Sociedade Brasileira de Dermatolodia Surgical & Cosmetic Dermatology

GO TO

ISSN-e 1984-8773

Sumário

Volume 2
Número 4
2010





Editorial

Prof. Dr. Omar Lupi

Dear Dermatologist

Prof. Dr. Omar Lupi

Resumo:


Dra Bogdana

Dear Dermatologist friends

Dra. Bogdana Victoria Kadunc

Resumo:


Artigos Originais

Gestação e predisposição ao aparecimento de estrias: correlação com as propriedades biomecânicas da pele

Pregnancy and predisposition to striae: correlation with the skin’s biomechanical properties

Flávia Alvim Sant’Anna Addor, Sergio Schalka, Vanessa de Melo Cardoso Pereira, Jayme de Oliveira Filho

Resumo:

Introdução: O aparecimento de estrias na gestação está relacionado à ruptura de fibras colágenas e elásticas, devido à distensão da pele.As estruturas dérmicas que promovem a distensão e se rompem causando o aparecimento de estrias são também as responsáveis pelas propriedades biomecânicas da pele, como firmeza e elasticidade.A gestação parece propiciar a modificação desses parâmetros, com a finalidade de facilitar a distensão da pele, gerando, portanto, correlação entre esses parâmetros e a possibilidade de formação de estrias durante a gravidez.
Objetivo: Detectar a correlação entre a ocorrência de estrias e a capacidade de aumentar a elasticidade dérmica.
Métodos: Foram acompanhadas 60 gestantes visando investigar o aparecimento de estrias, bem como medir a firmeza e elasticidade da pele com o equipamento Cutometer ® MPA 580.
Resultados: Foi observada correlação positiva entre o aumento de elasticidade e a não ocorrência de estrias.
Conclusões: Existe possível correlação entre o aparecimento de estrias e a capacidade de aumentar a elasticidade dérmica.


Palavras-Chave: GRAVIDEZ, DERME, RELAXINA

Cirurgia Micrográfica de Mohs para preservação tecidual nas cirurgias oncológicas da face

Mohs Micrographic Surgery for tissue preservation in facial oncologic surgery

Luiz Roberto Terzian, Vanessa Mussupapo Andraus Nogueira, Francisco Macedo Paschoal, Juliano C. Barros, Carlos D’Apparecida S.Machado Filho

Resumo:

Introdução: Os cânceres de pele mais comuns são os carcinomas basocelulares, que ocorrem frequentemente na face.Os pacientes se preocupam muito com os danos estéticos e funcionais, sendo a cirurgia micrográfica de Mohs terapêutica segura que permite preservação tecidual com mínimos danos estéticos.
Objetivo: Avaliar se o uso da cirurgia de Mohs no tratamento dos carcinomas basocelulares, localizados em áreas esteticamente importantes da face, preserva tecido sadio.
Métodos: Foram incluídas 49 cirurgias para tratar tumores com localização peribucal, periocular, orelha e asa nasal, em 2008, na Faculdade de Medicina do ABC. Os tumores foram agrupados conforme características clínicas e histológicas, e as margens obtidas foram analisadas e comparadas com as recomendadas pela literatura. Os pacientes foram reavaliados após dois anos.
Resultados: As medianas das margens removidas com a cirurgia de Mohs foram muito menores do que as recomendadas para cirurgia excisional, com importante preservação tecidual.
Conclusão: A cirurgia de Mohs permitiu importante preservação de tecido sadio (56%-86%) no tratamento dos carcinomas basocelulares localizados em áreas esteticamente importantes face, com mínimos danos. Indicamos a cirurgia de Mohs como opção terapêutica segura e estética no tratamento dos carcinomas basocelulares faciais.


Palavras-Chave: CIRURGIA DE MOHS, CARCINOMA BASOCELULAR, ESTÉTICA, FACE, NEOPLASIAS CUTÂNEAS

Avaliação do padrão de uso de protetor solar em pacientes com vitiligo

Evaluation of sunscreen lotion usage patterns in vitiligo patients

Felipe Bochnia Cerci, Juliana Maria Zucco Viesi, Mariana Martins Bardou Zunino, Helena Zenedin Marchioro, Caio César Silva de Castro

Resumo: Fundamentos: Acredita-se que pacientes com vitiligo pertençam a um grupo mais susceptível para o desenvolvimento de neoplasias malignas da pele devido à ausência de melanina na pele afetada. Por isso, o uso de protetor solar é fundamental nesses pacientes.
Objetivo: Avaliar o padrão de uso de protetor solar em pacientes com vitiligo.
Métodos: Foi desenvolvido estudo transversal através de questionário e exame físico em pacientes com vitiligo, de agosto de 2009 a abril 2010, tendo sido analisadas as variáveis: dados demográficos; características clínicas do vitiligo; uso de protetor solar e hábitos de exposição solar.
Resultados: Participaram do estudo 121 pacientes, dos quais 43 usavam diariamente protetor solar, em sua maioria com FPS 30. As variáveis associadas ao uso diário foram sexo feminino (P = 0.001,OR = 4,76; 95% IC = 1,80-12,59) e recomendação pelo dermatologista na primeira consulta (P = 0.047, OR = 2,28; 95% IC = 1,01-5,28).
Conclusão: Foi determinado um padrão de uso de protetor solar em pacientes com vitiligo.Além disso, foi identificado que o aconselhamento do dermatologista teve significância estatística no uso de protetor solar por esses indivíduos (P = 0.047, OR = 2,28; 95% IC = 1,01-5,28).


Palavras-Chave: VITILIGO, AVALIAÇÃO, PROTETORES DE RAIOS SOLARES

Molusco contagioso em crianças: tratamentos comparativos

Molluscum contagiosum in children: comparative treatments

Raquel Bozzetto Machado, Tanira Ferreira Leal, Raquel Bonfá, Monia E.Werlang, Magda Blessmann Weber

Resumo: Introdução: Molusco contagioso é dermatovirose comum na infância. Embora autolimitada, preconiza-se o tratamento por ser contagiosa e determinar complicações. Na escolha terapêutica, consideram-se efetividade e tolerância. Objetivos: Comparar três tratamentos em crianças quanto à eficácia, aos efeitos colaterais e ao impacto psicológico, com a finalidade de individualizar a abordagem.
Métodos: Estudo comparativo, randomizado e prospectivo, utilizando três terapias para molusco contagioso, em 50 pacientes com idade entre três e 15 anos, divididos em três grupos.O grupo 1 foi tratado com hidróxido de potássio 10%, o grupo 2 com combinação de ácidos salicílico e lático, e o grupo 3 com curetagem.
Resultados: O estudo não mostrou diferença estatística nas análises realizadas, apesar de determinar algumas tendências.O grupo 1 mostrou mais complicações e dor, assim como mais pacientes com lesões ao final do seguimento.Os pacientes do grupo 3 foram os mais colaborativos no tratamento, sendo o método mais rápido e que gerou maior satisfação.
Discussão: A curetagem e a combinação de ácido salicílico e lático foram igualmente eficazes, tendendo a última à demora na resolução.
Conclusão: Os autores acreditam que o tratamento deve ser individualizado, considerando a preferência do paciente, sua tolerância e tempo disponível.


Avaliação com fotografia digital polarizada estudo piloto da pele brasileira

Evaluating Brazilian skin types using digital polarized photography: a pilot study

Claudia Maria Duarte de Sá Guimarães

Resumo: Introdução: A pele brasileira é resultado da interação de três grupos populacionais (europeu, africanos e índios). À inspeção desarmada é difícil quantificar a intensidade das colorações acastanhada ou de origem vascular. A fotografia digital com filtro polarizador circular e esquema especial de iluminação permite maior acurácia do exame dermatológico.
Objetivo: Identificar padrões vasculares, textura e pigmentações melânicas da face em grupo de pacientes dermatológicos, utilizando fotografias polarizadas.
Métodos: Estudo prospectivo e aberto com fotografias tradicionais e polarizadas de mulheres adultas.Compararam-se fotografias digitais com câmera Canon T1i, com objetiva fixa macro 100mm sem filtro polarizador (tradicionais) com outras tomadas com a mesma máquina mas com objetiva fixa macro de 60mm com filtro polarizador circular Hoya pro 1D (polarizadas), sob esquema de iluminação com 2 tochas (cabeças) de flash 140 e fundo azul-anil.
Resultados: Fotografias tradicionais e polarizadas de 34 mulheres (n=34) fizeram parte do estudo. Segundo a escala de Fitspatrick, as pacientes foram classificadas em fototipos: II (13 pacientes), III (16 pacientes), IV (4 pacientes) e V (1 paciente). Em 8 pacientes, que referiam eritema e edema faciais após exposição a fontes de calor, foi observada vascularização apenas através da fotografia polarizada.Detectaram-se também pigmentações melânicas em todas as pacientes (efelides, melasma, hiperpigmentação pós-inflamatória), lesões de acne rosácea (1 paciente) e queratoses actínicas inflamatórias (1 paciente). O exame auxiliou a indicação de tratamentos domiciliares, luz intensa pulsada, terapia fotodinâmica, laser CO2 fracionado e o acompanhamento de acne rosácea.
Conclusões: A fotografia médica com filtro polarizador circular é uma ferramenta diagnóstica e de acompanhamento terapêutico, sendo útil para a documentação dermatológica da pele de fototipos II a V.


Matricectomia com ácido tricloroacético estudo retrospectivo

Trichloroacetic acid matricectomy: a retrospective study

Fernanda Simões Alves, Sadamitsu Nakandakari

Resumo: Introdução: O tratamento da unha encravada pode ser conservador ou cirúrgico. O tratamento cirúrgico com matricectomia é o mais efetivo e pode ser realizado de forma mecânica ou química. Embora o fenol seja o agente mais utilizado, o ácido tricloroacético tem revelado bons resultados na matricectomia parcial química da unha encravada.
Objetivo: Demonstrar a utilização do ácido tricloroacético como opção no tratamento da unha encravada.
Métodos: Foram analisados 33 pacientes, totalizando 37 unhas encravadas que foram submetidas à matricectomia com ácido tricloroacético 50%, após exerese parcial da lâmina ungueal.Avaliaram-se os fenômenos agudos no período pós-operatório imediato e a efetividade do tratamento, em relação à recorrência de unha encravada no local tratado, após período variável de sete a 24 meses.
Resultados: A taxa de sucesso do tratamento foi de 70,27%. Observaram-se leve exsudação pós-cirúrgica, ausência de necrose tecidual e boa cicatrização.
Conclusão: A matricectomia com ácido tricloroacético apresenta poucos efeitos colaterais, é de fácil manuseio e tem boas taxas de resolutividade, podendo ser alternativa no tratamento da unha encravada.


Experiência na terapia fotodinâmica com cloridrato de aminolevulinato de metila para queratose actínica e neoplasia cutânea não melanocítica

Photodynamic therapy with methyl aminolevulinate hydrochloride for actinic keratosis and non-melanocytic cutaneous neoplasia

Luiz Eduardo Garcia Galvão, Heitor de Sá Gonçalves, Antônio Renê Diógenes de Sousa, Leonardo Augusto Coelho Torres da Silva, Iana de Almeida Siqueira

Resumo: Introdução: A terapia fotodinâmica (TFD) é uma opção de tratamento baseada na utilização de substâncias fotoquímicas que, ao impregnarem seletivamente o tecido anormal, agem como sensibilizadores para a atuação de radiação luminosa.
Objetivos: Avaliar a resposta clínica, o resultado estético e efeitos colaterais da aplicação de TFD utilizando o fotosensibilizante cloridrato de aminolevulinato de metila (MAL) em lesões de queratose actínica (QA), carcinoma basocelular (CBC) e doença de Bowen (DB).
Métodos: Após remoção de escamas ou crostas e impregnação da lesão com MAL, foi realizada a exposição à radiação de luz vermelha de 632nm (37 j/cm2),por 8 minutos, entre 5 e 8 cm de distancia da pele.
Resultados: Foram analisados 102 pacientes, sendo que 59 eram portadores de QAs, 32 de CBC e 11 de DB. Houve resposta completa na maioria dos pacientes após 12 semanas, excetuando-se 14 pacientes: 6 com QA, 2 com DB, 6 com CBC. O tratamento demonstrou excelente resultado estético. As principais complicações foram 1 caso de eritema severo e 1 de pústulas e edema importantes.
Conclusões: O presente trabalho, em consonância com a literatura, confirma a eficácia da TDF-MAL no tratamento de lesões de QA e neoplasias cutâneas não melanocíticas (NCNM), com semelhantes taxas de recidiva e melhores resultados estéticos em comparação com as terapias convencionais.


Educação médica continuada

Anatomia da face aplicada aos preenchedores e à toxina botulínica – Parte II

Facial anatomy and the application of fillers and botulinum toxin – Part 2

Bhertha M.Tamura

Questões e Gabaritos do número anterior


Resumo: Na parte II deste artigo de revisão, serão abordadas a musculatura, vascularização, inervação motora e sensitiva e drenagem linfática da face, cujo conhecimento detalhado tem fundamental importância na aplicação correta e eficiente da toxina botulínica e dos preenchedores.1


Artigo de revisão

Fundamentos da ritidoplastia

Rhytidoplasty Fundamentals

Josué Montedonio, Wail Queiroz Filho, Carlos Eduardo T. Pousa, Mauricio Pedreira Paixão, Antônio Esaú Ferraz de Almeida

Resumo: O envelhecimento traz mudanças marcantes na face. A ritidoplastia é cirurgia que busca combater essas alterações. Aspectos essenciais da anatomia da face, incluindo as zonas de perigo da face e a importância do sistema musculoaponeurótico superficial (SMAS), as técnicas cirúrgicas existentes e as principais complicações são fundamentais para indicação e para o êxito cirúrgico. A crescente demanda dos pacientes por melhores resultados impõe desafios. O uso de técnicas adjuvantes representa, portanto, abordagem complementar de valor estratégico. O presente artigo aborda esses fundamentos considerados essenciais na ritidoplastia, enfatizando o potencial benefício de uma abordagem multidisplicinar envolvendo a dermatologia e cirurgia plástica.


Relatos de casos

Carcinoma espinocelular subungueal: relato de caso e revisão da literatura

Subungual Squamous Cell Carcinoma: case report and literature review

José Roberto Pegas, Kessia Katarine Maciel Lopes Fernandes, Ivana Dias Ferreira do Prado, Iracema Lerianna Mayer de Souza Bazzo, Antônio José Tebcherani, Karine Valentim Cade

Resumo: Apresenta-se caso clínico de carcinoma espinocelular subungueal (CEC subungueal) em paciente do sexo masculino de 89 anos, cuja lesão se localizava na dobra medial do primeiro quirodáctilo esquerdo há quatro anos. Esta apresentação se justifica pela raridade da doença na localização subungueal e pelo fato de se atentar para o diagnóstico diferencial com lesões benignas valorizando o sintoma dor, capaz de sugerir o diagnóstico que, quando precoce, representa melhor prognóstico e menor morbidade. Discutem-se também as abordagens terapêuticas mais indicadas, baseando-se em trabalhos de revisão da literatu- ra, com radioterapia, cirurgia micrográfica de Mohs e amputação.


Ocronose exógena relato de caso

Exogenous ochronosis: a case report

Emmanuel Rodrigues de França, Virgínia Paiva, Larissa Paulo Neto Toscano, Giselle Jacobino de Barros Nunes, Tatiane Fialho Araújo Rodrigues

Resumo: Introdução: A ocronose exógena caracteriza-se por hiperpigmentação assintomática preto-azulada localizada tipicamente na face, no pescoço, no dorso e nas superfícies extensoras das extremidades. Resulta mais comumente do uso de hidroquinona.
Objetivo: Enfatizar o uso de várias modalidades terapêuticas para se obter resultado satisfatório no tratamento.
Método: O tratamento foi iniciado com laser de Nd:YAG. Sem resposta, foi indicado o laser de CO2 ultrapulsado.Ainda sem resultados satisfatórios, associou-se luz intensa pulsada, microdermoabrasão e peelings químicos.
Resultado: resolução completa das lesões.
Conclusão: Ocronose exógena é patologia de difícil tratamento, sendo necessária, às vezes, associação de vários métodos para a resolução completa.


Experiência no uso do ultrassom focado no tratamento da gordura localizada em 120 pacientes

Using focused ultrasound to treat localized fat

Ane Beatriz Mautari Niwa, Mariane Shono, Paula Mônaco, Giovana Prado, Nuno Osório

Resumo: Introdução: Existem diversas tecnologias para o tratamento do contorno corporal, embora a maioria apresente baixa eficácia.Os autores relatam sua experiência no uso do ultrassom focado para o tratamento da gordura localizada em 120 pacientes.
Materiais e Métodos: 120 pacientes foram submetidos a duas ou três sessões a cada quatro semanas. As áreas tratadas foram abdômen, flancos, coxas, dorso e dobra infraglútea.
Resultados: A redução média na circunferência ao final das três sessões foi de 4,95, 4,88 e 3cm para abdômen, flancos e coxas, respectivamente.
Conclusão: O ultrassom focado foi procedimento seguro, eficaz e bem tolerado para o remodelamento corporal.


Como eu faço ?

Laser fracionado de CO2: uma experiência pessoal

Fractional CO2 laser: a personal experience

Valeria B. Campos, Gabriel Gontijo

Resumo: Diversos métodos têm sido utilizados para rejuvenescimento facial. O resurfacing facial, após mais de 20 anos de existência, passou por fase de amadurecimento e busca de novas tecnologias que viessem complementar as falhas inerentes ao procedimento e atualmente, após seu fracionamento volta a ter o destaque que já teve no passado. Essa fase, porém, iniciou-se com a expectativa de um procedimento com a mesma eficácia do resurfacing ablativo tradicional e 100% seguro, infelizmente isso não aconteceu. O resurfacing fracionado ablativo tem-se mostrado um procedimento muito valioso porém os resultados não são os mesmos do resurfacing tradicional; o fracionamento realmente diminuiu os efeitos colaterais,mas esses não devem ser desprezados.Nesse artigo falamos sobre a nossa experiência pessoal, falamos detalhadamente sobre os possíveis efeitos colaterais, como evitálos e tratá-los.


Enxertia de tecido palpebral na reconstrução de tumores cutâneos

Palpebral tissue grafting in the reconstruction of cutaneous tumors

Emerson Vasconcelos de Andrade Lima

Resumo: A reconstrução de defeitos resultante da remoção de tumores na face é sempre um desafio, já que a integridade funcional da área tratada e o risco de retrações e cicatrizes inestéticas devem ser criteriosamente avaliados. O enxerto muitas vezes é a opção mais adequada à reconstrução, exigindo uma área doadora que apresente similaridades teciduais com a área receptora. Esse estudo propõe o tecido da pálpebra superior como boa opção em 12 pacientes portadores de carcinoma basocelular (CBC) na face e sobra de tecido nas pálpebras superiores.


Pérolas cirúrgicas

Técnica de Croll: cirurgia de reconstrução com laser localizado em cicatrizes de acne

Croll technique: surgical reconstruction with localized laser in acne scars

Úrsula Metelmann, Carlos D’Aparecida Machado Filho, Sheila Itamara Ferreira do Couto Meireles, Letícia Pires Vaz Brandão Teixeira

Resumo: As cicatrizes de acne são comuns,mas de difícil tratamento. Existem várias técnicas utilizando lasers para sua correção, sendo os fracionados de CO2 os mais usados atualmente. Entretanto, para se obter resultados significativos, o procedimento pode tornar-se muito agressivo. Propõe-se nova técnica de aplicação de laser de CO2 fracionado exclusivamente sobre as cicatrizes de acne, denominada técnica de Croll, em analogia à técnica de Cross. O objetivo é otimizar os resultados e minimizar os efeitos colaterais. Nesse trabalho relatamos 15 casos bem-sucedidos com utilização da técnica de Croll na correção de cicatrizes de acne.


Cartas ao editor

Peeling químico superficial para o tratamento de manutenção da rosácea

Paulo Eduardo Neves Ferreira Velho, Aparecida Machado de Moraes

Resumo: A rosácea é doença crônica e prevalente. O peeling com ácido tricloroacético em baixas concentrações usado pelo paciente com gaze levemente umedecida é apresentado como tratamento de manutenção para a rosácea.


© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações