Sociedade Brasileira de Dermatolodia Surgical & Cosmetic Dermatology

GO TO

ISSN-e 1984-8773

Sumário

Volume 5
Número 2
2013





E-book

| Inglês



Educação médica continuada

A fotografia na cirurgia dermatológica e na cosmiatria – Parte I

Photography in dermatologic surgery and cosmiatry-Part I

Maria Valéria Bussamara Pinheiro

Questões e Gabaritos do número anterior


Resumo: A fotografia é ferramenta fundamental na prática diária do dermatologista, podendo ser utilizada de várias formas. Desde o registro simples das lesões no exame dermatológico até a ilustração do resultado de um tratamento, a fotografia expressa de forma mais clara e concisa o que vemos, pois é absolutamente descritiva. No entanto, devemos observar que aqui nos referimos ao que chamamos de Fotografia Médica, que é um tipo específico de fotografia: reproduz a realidade com o máximo de detalhes e informações relevantes. Para isso, é necessário ter conhecimento dos princípios básicos da técnica fotográfica, incluindo os equipamentos disponíveis e noções da tecnologia digital, e estabelecer uma rotina fotográfica que inclui a padronização das fotografias.


Palavras-Chave: FOTOGRAFIA, DERMATOLOGIA, FACE, PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS

Artigos Originais

Microagulhamento: estudo experimental e classificação da injúria provocada

Microneedling experimental study and classification of the resulting injury

Emerson Vasconcelos de Andrade Lima, Mariana de Andrade Lima, Daniela Takano

Resumo: Introdução: Observa-se atualmente tendência à indicação de procedimentos pouco invasivos isolados ou combinados no tratamento de estrias, cicatrizes e envelhecimento. O microagulhamento é opção que estímula a produção de colágeno, sem provocar a desepitelização total observada nas técnicas ablativas. Objetivo: Estudo experimental, para estabelecer a relação do comprimento das agulhas dos cilindros utilizados para o microagulhamento, com a profundidade do dano. Método: Foram realizadas e biopsiadas áreas de microagulhamento, em pele de porco vivo, com cilindros contendo 192 agulhas de 0,5 a 2,5mm. Resultados: O exame microscópico imediatamente após o procedimento revelou ectasia vascular com extravasamento de hemácias, acometendo a derme papilar com agulhas 0,5mm e estendendo-se à derme reticular com as agulhas de maior comprimento. Os autores propõem classificação da injúria em leve (agulhas de 0,5mm), moderada (agulhas de um e 1,5mm) e profunda (agulhas de dois a 2,5mm). Conclusão: O microagulhamento pode ser indicado para amplo espectro de alterações quando o objetivo é o estímulo da produção de colágeno. O estabelecimento de uma relação entre o comprimento da agulha utilizada e o dano provocado na pele facilita a escolha do instrumento nas diferentes indicações.


Palavras-Chave: DESENHO EXPERIMENTAL, COLÁGENO, CICATRIZAÇÃO, PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS AMBULATORIAIS, REJUVENESCIMENTO

Reconstrução dos defeitos nasais após exérese de tumores pela cirurgia micrográfica de Mohs

Reconstruction of nasal defects after tumor excision through Mohs micrographic surgery

Emerson Henrique Padoveze, Selma Schuatz Cernea

Resumo: Introdução: A reconstrução dos defeitos cirúrgicos gerados pela excisão de tumores no nariz, por sua estrutura rígida e de pouca mobilidade, é um desafio para os cirurgiões dermatológicos. A técnica de cirurgia micrográfica de Mohs (CMM) permite poupar tecido saudável, produzindo ferida cirúrgica menor. Objetivo: Demonstrar as técnicas de correção dos defeitos cirúrgicos após remoção de tumores do nariz pela CMM, de acordo com a localização anatômica do tumor. Métodos: Estudo descritivo com pacientes operados pela CMM no período 1996 a 2010. Foram analisadas imagens pré, intra e pós-operatórias dos pacientes com o intuito de classificar a localização anatômica do defeito cirúrgico e o tipo de reconstrução adotada. Resultados: Foram incluídos no estudo 170 pacientes, totalizando 203 lesões. A localização mais comum dos tumores foi (em ordem decrescente): asa nasal, dorso, ponta e parede lateral. Nas lesões localizadas na parede lateral e asa nasal o tipo de reconstrução mais utilizado foi o retalho de avanço. Nas lesões localizadas na ponta nasal, o enxerto; no dorso, o enxerto e o retalho de avanço. Conclusões: Os parâmetros que nos orientam na escolha do melhor método de reconstrução devem levar em consideração o tamanho e a localização do defeito cirúrgico.


Palavras-Chave: CIRURGIA DE MOHS, CARCINOMA BASOCELULAR, CARCINOMA DE CÉLULAS ESCAMOSAS

Tratamento do nevo de Ota em ocidentais de fototipos altos

Treatment of Nevus of Ota in patients from Western populations with high phototypes

Milena Cordeiro Afradique, Danielle de Paula Aguiar, Maluf Marcos Gabbay Belicha, Dina Zylberztejn, Bruna Souza Félix Bravo

Resumo: Introdução: O nevo de Ota é nevo melanocítico dérmico localizado na pele inervada pelos segundo e terceiro ramos do nervo facial. Ocorre principalmente em asiáticos. Nosso objetivo foi avaliar a resposta terapêutica em nossa população, em que são comuns os fototipos altos e características distintas das já estudadas. Métodos: estudo retrospectivo a partir da análise dos prontuários, busca ativa dos pacientes e aplicação de questionário. Todos foram tratados com o Q-Switched Nd:YAG laser 1064 associado ou não a ponteira de 532nm, com intervalo entre cada sessão variando de um a quatro meses, duração de pulso de 10ns, spot size de 3mm, frequência de um a 3Hz e fluência de 2-12J/cm2. Resultados: de acordo com a avaliação dos médicos pesquisadores, dos sete pacientes analisados, três tiveram melhora excelente (superior a 75%), dois tiveram resposta boa (entre 51 e 75%) e um resposta moderada (entre 25 e 50%). O grau de satisfação do paciente mostrou que quatro pacientes relataram estar muito satisfeitos e três satisfeitos. Os melhores resultados foram observados em pacientes com fototipos até IV e após sete sessões. Conclusões: os QS lasers se mostraram ferramenta útil na abordagem de pacientes com nevo de Ota e fototipos elevados.


Palavras-Chave: NEVO DE OTA, RESULTADO DE TRATAMENTO, LASERS

Barreira cutânea na dermatite atópica: o valor de um limpador adequado

Skin barrier in atopic dermatitis: the importance of an appropriate cleansing agent

Flávia Alvim Sant’Anna Addor, Vanessa de Melo Silva

Resumo: Introdução: A xerose cutânea, comum na dermatite atópica, favorece o prurido e a inflamação. A higiene com tensoativos syndet é suave e preserva a barreira cutânea. Objetivo: Avaliar a tolerância e melhora da xerose da pele com gel de banho especialmente desenvolvido para a pele atópica. Métodos: Avaliaram-se 33 pacientes entre 18 e 50 anos, durante quatro semanas de uso exclusivo; medidas de hidratação, perda de água transepidérmica e pH da superficie cutânea foram feitas no antebraço ao início do estudo, e, após aplicação única, a área foi comparada com a que não foi tratada (antebraço contralateral). Resultados: Todos os pacientes terminaram o estudo; não houve reações adversas. Foram constatados maiores níveis de hidratação e redução da perda de água transepidérmica na área lavada com o gel de banho em comparação à área lavada com água pura, observandose melhora significativa no tempo de duração de prurido, bem como na maciez da pele, além de menor irritação e ressecamento após o uso continuado. Conclusões: A higienização com gel syndet demonstrou não somente preservar a integridade da barreira cutanea no paciente atópico, como também a melhora clínica de sintomas e sinais relacionados à xerose, tais como ressecamento e prurido.


Palavras-Chave: DERMATITE ATÓPICA, HIGIENE DA PELE, PRURIDO, TERAPÊUTICA

Cirurgia das unhas. Seguimento de casos operados em curso prático realizado em Congresso Dermatológico

Nail surgery: followup on cases conductedduring a practical course of a Dermatological Meeting

Nilton Gioia Di Chiacchio, Flávia Regina Ferreira, Samuel Henrique Mandelbaum, Nilton Di Chiacchio, Eckart Haneke

Resumo: Introdução: Durante os Congressos de Dermatologia são ministrados cursos práticos com o intuito de ensinar, ao vivo e de forma detalhada, os procedimentos cirúrgicos. Porém, a evolução pós-operatória, bem como os resultados obtidos, ficam restritos aos médicos dos serviços responsáveis pela organização desses eventos. Objetivos: avaliar a evolução e resultados dos casos operados tornando-os conhecidos. Métodos: Oito casos operados durante Congresso Dermatológico – RADESP 2011 - no curso de cirurgia da unha, com diferentes diagnósticos pré-operatórios seguidos por nove meses. Os resultados foram avaliados pelos cirurgiões responsáveis pelas cirurgias, por meio de fotos a cada três meses. Resultados: Dos oito casos operados, dois foram considerados com resultados satisfatórios, sendo um com leve distrofia da placa e outro com tempo considerado insuficiente para melhor avaliação e cinco curados. Um caso não compareceu aos retornos. Conclusão: A apresentação do seguimento destes pacientes bem como a avaliação dos cirurgiões responsáveis complementa o conhecimento adquirido pelos participantes destes cursos como também aos demais congressistas.


Palavras-Chave: CIRURGIA GERAL, UNHAS, RESULTADO DE TRATAMENTO

Tratamento da lipodistrofia ginoide com radiofrequência unipolar: avaliação clínica, laboratorial e ultrassonográfica

Treatment of gynoid lipodystrophy with unipolar radiofrequency: clinical, laboratory, and ultrasonographic evaluation

Bruna Souza Felix Bravo, Maria Claudia Almeida Issa, Raul Luiz de Souza Muniz, Carolina Martinez Torrado

Resumo: Introdução: A lipodistrofia ginoide pode acometer até 95% das mulheres pós-púberes. Os tratamentos visam melhorar o aspecto da pele. Procedimentos invasivos têm tempo de recuperação longo e podem causar complicações. Métodos não invasivos, como a radiofrequência, têm obtido popularidade. Objetivo: Avaliar a segurança e eficácia da radiofrequência unipolar no tratamento da lipodistrofia ginoide.Métodos: Oito mulheres com lipodistrofia ginoide grau II e III, na região glútea e coxas, foram submetidas ao tratamento com quatro sessões de radiofrequência unipolar com intervalos quinzenais. Foi realizada avaliação clinicofotográfica, laboratorial e ultrassonográfica das pacientes antes, durante e 30 dias após termo da última sessão. Resultados: Clinicamente, a melhora na flacidez da pele foi observada em todas as oito pacientes tratadas, e a melhora na morfologia em quatro delas. A avaliação ultrassonográfica mostrou aumento estatisticamente significativo (p < 0,05%) na espessura da derme após tratamento em sete das oito pacientes. Não foram observadas alterações laboratoriais. Conclusões: A radiofrequência unipolar é método eficaz e seguro no tratamento da lipodistrofia ginoide da região glútea e coxas.


Palavras-Chave: CELULITE, RESULTADO DE TRATAMENTO, ULTRA-SONOGRAFIA

Hiperidrose inframamária: caracterização clínica e gravimétrica

Inframammary hyperhidrosis: clinical and gravimetric characterization

Gabriel A. de A. Sampaio, Ada Regina Trindade de Almeida, Ana Flávia Nogueira Saliba, Natássia Pinheiro de Lavor Queiroz

Resumo: Introdução: A hiperidrose é caracterizada por sudorese excessiva, generalizada ou focal. As formas primárias ou idiopáticas são geralmente focais. A localização inframamária é atípica, sendo pouco citada. A severidade da hiperidrose é avaliada por métodos objetivos (gravimetria) ou de impacto na qualidade de vida (Hiperydrosis Disease Severity Scale). Objetivos: Caracterizar a hiperidrose inframamária quanto à prevalência, fatores associados, impacto na qualidade de vida e gravimetria. Métodos: Estudo observacional, descritivo e transversal, em que todos os pacientes atendidos durante uma semana foram questionados sobre a presença de sudorese excessiva inframamária. Aqueles que responderam positivamente preencheram questionário, escala de gravidade e submeteram-se à gravimetria. Os dados foram analisados por estatística descritiva e testes de qui-quadrado (x2). Resultados: Foram atendidos 678 pacientes dos quais 39 (5,7%) confirmaram a queixa de HH inframamária. Associação estatística entre resultado da gravimetria e índice de massa corpórea foi encontrada. Conclusões: A prevalência da HH inframamária foi demonstrada como importante localização de HH focal primária. A caracterização da HH inframamária, condição pouco estudada até agora, pode servir de base para estudos futuros, sobre opções terapêuticas que possam melhorar a qualidade de vida dos pacientes.


Palavras-Chave: HIPERIDROSE, SUDORESE, GRAVIMETRIA

Diagnóstico por Imagem

Talon noir: auxílio da dermatoscopia no diagnóstico diferencial de lesão pigmentada

Talon noir: dermoscopy assisted differential diagnosis of pigmented lesions

Fred Bernardes Filho, Maria Victória Quaresma, Karoline Silva Paolini, Natalia de Carvalho Rocha, Bernard Kawa Kac, Luna Azulay-Abulafia

Resumo: Talon noir foi descrita pela primeira vez em 1961 por Peachey, como erupção petequial traumática característica dos saltos dos jogadores de basquete e originalmente chamada de petéquias do calcâneo. É dermatose relacionada ao trauma, com lesões assintomáticas e marcada pela presença de sangue dentro do estrato córneo. Apresenta manifestações clínicas variadas e sua localização depende do fator provocativo envolvido. Os autores apresentam caso de talon noir em paciente com psoríase vulgar e demonstram a importância da correlação das características clínicas, dermatoscópicas e histopatológicas.


Palavras-Chave: MANCHAS DE SANGUE, NEVOS E MELANOMAS, PÉ

Artigo de revisão

Plasma rico em plaquetas em dermatologia

Platelet-rich plasma in dermatology

Marcia Regina Monteiro

Resumo: Neste artigo, descrevemos o que é o Plasma Rico em Plaquetas com ênfase na sua utilização em Dermatologia. A aplicação do Plasma Rico em Plaquetas em Medicina vem se tornando mais frequente na ultima década. A maioria das publicações existentes sobre o tema, vem de áreas como Ortopedia, Medicina Esportiva, e Odontologia. Na nossa área, o PRP vem sendo utilizado com o intuito de promover a aceleração de cicatrização de feridas, como tratamento coadjuvante de rejuvenescimento, alopecias e mesmo após sessões de laser. Para elaboração desta revisão, utilizamos artigos publicados na área e atribuímos a estes, a classificação de "Nível de Evidência Científica" do Oxford Centre for Evidence Based Medicine.


Palavras-Chave: PLAQUETAS, DERMATOLOGIA, SANGUE

Novas Técnicas

Reconstrução da região superior da hélice

Reconstruction of the superior helix

Guilherme Augusto Gadens, Paulo Rodrigo Pacola, Arash Kimyai-Asadi

Resumo: A orelha é uma estrutura anatômica complexa que pode ser dividida em diferentes subunidades, cada qual com suas particularidades. Certamente, não há uma única técnica cirúrgica que seja efetiva nas mais variadas situações. Dessa forma, é necessário conhecer diferentes técnicas reconstrutivas aplicadas a cada uma das sub-unidades da orelha, com o objetivo de alcançar resultados estéticos satisfatórios. A seguir descrevemos detalhadamente o retalho de avanço na região superior da hélice, para a reconstrução de defeitos cirúrgicos.


Palavras-Chave: CIRURGIA DE MOHS, RECONSTRUÇÃO, NEOPLASIAS DA ORELHA, ORELHA, RETALHOS CIRÚRGICOS

Relatos de casos

Peeling de ácido tioglicólico na doença de Schamberg

Thioglycolic acid peeling in Schamberg’s disease

Mariana Hammerschmidt, Arthur Conelian Gentili, Themis Hepp, Maira Mitsue Mukai

Resumo: A doença de Schamberg é dermatose pigmentar progressiva de curso crônico. Apresentamos o uso de peeling de ácido tioglicólico nessa manifestação, com estudo histológico e análise fotográfica. Paciente do sexo feminino, 43 anos, com diagnóstico clínico e histopatológico de doença de Schamberg. Foram realizadas cinco sessões de peeling de ácido tioglicólico 10% em gel com intervalo de 15 dias entre cada sessão. A paciente apresentou significativo clareamento das lesões com melhora clínica de 68,7%. Solubilizante hemossiderínico, o ácido tioglicólico é opção de tratamento, mostrando clareamento das lesões com boa tolerância e poucos efeitos colaterais.


Palavras-Chave: PURPURA, HEMOSSIDERINA, TERAPÊUTICA, HIPERPIGMENTAÇÃO

Tratamento da foliculite decalvante com laser Nd:YAG

Treatment of folliculitis decalvans with Nd: YAG laser

Márcia Raquel Horowitz, Emmanuel Rodrigues de França, Silvana Maria de Morais Cavalcanti, Ângela Cristina Rapela Medeiros, Marcela de Lima Vidal, Manuela Oliveira Resende

Resumo: O tratamento da foliculite decalvante representa grande desafio, com inúmeras recidivas e manutenção da atividade da doença por longo período. A remoção de pelo com laser vem sendo utilizada no manejo de desordens foliculares cicatriciais. Este relato tem por objetivoilustrar o caso de paciente portador de foliculite decalvante em membro inferior que realizou cinco sessões terapêuticas com laser neodímio:YAG (Nd:YAG) e assim obteve remissão completa das lesões inflamatórias.


Palavras-Chave: FOLICULITE, TERAPIA A LASER, DERMATOLOGIA, ALOPECIA

Dermatofibrossarcoma protuberans: localização não usual e a importância da cirurgia micrográfica de Mohs

Dermatofibrosarcoma protuberans: atypical location and the importance of Mohs micrographic surgery

Michelle dos Santos Diniz, Daniel Gontijo Ramos, Mauricio Buzelin Nunes

Resumo: O dermatofibrossarcoma protuberans é neoplasia de células fusiformes de malignidade intermediária, mas que apresenta alto risco de recidivas locais. Acomete principalmente tronco e membros, sendo raro na face. O tratamento do tumor pode ser feito com cirurgia convencional com amplas margens cirúrgicas ou cirurgia micrográfica de Mohs. Em casos selecionados pode-se indicar radioterapia e quimioterapia. Relata-se o caso de paciente do sexo masculino, de 39 anos, apresentando na fronte pápula amarelada de 0,7 cm, cujas biópsia e imuno-histoquímica confirmaram o diagnóstico desse tumor. A lesão foi tratada através da cirurgia micrográfica de Mohs com bom resultado estético.


Palavras-Chave: DERMATOFIBROSSARCOMA, SARCOMA, CIRURGIA DE MOHS

Neuroma encapsulado em paliçada - simulando carcinoma basocelular: Relato de caso

Case report: Palisaded encapsulated neuroma simulating a Basal Cell Carcinoma

Flávia Naranjo Ravelli, Jayme de Oliveira Filho, Nilceo S. Michalany, Irina Andrea Pires Afonso, Thais Berti Franchin, Ana Carolina Lisboa de Macedo

Resumo: Os neuromas encapsulados em paliçada são tumores neurais solitários da pele caracterizados pela presença de feixes compactos e paralelos de fascículos de células de Schwann. Apresenta-se um caso desse tumor, confirmado por exame anatomopatológico, em paciente do sexo feminino, de 55 anos, que relatou mácula hipocrômica de crescimento que evoluiu para pápula de superfície lisa e em domo, com telangiectasias, simulando carcinoma basocelular. Ter conhecimento dessa entidade é importante para a realização de diagnósticos diferenciais com outras lesões, em especial com o CBC, tumores de apêndice cutâneo, nevos e cistos epidérmicos.


Palavras-Chave: NEUROMA, NEOPLASIAS CUTÂNEAS, CÉLULAS DE SCHWANN

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações