Sociedade Brasileira de Dermatolodia Surgical & Cosmetic Dermatology

GO TO

ISSN-e 1984-8773

Sumário

Volume 1
Número 4
2009





Artigos Originais

Comparação da resposta imunológica à toxina botulínica tipo A na pele antes e após o tratamento da hiperidrose axilar

A comparison of the immunological response to botulinum toxin type A in skin before and after axillary hyperhidrosis treatment

Bhertha Miyuki Tamura, Luiz Carlos Cucé

Resumo: Introdução:Há relatos de casos publicados e não publicados sobre rash cutâneo, erupcoes acneiformes e desenvolvimento de Herpes simples em pacientes injetados com toxina botulinica para tratamento de rugas faciais e hiperidrose. Foi realizada uma pesquisa para determinar se há alteração imunológica na pele de pacientes tratados pela primeira vez com esta toxina. Métodos: Foi avaliada a resposta imunologica a toxina tipo A na pele de 15 pacientes com hiperidrose axilar antes e apÓs sua aplicaÇÃo. Os seguintes marcadores imuno-histoquimicos foram utilizados para definir o perfi l imunológico local antes e depois da aplicação de toxina botulinica: CD4+, CD8+, CD1a, CD25, anti-TNF-ƒ¿, HLA-DR, ICAM-1, anti-IFN-ƒÁ e anti-IL-4. Resultados e discussão: Realizou-se análise estatística descritiva de cada marcador, e os dados obtidos foram avaliados pelo teste dos sinais de Wilcoxon. Conclui-se que não houve alteração na pele após o tratamento da hiperidrose com toxina botulinica A quando comparados os marcadores.


Palavras-Chave: AXILAR, HIPERIDROSE, RESPOSTA IMUNOLÓGICA, TOXINAS BOTULÍNICAS, TRATAMENTO DE HIPERIDOROSE

Avaliação clínica da eficácia do ácido tricloroacético e da subcisão, isolados ou combinados, no tratamento de estrias abdominais

Clinical evaluation of the efficacy of trichloroacetic acid and subcision, combined or isolated, for abdominal striae

Maurício Shigueru Sato, Aline Fukuda, Larissa Luvison Gomes da Silva, Fabiane Mulinari-Brenner, Rebecca Tung

Resumo: Introdução: Estrias são queixas frequentes nos consultórios dermatológicos, mas a maioria dos estudos se baseia no uso do laser e poucos observaram os efeitos de outras modalidades de tratamento. Objetivo: Comparar a resposta de três modalidades terapêuticas: subcisão isolada, ácido tricloroacético (ATA) 20% isolado e subcisão combinada à aplicação de ATA 20% no tratamento de estrias. Materiais e Métodos: Onze pacientes do sexo feminino, fototipo II-IV com estrias gravídicas tiveram seu abdome inferior dividido em quatro quadrantes. Uma estria de cada quadrante foi selecionada para ser submetida a um dos três procedimentos e um quadrante serviu de controle. Foram realizadas avaliação objetiva pelo médico e subjetiva pelo paciente. Resultados: Redução na largura com a subcisão e no comprimento com o ATA 20% foi evidenciada através de mensuração. Na avaliação subjetiva houve melhora principalmente com o tratamento subcisão-ATA 20%. A avaliação fotográfica foi desconsiderada. Pela análise estatística, não houve diferença significativa entre os tratamentos. Não ocorreram efeitos adversos relacionados aos tratamentos. Conclusão: Apesar da melhora relatada principalmente com o tratamento subcisão-ATA 20%, não houve diferença estatística significativa entre os tratamentos.


Palavras-Chave: ESTRIAS, ÁCIDO TRICLOROACÉTICO, GRAVIDEZ, DERMATOLOGIA

Laser de Erbium 2940 nm fracionado com pulso duplo, para o fotorrejuvenescimento: estudo clínico e histopatológico dos efeitos no tecido cutâneo

2940-nm Erbium Laser, fractionated with dual pulse, for photorejuvenation: clinical and pathologic trial of eff ects on skin tissue

Roberto A. Mattos, Neusa Y.S. Valente, Mônica Senise, Valéria B. Campos

Resumo: Introdução: Há anos, o laser de Erbium 2940 nm é utilizado no tratamento do fotoenvelhecimento, com duração de pulso de 0,25 ms. Atualmente, tem sido mais usado na forma fracionada. Uma nova duração de pulso de 5 ms foi introduzida, na tentativa de promover a coagulação do tecido, além de ablação, melhorando sua atuação no tratamento. Objetivo: Verificar o mecanismo pelo qual os raios desse laser atuam sobre o tecido cutâneo, em sua forma fracionada e com pulso duplo, clínica e histopatologicamente. Material e métodos: Seis pacientes do sexo feminino com fotoenvelhecimento acentuado (graus III e IV, na classifi cação de Fitzpatrick) foram submetidas a essa técnica. Realizaram-se biópsias uma semana antes e dois meses após o tratamento, e foram feitas avaliações clínica e histológica com a utilização das seguintes colorações: hematoxilina-eosina, Verhoeff e tricrômico de Masson. Resultados: Houve melhora clínica importante em todas as pacientes e a histologia mostrou focos de dimensões compatíveis com as do raio do laser (microbeam) disparado, no qual ocorria redução da elastose solar. Em dois casos com resultados mais expressivos, essas áreas foram mensuradas. Conclusões: Clinicamente, houve melhora acentuada nas seis pacientes tratadas. Encontraramse alterações focais de dimensões semelhantes às dos raios disparados, enquanto estudos anteriores com Erbium 2940 nm fracionado apresentaram áreas não circunscritas de neocolagênese.


Palavras-Chave: REJUVENESCIMENTO, FOTOENVELHECIMENTO, LASERS

Comparação entre duas loções hidratantes de diferentes pHs na melhora da hidratação da pele e na redução do prurido

Comparison between two moisturizing lotions with diff erent pHs in skin moisture improvement and pruritus reduction

Vanessa Lucília Silveira de Medeiros, Mariana Colombini Zaniboni, Lúcia Helena Fávaro Arruda, Sérgio Luiz de Oliveira, Nilo Lemo Cobreiros

Resumo: Introdução: A dermatite atópica (DA) afeta aproximadamente 15% da população e é uma das doenças infl amatórias crônicas mais comuns da infância. O prurido e a xerose intensa da pele são os seus sintomas mais importantes. A restauração dos elementos da barreira de proteção epidérmica através do uso de emolientes é essencial para o tratamento da doença. Objetivo: Avaliar a melhora do prurido, a hidratação cutânea e xerose em dois grupos de pacientes utilizando hidratantes idênticos (aveia coloidal, Glicerol e petrolato), mas com diferentes pHs em pacientes com DA. Materiais e Métodos: Vinte e um pacientes, com idades entre 7 a 54 anos, com DA moderada a grave e prurido, foram divididos aleatoriamente em dois grupos. Os grupos foram trocados após 30 dias. Resultados: Os resultados foram avaliados após 60 dias. A melhora no prurido, na xerose e na hidratação foram avaliadas pelo médico, pelo paciente e por corniometria. Não houve diferença estatística em ambos os grupos, sendo então os dados avaliados como de um único grupo ao final. A redução do prurido foi observada por 59% dos pacientes e por 52% dos clínicos, e da xerose por 52% dos pacientes e 43% dos clínicos. O nível de hidratação da pele nas áreas com eczema aumentou em 79%, em comparação com o início do tratamento. Conclusão: Hidratantes contendo aveia coloidal, glicerol e petrolato com pH próximo ao da pele normal mostraram-se apropriados na melhora do prurido em pacientes com DA.


Palavras-Chave: DERMATITE ATÓPICA, PRURIDO, XEROSE, HIDRATANTE

Estudo de avaliação da eficácia do ácido tranexâmico tópico e injetável no tratamento do melasma

Study evaluating the efficacy of topical and injected tranexamic acid in treatment of melasma

Denise Steiner, Camila Feola, Nediana Bialeski, Fernanda Ayres de Morais e Silva, André César Pessanha Antiori, Flávia Alvim Sant’Anna Addor, Bruno Brandão Folino

Resumo: Introdução: Melasma é uma hipermelanose adquirida de etiologia multifatorial e de tratamento difícil. O ácido tranexâmico (AT) tem sido estudado como alternativa terapêutica. Objetivo: Avaliar a eficácia e a segurança do AT no tratamento de melasma, comparando utilização de microinjeção localizada versus tratamento tópico. Material e Método: Foram selecionadas 18 mulheres com melasma, tratadas por 12 semanas com: Grupo A: aplicação domiciliar tópica de AT 3% 2x ao dia. Grupo B: injeções intradérmicas AT (4 mg/mL) semanais. Antes e após o tratamento, os grupos foram comparados sob os seguintes parâmetros: evolução fotográfica, evolução do MASI, autoavaliação e colorimetria. Resultados: 17 pacientes completaram o estudo. A avaliação fotográfica revelou, no grupo A, melhora em 12,5%, piora em 50% e, em 37,5%, não houve alteração alguma. No grupo B, 66,7% de melhora e 22,2% sem alterações. Em relação ao MASI, houve melhora significativa (p = 0,0026), sem diferença entre os tratamentos (p = 0,6512). Na autoavaliação, no grupo A,37,5% das pacientes classificaram como boa e 50%, como imperceptível. No grupo B, 66,7% classificaram como boa e 33,3%, imperceptível. A avaliação colorimétrica revelou melhora significativa nos tratamentos (p = 0,0008). Conclusão: Embora a avaliação clínica subjetiva tenha demonstrado superioridade do tratamento injetável, na avaliação objetiva, ambos os tratamentos revelaram–se significativamente eficazes, o que indica que o AT é uma nova e promissora opção terapêutica para o melasma.


Palavras-Chave: ÁCIO TRANEXÂMICO, MELASMA, TERAPÊUTICA

Educação médica continuada

Tratamentos estéticos e cuidados dos cabelos: uma visão médica (parte 2)

Hair care: a medical overview (part 2)

Leonardo Spagnol Abraham, Andreia Mateus Moreira, Larissa Hanauer de Moura, Maria Fernanda Reis Gavazzoni, Flávia Alvim Sant’Anna Addor

Questões e Gabaritos do número anterior


Resumo: Neste artigo, os autores complementam o primeiro trabalho sobre a pesquisa dermatológica dos tratamentos estéticos capilares. O alisamento capilar definitivo com os principais alisantes legalizados – hidróxidos de sódio e lítio, hidróxido de guanidina e tioglicolato de amônio –, suas diferenças, mecanismos de ação, indicações e segurança para a saúde são aqui abordados. O artigo ainda discute sobre o uso ilegal e indiscriminado de produtos do grupo dos aldeídos (formaldeído e glutaraldeído) nos salões de cabeleireiro no Brasil, suas implicações legais e em saúde pública, sua carcinogenicidade e a identificação dos referidos registros junto à ANVISA. Também são estudados os xampus e agentes condicionadores indicados para tratamento da haste capilar. Ao final, são discutidas as implicações dos tratamentos capilares em geral, para a saúde do fio e do couro cabeludo.


Artigo de revisão

Fotoproteção

Photoprotection

Gabriel Teixeira Gontijo, Maria Cecília Carvalho Pugliesi, Fernanda Mendes Araújo

Resumo: Introdução: Nas últimas décadas, a incidência de câncer de pele aumentou significativamente, correspondendo a um problema de saúde pública em diversos países. A pele é o órgão mais atingido pelos efeitos deletérios da radiação ultravioleta, e é bem documentada a associação entre fotoexposição e neoplasias cutâneas. Objetivo: Realizar uma revisão abrangente sobre as principais medidas de fotoproteção. Método: Realizaram-se buscas na base de dados MEDLINE, no período de 22 de junho a 18 de agosto. Estudos descritivos, de revisão e comparativos foram analisados em conjunto. Resultados: Foram selecionados 11 artigos que continham revisão sobre fotoproteção, os efeitos da radiação ultravioleta sobre a pele e a prevalência do uso de filtros solares e medidas comportamentais entre adultos e adolescentes. Conclusões: O uso de fotoprotetores de largo espectro, além de medidas comportamentais simples, parecem causar grande impacto na prevenção do câncer de pele.


Palavras-Chave: RAIOS ULTRAVIOLETA, LUZ SOLAR, FILTROS ULTRAVIOLETAS, CARCINOMA DE CÉLULAS ESCAMOSAS, CARCINOMA BASOCELULAR, MELANOMA, VITAMINA D, ESTABILIDADE DE COSMÉTICOS

Pérolas cirúrgicas

Novo método para obtenção de derme autóloga para material de preenchimento

A new method for obtaining autologous dermal graft for tissue filler techniques

Sergio Schrader Serpa

Resumo: Vários tipos de materiais sintéticos para preenchimento utâneo têm sido disponibilizados nos últimos anos. Entretanto, substâncias autólogas ainda podem ser consideradas mais vantajosas e seguras. O autor desenvolveu um coletor que facilita a obtenção rápida de derme autóloga já desepitelizada. Descrevem-se o instrumento e detalhes de sua utilização.


Como eu faço ?

Cicatrização por segunda intenção de asa nasal: revisando antigos conceitos

Healing by secondary intention of the nasal ala: reviewing old concepts

Ivander Bastazini Júnior, Letícia Arsie Contin, Cinthia Janine Meira Alves, Consuelo Maria Santos Albuquerque Nascimento

Resumo: A necessidade de correção cirúrgica de grandes defeitos na asa nasal é frequente. Diversas são as técnicas de reconstrução, que, de maneira geral, são complexas, exigindo maior conhecimento técnico e nem sempre atingindo o resultado estético desejado. Os autores discutem as indicações e a praticidade, além dos bons resultados estéticos da cicatrização por segunda intenção em grandes defeitos na asa nasal.


Palavras-Chave: CICATRIZAÇÃO DE FERIDAS, NARIZ, CARCINOMA BASOCELULAR

Relatos de casos

Tratamento do líquen plano pigmentoso com luz intensa pulsada

Treatment of lichen planus pigmentosum with intense pulsed light

Meire Brasil Parada, Samira Yarak, Nilceo S. Michalany

Resumo: Trata-se do relato de um caso de líquen plano pigmentoso,associado ao líquen plano clássico, tratado com luz intensa pulsada. A tecnologia da luz intensa pulsada tem sido utilizada com êxito na remoção de várias lesões cutâneas pigmentadas benignas e, no caso raro aqui abordado, provou sua efetividade.


Palavras-Chave: LÍQUEN PLANO, TRATAMENTO FÍSICO-QUÍMICO, HIPERPIGMENTAÇÃO

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações