrapassando o limite entre a derme papilar e reticular, maior será o risco de discro- mias definitivas e de cicatrizes indesejadas. 1,6

Waldman e Austin et al. afirmam que o resultado cicatricial na base do nariz é bastante satisfatório, sendo procedimento muito bem tolerado em grande casuística de pacientes. 2,4

Variações cirúrgicas são encontradas. Excisões podem ser feitas na linha de transição do vermelhão nos lábios, além de outras excisões subnasais. 3,7 A escolha da técnica deve ser basea- da na experiência do cirurgião e no planejamento anatômico.

CONCLUSÃO

O presente trabalho demonstrou bom resultado cirúrgico com o lifting do lábio superior associado a dermabrasão. Esses procedimentos podem ser feitos isoladamente ou em associação com outras técnicas, como foi aqui apresentado.

Referências

1 . Montedonio J, Queiroz Filho W, Pousa, CE, Paixão MP, Almeida AEF. Fundamentos da ritidoplastia. Surg Cosmet Dermatol. 2010;2(4):305-14.

2 . Waldman SR. The subnasal lift. Facial Plast Surg Clin North AM. 2007;15(4): 513-6.

3 . Santanche, P., Bonarrigo, C. Lifting of the upper lip: personal technique. Plast Reconstr Surg. 2004;113(6): 1828-35; discussion 1836-7.

4 . Weston GW, Poindexter BD, Sigal RK, Austin HW. Lifting lips: 28 years of experience using the direct excision approach to rejuvenating the aging mouth. Aesthet Surg J.2009; 29(2): 83-6.

5 . Sim RS, Smith JD, Chan AS. Comparison of the aesthetic facial propor- tions of southern Chinese and white women. Arch Facial Plast Surg. 2000;2(2):113-20.

6 . Meski APG., Cucé LC. Quimioabrasão para tratamento de rugas periorais: avaliação clínica e quantificação das células de langerhans epidérmicas. Surg Cosmet Dermatol. 2009; 1(2): 74-79.

7 . Hinderer UT. Aging of the upper lip: a new treatment technique. Aesthetic Plast Surg. 1995; 19(6):519-26.

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações