Sociedade Brasileira de Dermatolodia Surgical & Cosmetic Dermatology

GO TO

ISSN-e 1984-8773

Sumário

Volume 6
Número 3
2014





E-book

Português | Inglês



Artigos de revisão

Toxina botulínica: revisão de sua aplicabilidade em doenças ao alcance do dermatologista

Botulinum toxin: a review of its applicability in diseases within the reach of dermatologists

Carlos Roberto Antonio; João Roberto Antonio; Lívia Arroyo Trídico; Tatiane Éster Aidar Fernandes

Resumo: Em dermatologia, a toxina botulínica se destacou no tratamento de rugas e linhas de expressão, sendo utilizada principalmente com finalidade estética. Nos últimos anos, porém, o uso da toxina botulínica no tratamento de doenças dermatológicas tem crescido e apresentado ótimos resultados. O objetivo desta revisão é relatar o uso da toxina botulínica em doenças clínicas que possam ser tratadas pelos dermatologistas, explorando seu mecanismo de ação e resultados a longo prazo, reunindo, assim, informações práticas ao especialista.


Palavras-Chave: TOXINAS BOTULÍNICAS; DOENÇA; DERMATOLOGIA; PELE.

Educação médica continuada

Hidradenite supurativa: atualização e revisão de suas modalidades terapêuticas

Hidradenitis Suppurativa: update and review of therapeutic modalities

Guilherme Muzy; Elisete Isabel Crocco; Renata Oliveira Alves

Questões e Gabaritos do número anterior


Resumo: A hidradenite supurativa é doença inflamatória crônica resultante da obstrução folicular. O quadro recorrente leva à formação de fístulas e cicatrizes, que interferem na qualidade de vidas dos pacientes. A literatura mostra múltiplas modalidades terapêuticas, como antibióticos tópicos e orais, isotretinoína, dapsona, inibidores de TNF-α, finasterida e terapias cirúrgicas convencionais e lasers (CO2, ND:Yag). O artigo traz uma revisão desses tratamentos e suas indicações seguindo os estágios de Hurley, o que permite ao dermatologista mais amplo domínio das diferentes técnicas, podendo, assim conduzir mais adequadamente os pacientes.


Palavras-Chave: HIDRADENITE SUPURATIVA; TERAPÊUTICA; TERAPIA A LASER.

Artigos Originais

Avaliação da ação de creme contendo fotolíase em lipossomas e filtro solar FPS 100 na queratose actínica da face: estudo clínico, dermatoscópico e por microscopia confocal

Evaluation of the effects of a cream containing liposomeencapsulated photolyase and SPF 100 sunscreen on facial actinic keratosis: clinical, dermoscopic, and confocal microscopy based analysis

Sílvia Arroyo Rstom; Beatrice Martinez Zugaib Abdalla; Gisele Gargantini Rezze; Francisco Macedo Paschoal

Resumo: Introdução: A exposição crônica à radiação ultra-violeta é a causa primária de carcinomas de pele. A queratose actínica é considerada uma lesão precursora. A aplicação tópica da fotolíase mostrou eficiência com remoção de 40-45% dos dímeros formados pela radiação ultra-violeta, diferindo da fotoproteção convencional pela habilidade de reparar um dano já estabelecido ao DNA celular. A microscopia confocal é um recurso para visualização in vivo das alterações cutâneas. Objetivo: Avaliar a ação da aplicação de creme contendo fotolíase associado ao filtro solar FPS 100 no dano actínico e queratoses actínicas na face utilizando a dermatoscopia e a microscopia confocal como parâmetros de avaliação. Métodos: Ensaio clínico longitudinal observacional em 17 lesões de queratoses actínicas. Foi realizada dermatoscopia e microscopia confocal antes da aplicação do creme e após 120 dias. As imagens foram comparadas. Resultados: Das 14 queratoses actínicas grau I, 9 apresentaram melhora clínica e dermatoscópica, 3 permaneceram inalteradas e 1 evoluiu para queratose actínica grau II. A microscopia confocal mostrou redução das escamas e melhora da arquitetura epidérmica nas 5 queratoses actínicas grau I. As 3 queratoses actínicas grau II documentadas não apresentaram melhora. Conclusões: A aplicação da fotolíase em creme com filtro promove fotoproteção e reparo ao DNA. A microscopia confocal é uma arma útil no monitoramento do tratamento de queratoses actínicas.


Palavras-Chave: CERATOSE ACTÍNICA; MICROSCOPIA CONFOCAL; DERMATOSCOPIA.

Reidratação injetável da pele: uma opção com resultados clínicos?

Could injectable rehydration of the skin be an option with clinical results?

Bhertha Miyuki Tamura

Resumo: Introdução: Em dermatologia, vários medicamentos são injetados intralesionalmente com o objetivo de tratar doenças localmente. A microinjeção de ácido hialurônico não-reticulado na derme tem como objetivo restabelecer a hidratação da pele. Objetivo: Determinar se houve melhora da hidratação da pele devida à injeção de ácido hialurônico não-reticulado puro nas rugas periorbitárias e na pele vizinha. Métodos: Dez pacientes (entre 40 a 63 anos de idade) com rugas periorbitárias classificadas com graus entre 1 a 4 de uma escala de severidade de rugas (Wrinkle Severity Rating Scale) foram tratadas no ano de 2007 com microinjeções de ácido hialurônico não-reticulado nos dias 1, 15 e 30 do estudo. O médico pesquisador, o observador não-médico e os pacientes avaliaram a pele tratada no 45º dia do estudo de acordo com uma escala descritiva de resultados clínicos (ausentes, pobres, bons e muito bons). Durante 5 anos realizou-se follow-up para identificar possíveis complicações. Resultados: Segundo a escala descritiva, os dados clínicos analisados indicaram os seguintes resultados: pacientes (pobres = 2, bons = 6, muito bons = 2); observadores não-médicos (pobres = 3 , bons = 4, muito bons = 3); pesquisador médico (pobres = 3, bons = 6, muito bons = 1). Houve ocorrência de equimoses e sangramento imediatamente após as aplicações. Conclusão: A injeção de ácido hialurónico pode ser uma opção terapêutica para a hidratação da pele seca e danificada.


Palavras-Chave: ÁCIDO HIALURÔNICO; ENVELHECIMENTO; PROCESSOS FISIOLÓGICOS DE PELE; MESOTERAPIA

Ácido chiquímico para esfoliação cutânea

Shikimic acid: a potential active principle for skin exfoliation

Wanessa Almeida Ciancaglio Garbossa; Daiane Garcia Mercurio; Patricia Maria Berardo Gonçalves Maia Campos

Resumo: Introdução: Ácidos orgânicos são amplamente utilizados na área dermocosmética, pois apresentam efeitos relacionados à esfoliação e à renovação celular. Deles, pode-se citar o derivado do anis-estrelado, conhecido como ácido chiquímico. Objetivos: Avaliar a atividade antioxidante do ácido chiquímico e a eficácia clínica de preparações dermocosméticas acrescidas de 3% desse ativo. Métodos: A atividade antioxidante foi avaliada por um método in vitro. Sequencialmente, foram elaboradas preparações de gel, gel creme e solução a 3% do ácido, as quais foram submetidas a estudos preliminares de estabilidade e análise sensorial. O estudo clínico foi realizado por técnicas não invasivas de biofísica e imagem da pele. Resultados: O ácido chiquímico apresentou potencial antioxidante. Todas as preparações foram consideradas estáveis, e a adição do ácido chiquímico melhorou o sensorial do gel e do gel creme. No estudo clínico, o gel e a solução mostraram alterações significativas no microrrelevo e nos parâmetros relacionados à esfoliação da pele. Entretanto, a formulação gel creme não proporcionou tal efeito, mostrando a importância do veículo para a eficácia de cosméticos. Conclusões: O ácido chiquímico pode ser considerado potencial ativo para aplicação em formulações dermocosméticas para esfoliação e melhora do microrrelevo da pele.


Palavras-Chave: ABRASÃO QUÍMICA; ANTIOXIDANTES; COSMÉTICOS; EFICÁCIA; ÁCIDO CHIQUÍMICO.

Cicatrizes hipertróficas e queloides: tratamento com cirurgia e infiltração de methotrexate - estudo-piloto

Hypertrophic scars and keloids: treatment with surgery and methotrexate injections: a pilot study

Tatiana Gandolfi de Oliveira; Rossana Cantanhede Farias de Vasconcelos; Lilian Mayumi Odo; Marina E.Y. Odo

Resumo: Introdução: Várias modalidades terapêuticas têm sido utilizadas para o tratamentos de queloides e cicatrizes hipertróficas. Objetivo: Tratamento de queloides e cicatrizes hipertróficas com excisão e injeção intralesional de methotrexate. Métodos: Neste estudo aberto de intervenção terapêutica 11 pacientes foram tratados. Exames laboratoriais e fotos foram realizados antes, durante e após tratamento. Após a excisão das lesões, a sutura foi infiltrada com methotrexate a partir do sétimo dia, semanalmente, durante seis meses. A dose semanal foi de 2,5mg/10cm de sutura, e a dose máxima de 5mg por indivíduo. A avaliação foi feita pelo médico e pelo paciente. Resultados: Seis meses após o término do tratamento, não ocorreu recidiva da lesão em cinco casos, houve recidiva parcial em seis casos e nenhuma recidiva total. Não houve alteração dos exames laboratoriais. Conclusões: A dose máxima semanal de 5mg de methotrexate durante seis meses utilizada neste estudo-piloto para tratamento de queloides e cicatrizes hipertróficas é segura e dificulta a recidiva. São necessários mais estudos para complementar este trabalho.


Palavras-Chave: QUELOIDE; CICATRIZ HIPERTRÓFICA; TERAPÊUTICA; PELE.

Correção de assimetrias e discinesias faciais com toxina botulínica tipo A

Correction of facial asymmetries and dyskinesias with botulinum toxin type A

Maria Cristina Cardoso de Mendonça; Maria Gabriela Araújo Lopes; Rosana Rocon Siqueira; Fernanda Queiroz de Oliveira; Gianne Pascoal; Aloísio Carlos Couri Gamonal

Resumo: Introdução: A paralisia facial desencadeia assimetrias e outras modificações faciais funcionais e estéticas, que levam a desordens físicas e psicológicas significativas. A toxina botulínica tipo A, por ser terapêutica segura, eficaz e bem tolerada, torna-se boa opção no tratamento dessas condições. Objetivo: Demonstrar a melhora clínica e o grau de satisfação de pacientes portadores de assimetrias e discinesias faciais, tratados com injeções de toxina botulínica tipo A realizadas por dermatologistas. Métodos: Foram selecionados pacientes com assimetrias e discinesias faciais, no período entre janeiro de 2011 e dezembro de 2013, para receber injeções de toxina botulínica no lado normal da face, visando diminuir a atividade muscular nos casos de hemiparesia facial, ou diretamente nos músculos afetados, em casos de discinesia. As avaliações clínicas e os registros fotográficos nas posições estática e dinâmica foram feitos nos dias da primeira aplicação (D0) e 15 dias após (D15). Cada paciente foi reagendado para uma próxima sessão em até 120 dias. Resultados: Após a aplicação da toxina houve melhora clínica, com suavização das assimetrias e discinesias apresentadas no início do tratamento. Notou-se importante melhora na qualidade de vida dos pacientes, com impacto positivo em diferentes âmbitos de sua vida pessoal. Conclusões: A terapêutica com toxina botulínica tipo A, realizada por dermatologistas com experiência no manejo desse procedimento em outras condições, mostrou ser importante alternativa no tratamento das assimetrias e discinesias faciais.


Palavras-Chave: ASSIMETRIA FACIAL; PARALISIA FACIAL; QUALIDADE DE VIDA; TOXINAS BOTULÍNICAS TIPO A.

Avaliação do grau de celulite em mulheres em uso de três diferentes dietas

Cellulite grading assessment in women following three different diets

Doris Hexsel; Mariana Soirefmann; Juliana Schilling de Souza; Denise Zaffari; Renata Boscaini David; Carolina Siega

Resumo: Introdução: Embora seja conhecida a positiva relação entre o agravamento da celulite pelo excesso de peso e hábitos alimentares incorretos, pacientes com peso normal também podem apresentar celulite. Objetivo: Avaliar o efeito de três diferentes dietas na redução do grau de celulite em mulheres com peso normal. Métodos: Quarenta e três mulheres foram randomizadas para três diferentes grupos: o grupo 1 seguiu dieta com teor de carboidratos reduzido; o grupo 2, dieta com alto teor de proteínas; e o grupo 3, dieta-controle com quantidades normais de macronutrientes. O peso das pacientes foi aferido, e o grau de celulite foi avaliado pela escala de gravidade de celulite. Resultados: As pacientes do grupo 2 apresentaram grau de celulite mais baixo nos glúteos direito e esquerdo em relação às pacientes dos grupos 1 e 3. Ao longo do tempo, as pacientes do grupo 2 tiveram redução no grau de celulite nas coxas. Conclusão: As pacientes do grupo 2 apresentaram melhora no grau de celulite, provavelmente relacionada à perda de peso e consequente redução do tecido adiposo. Estudos maiores e mais abrangentes serão necessários para corroborar esse dado e estabelecer a relação entre a composição de diferentes dietas e a melhora da celulite.


Palavras-Chave: CELULITE; LIPODISTROFIA; DIETOTERAPIA.

Delineamento epidemiológico dos casos de melanoma cutâneo atendidos em um hospital terciário de Campinas, São Paulo, Brasil

Epidemiological delineation of cutaneous melanoma cases treated in a tertiary hospital in Campinas, São Paulo State, Brazil

Ellem Tatiani de Souza Weimann; Thaísa Saddi Tannous Silvino; Lissa Sabino de Matos; André Luiz Simião; Adilson Costa

Resumo: Introdução: O melanoma cutâneo apresenta significativa relevância entre os tumores malignos de pele, pois apesar de sua baixa incidência (3-4%) é o de maior mortalidade. No Brasil, as estimativas para o ano de 2014 correspondem a 10% de todas as neoplasias sendo portando um importante problema de saúde pública. Objetivos: Apresentar dados epidemiológicos relacionados ao câncer de pele melanoma em uma região do interior do Estado de São Paulo. Métodos: Estudo descritivo, retrospectivo e transversal através de análise de dados de prontuários médicos de um hospital terciário, sujeito a viés de aferição e informação. Realizou se análise descritiva com freqüência e porcentagem. Resultados: A prevalência dos casos de melanoma cutâneo foi para o sexo feminino (71%), indivíduos entre 50 e 70 anos (56%), caucasianos (78%), que identificaram suas lesões através de auto-exame (42%), com predomínio de acometimento no tronco (35%). O tipo subtipo histológico mais prevalente foi o disseminativo superficial (58%). Conclusões: Conhecer a epidemiologia do melanoma cutâneo em uma dada região permite e facilita ações médicas, a fim de serem estabelecidas melhores estratégias de prevenção primária e secundária.


Palavras-Chave: MELANOMA; EPIDEMIOLOGIA; NEOPLASIAS CUTÂNEAS.

Aplicação de peeling de ácido lático em pacientes com melasma - um estudo comparativo

Application of lactic acid peeling in patients with melasma: a comparative study

Juliana Sandin; Tatiana Gandolfi de Oliveira; Viviana Chehin Curi; Ana Carolina Lisboa de Macedo; Fernanda Dias Pacheco Sakai; Rossana Catanhede Farias de Vasconcelos

Resumo: Introdução: O melasma se apresenta como hiperpigmentação que afeta principalmente áreas fotoexpostas, sendo um problema comum. Objetivo: Avaliar a eficácia do peeling de ácido lático a 82% no tratamento do melasma facial mediante trabalho prospectivo e comparativo. Métodos: Procedeu-se à aplicação quinzenal de três sessões de peeling de ácido lático a 82% em 16 pacientes com melasma facial, estando metade em uso da tríplice combinação e metade sem tratamento há 60 dias. O teste de Wilcoxon foi aplicado com objetivo de comparar os valores do índice de área e gravidade de melasma nesses dois grupos. Resultados: O peeling de ácido lático melhorou a hiperpigmentação de todas as pacientes estudadas sem nenhum efeito colateral permanente, demonstrando-se tratamento eficaz. O teste de Wilcoxon mostrou redução significante (p = 0,0003) no índice de área e gravidade de melasma de todas as pacientes. Conclusão: O peeling de ácido lático a 82% pode ser ferramenta importante na melhora do melasma resistente.


Palavras-Chave: ABRASÃO QUÍMICA; TERAPÊUTICA; PELE; ÁCIDO LÁCTICO; HIPERPIGMENTAÇÃO.

Diagnóstico por Imagem

Tratamento cirúrgico do tumor glômico subungueal orientado pela ultrassonografia doppler

Surgical treatment of the subungual glomus tumor guided by Doppler ultrasonography

Andreia Pizarro Leverone; Bernardo Kawa Kac; Clarissa Canella; Claudia Fernanda Dias Souza; Olga Milena Zarco Suarez; Fabiana Palmieri Zarur

Resumo: O tumor glômico subungueal é uma neoplasia benigna de células glômicas sendo caracterizado clinicamente por dor paroxística e hipersensibilidade ao frio, o que gera prejuízo funcional ao paciente. O diagnóstico é baseado na anamnese e exame físico, podendo ser melhor orientado com base no estudo radiológico, com o ultrassom e doppler. Demonstramos os aspectos clínicos e ultrassonográficos de um caso, descrevendo o procedimento cirúrgico.


Palavras-Chave: TUMOR GLÔMICO; ULTRASSONOGRAFIA DOPPLER EM CORES; PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS AMBULATORIAIS.

Novas Técnicas

Tratamento cirúrgico da inversão labial do envelhecimento

Surgical treatment of the aging reversal lip

Heliane Sanae Suzuki; Gabriela Bestani Seidel; Vanessa Cristina Soares; Themis Hepp; Karin Helmer

Resumo: Um dos sinais do envelhecimento perioral é o alongamento do lábio superior seguido de flacidez perioral que ocasiona a queda do ângulo da boca. São descritas várias técnicas de rejuvenescimento perioral, tais como preenchimentos e técnicas ablativas, observando, porém, que a inversão labial não costuma melhorar totalmente com essas modalidades de tratamento. Relatam-se três casos de queda do ângulo da boca corrigidos cirurgicamente por técnica simples, mas pouco utilizada, que apresenta resultados estéticos satisfatórios.


Palavras-Chave: BOCA; ENVELHECIMENTO; CIRURGIA PLÁSTICA.

Relatos de casos

Síndrome de Gorlin Goltz: relato de um caso exuberante

Gorlin-Goltz syndrome: report of an exuberant case

Lidicie Natalia Braga de Oliveira; Fernanda Tolstoy; Dolival Lobão

Resumo: A síndrome do nevo basocelular, também conhecida como síndrome de Gorlin Goltz, é doença autossômica dominante que se apresenta com o desenvolvimento de carcinomas basocelulares em pacientes jovens entre outros achados clínicos e radiológicos. Como essa síndrome tende a ser doença sistêmica, o melhor entendimento a seu respeito pelas diversas especialidades médicas é importante para o diagnóstico precoce, permitindo tratamento e prevenção secundária adequados. No caso descrito, apresentamos um paciente adulto com múltiplos carcinomas basocelulares exuberantes difusos pelo corpo há 10 anos.


Palavras-Chave: SÍNDROME DO NEVO BASOCELULAR; CARCINOMA BASOCELULAR; CISTO EPIDÉRMICO

Fibromixoma acral superficial em paciente do sexo feminino: um relato de caso

Superficial acral fibromyxoma in a female patient: a case report

Ana Carolina Souza Porto; Sadamitsu Nakandakari; Cleverson Teixeira Soares

Resumo: Descreve-se caso de paciente do sexo feminino de 75 anos, apresentando há três anos lesão única, assintomática, nodular, de consistência fibroelástica, localizada no primeiro pododáctilo esquerdo. Indicada a exérese cirúrgica da lesão, o exame anatomopatológico e a imuno-histoquímica revelaram fibromixoma acral superficial. Esse tipo de lesão foi descrito pela primeira vez em 2001, e hoje há aproximadamente 100 casos na literatura. Trata-se de tumor mesenquimal benigno, de lento crescimento, com predileção por regiões ungueais e periungueais. Não há relatos de transformação maligna, e a recorrência tem sido associada à ressecção incompleta.


Palavras-Chave: FIBROMA; NEOPLASIAS; DOENÇAS DA UNHA.

Papilomatose confluente e reticulada de Gougerot e Carteaud: boa resposta à minociclina em dois casos

Confluent and reticulated papillomatosis of Gougerot and Carteaud: good response to minocycline in two cases

Fabiane Andrade Mulinari Brenner; Lismary Aparecida de Forville Mesquita; Jonathan Barbieri Hauschild; Amanda Guiomar Simeão

Resumo: A papilomatose confluente e reticulada de Gougerot e Carteaud é doença de etiologia incerta, tendo como principal diagnóstico diferencial a pitiríase versicolor. Descrevem-se dois casos da doença, um em paciente do sexo masculino e outro em paciente do sexo feminino, ambos com boa resposta terapêutica e sem recidiva após uso de minociclina.


Palavras-Chave: HIPERPIGMENTAÇÃO; CERATOSE; MINOCICLINA

Dermatofibromas eruptivos múltiplos associados a lúpus eritematoso sistêmico: relato de caso e breve revisão da literatura

Multiple eruptive dermatofibromas associated with systemic lupus erythematosus: a case report and brief literature review

Tânia Rita Moreno de Oliveira Fernandes; Graziele Áquila de Souza Brandão; Talita Suzany Siqueira dos Santos

Resumo: O dermatofibroma solitário ou histiocitoma fibroso benigno superficial é tumor comum que surge nos membros inferiores de mulheres jovens. Dermatofibromas eruptivos múltiplos constituem rara apresentação de dermatofibromas (0,3%), frequentemente associada com doenças subjacentes. São definidos pela presença de 15 ou mais lesões ou surgimento de cinco a oito tumores em período inferior a quatro meses. No PubMed/Medline, até o momento, há cerca de 40 casos publicados de dermatofibromas eruptivos múltiplos relacionados a doenças sistêmicas, como lúpus eritematoso sistêmico, síndrome de Sjögren, hepatite C, Aids e uso de imunossuperessores. Os autores relatam um caso em que o surgimento de dermatofibromas eruptivos múltiplos precedeu em 20 anos a instalação de lúpus eritematoso sistêmico.


Palavras-Chave: HISTIOCITOMA FIBROSO BENIGNO; LÚPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO; IMUNOSSUPRESSORES.


Facebook Twitter Linkedin

© 2021 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações