Sociedade Brasileira de Dermatolodia Surgical & Cosmetic Dermatology

GO TO

ISSN-e 1984-8773

Sumário

Volume 3
Número 3
2011





E-book

Português | Inglês



Editorial

Editorial

Editorial

Dra. Bogdana Victoria Kadunc

Resumo:


Artigos Originais

Recidiva de acne após tratamento com isotretinoína oral: seguimento de cinco anos

Acne recurrence after treatment with oral isotretinoin: 5-year follow-up

Carolina Ribas do Nascimento, Ana Luíza Grizzo Peres Martins, Simone de Padua Milagres, Ivander Bastazini Jr

Resumo: Introdução: A isotretinoína foi inicialmente utilizada no tratamento da acne inflamatória grave, sendo atualmente bem reconhecida como tratamento de sucesso para acne vulgar. Muitos são os fatores associados com a recorrência da doença, que varia entre 5,6% e 65,4%. Há muita controvérsia sobre a importância e a contribuição de cada um desses fatores.
Objetivos: Determinar a taxa de recidiva dos pacientes que receberam tratamento comple- to com isotretinoína oral (dose entre 120 e 150mg/kg) e fatores associados ao risco.
Métodos: Estudo retrospectivo a partir de dados de 276 pacientes tratados com isotretinoí- na. Após período mínimo de 30 meses a contar do término do tratamento realizou-se a aná- lise. Considerou-se recidiva o surgimento de lesões ativas que necessitassem de retratamento.
Resultados: Houve 25,53% de recidiva nos pacientes que fizeram dose completa, e 81,03% nos que receberam dose incompleta. Os demais fatores estudados não demonstraram signifi- cância estatística.
Conclusão: A isotretinoína oral é tratamento efetivo em produzir redução significativa e de longa duração da acne. No entanto, deve ser reforçado o fato de que recidivas ocorrem com frequência significativa principalmente quando não se atingem as doses preconizadas.


Palavras-Chave: ACNE VULGAR, ISOTRETINOÍNA, RECIDIVA

Comparação do fototipo entre caucasianos e orientais

Phototype comparison between caucasian and asian skin types

Heliane Sanae Suzuki, Mariana Hammerschmidt, Patricia Kakizaki, Maira Mitsue Mukai

Resumo: Introdução: A avaliação da resposta cutânea à exposição à radiação ultravioleta tem gran- de importância na prática dermatológica. De uma variedade de métodos, a classificação dos fototipos de pele de Fitzpatrick é a mais utilizada. Simples e prática, permite avaliar o risco de fotodano e câncer de pele, além de auxiliar na definição dos tratamentos com luz. Apesar disso, parece haver considerações em relação aos não caucasianos.
Objetivo: Comparar a avaliação subjetiva do fototipo com a classificação de Fitzpatrick em pacientes caucasianas e orientais.
Métodos: Quarenta e duas mulheres caucasianas e orientais foram classificadas de acor- do com três métodos de avaliação (clínico, Fitzpatrick e Fitzpatrick modificado). Os dados foram coletados através de questionário e analisados por métodos não paramétricos.
Resultados: Na comparação entre a avaliação médica, e as classificações de Fitzpatrick e Fitzpatrick modificada não houve diferença estatisticamente significativa dentro de cada grupo.
Conclusões: Com base nesses resultados, pode-se concluir que os três métodos são equi- valentes na avaliação do fototipo. Estudos com amostra populacional maior ainda serão necessários.


Palavras-Chave: PELE, PIGMENTAÇÃO DA PELE, FOTOBIOLOGIA

Avaliação bioquímica e toxicológica de uma água mineral brasileira e seus efeitos cutâneos em uso tópico

Biochemical and toxicological assessment of a Brazilian mineral water and its effects on the skin

Samanta Nunes, Bhertha Miyuki Tamura

Resumo: Introdução: A indústria de cosméticos francesa comercializa águas minerais como tendo benefícios biológicos.
Objetivo: O presente estudo analisa, in vitro e in vivo, a composição oligomineral, assim como as características físico-químicas e efeitos biológicos de uma água mineral brasileira.
Métodos: Foram conduzidos testes para avaliar as propriedades químicas, a citotoxidade (células viáveis) e a irritabilidade (teste het-cam). Estudos in vitro foram realizados para avaliar a capacidade de indução de expressão gênica e de detecção imunohistogênica de filagrina e aquaporina 3, de atividade de nf-kb e de proliferação de fibroblastos, em rela- ção à água Milli Q.
Resultados: A água estudada apresentou um alto índice de estrôncio (0,61 mg/ml). A expressão da filagrina e respectivos testes munohistoquímicos foram relevantes. A aqua- porina 3 aumentou 1,8 vezes e a atividade do nf-kb decresceu 47%. A água em questão também foi capaz de estimular a proliferação de fibroblastos.
Conclusão: A avaliação dessa água mineral originária da Serra do Japi (SP, Brasil), indi- ca a existência de potencial para figurar como tratamento adjuvante em dermatologia, pois os resultados sugerem que ha hidratação da barreira cutânea, estimulo`a proliferação de fibroblastos, além da reparação e inibição de reações inflamatórias. Estudos clínicos adicionais devem ser realizados para que tais resultados sejam confirmados.


Palavras-Chave: ÁGUAS MINERAIS, BRASIL, COSMÉTICOS

Avaliação radiológica de implantes cutâneos com Hidroxiapatita de Cálcio

Radiological evaluation of Calcium Hydroxyapatite-based cutaneous fillers

Mikeli Arfelli Cabrera, Fabiane Mulinari-Brenner

Resumo: Introdução:A hidroxiapatita de cálcio é material radiopaco, usado como contraste radio- lógico décadas antes de seu emprego na dermatologia. Recentemente teve seu uso cos- mético aprovado para preenchimento cutâneo, esperando-se que, quando aplicado em tecidos moles da face, possa ser identificado no raio X convencional.
Objetivos: Definir as características radiológicas da hidroxiapatita de cálcio usada em preenchimentos e seu potencial de comprometer avaliações radiológicas.
Método: 12 pacientes realizaram preenchimento com hidroxiapatita de cálcio na emi- nência malar. Foram submetidas à radiografia de face nas incidências frontal, perfil, mento- naso-placa (Waters) e axial de Hirtz, no intervalo de uma a oito semanas após o preen- chimento. Esses exames foram avaliados por dois radiologistas; um deles desconhecia o antecedente do preenchimento.
Resultados: A incidência axial de Hirtz evidenciou em todos os casos imagens radiopacas amorfas em partes moles suprazigomáticas, nas duas avaliações. O Radiesse® não foi detectado nas demais incidências. Não se mostrou útil como método para avaliar posição e simetria do preenchedor. Sua presença não prejudicou a avaliação das estruturas ósseas subjacentes.
Discussão: A hidroxiapatita de cálcio usada em preenchimentos cutâneos pode ser iden- tificada em radiografias de face quando avaliada em incidência que evite sobreposição com as estruturas ósseas adjacentes. Apesar de não prejudicar a avaliação óssea, recomen- da-se comunicar previamente sua presença ao radiologista ou dentista, já que seu reco- nhecimento inadvertido pode gerar dúvidas diagnósticas e investigações desnecessárias.
Conclusão: O preenchedor cutâneo composto por hidroxiapatita de cálcio pode ser reconhecido no raio X convencional, porém sem determinação precisa de posição e sime- tria. Sua presença não interferiu na avaliação das estruturas ósseas da face.


Palavras-Chave: FACE, DURAPATITA, RAIOS X

Excimer Laser no tratamento do vitiligo em 123 pacientes: estudo retrospectivo

Treating vitiligo with Excimer laser: a retrospective study

Carlos Roberto Antonio, João Roberto Antonio, Aline Maria de Vita Marques

Resumo: Introdução: O vitiligo é cosmeticamente desfigurante e pode causar significativa mor- bidade psicológica. A maioria das terapêuticas requer tratamento longo e pode levar a resultados decepcionantes. Recentemente, o Eximer laser-308nm revelou ser efetivo no tratamento de vitiligo.
Objetivo: Neste estudo retrospectivo foram analisadas a eficácia e satisfação dos pacien- tes que usaram Eximer laser-308nm no tratamento de manchas de vitiligo em diferentes regiões anatômicas.
Métodos: Participaram 123 pacientes com vitiligo generalizado ou localizado, apresen- tando 321 lesões. Os pacientes foram tratados em clínica privada de 2007 a 2010. A aná- lise da resposta ao tratamento foi feita por comparação de registros clínicos e fotográficos obtidos antes e após o tratamento, por dois examinadores independentes.
Resultados: Setenta e sete dos 123 pacientes apresentaram repigmentação superior a 60%; 26 entre 40 e 59%; e 20% tiveram repigmentação inferior a 39%. Lesões na face res- ponderam melhor ao tratamento do que as localizadas em outras regiões corporais. As áreas menos sensíveis foram cotovelos, mãos e pés. De forma geral, os pacientes ficaram satisfeitos com o tratamento.
Conclusões: O uso do Excimer laser para tratamento do vitiligo foi eficaz, seguro e levou a resultados cosmeticamente satisfatórios com melhora da autoestima dos pacientes.


Palavras-Chave: VITILIGO, LASERS DE EXCIMER, FOTOTERAPIA

Estudo duplo-cego randomizado e comparativo entre minociclina e placebo no tratamento da hipomelanose macular progressiva

Randomized, double-blind study of minocycline vs. placebo in the treatment of progressive macular hypomelanosis

Ada Regina Trindade de Almeida, Daniela Satico Yoshida Nei, Janete Gonçalves de Almeida

Resumo: Introdução: A hipomelanose macular progressiva (HMP) é hipopigmentação comum da pele, porém pouco diagnosticada. Ocorre em todas as raças e tem sido encontrada no mundo todo. Atinge adultos jovens, especialmente mulheres, sendo muitas vezes confundida com pitiríase alba e pitiríase versicolor. Caracteriza-se por máculas hipopigmentadas numulares, não descamativas, bem definidas e simétricas, em áreas corporais de maior concentração de glândulas sebáceas (tronco, tórax, abdome e região lombar). Não há tratamento efetivo, e sua etiologia é pouco conhecida, mas recentemente foi descoberta fluorescência vermelha nas lesões, o que sugere a presença de porfirina, produzida pelo Propionibacterium acnes.
Objetivo: Avaliar a eficácia clínica do uso da minociclina 100mg/dia no tratamento da hipomelanose macular progressiva, comparado com grupo placebo.
Métodos: Foram incluídos 20 pacientes maiores de 18 anos, com tempo de doença supe- rior a três meses, sem alergias a derivados de tetraciclinas, sem tratamento prévio pelo menos nos últimos três meses, e houve a randomização aleatória em dois grupos (10 pacientes no grupo placebo e 10 no grupo da minociclina). As seguintes avaliações foram realizadas (pré- tratamento, 30 e 90 dias após o término do tratamento): lâmpada de Wood, exame clínico com descrição das lesões além da classificação na escala de cor e fotografias padronizadas.
Resultados: Dos 20 pacientes incluídos, 18 completaram o estudo. Destes, o grupo que tomou minociclina teve melhora estatisticamente significante (p< 0,05) em comparação ao grupo-controle.
Conclusão: Minociclina 100mg/dia por 30 dias foi eficaz isoladamente no tratamento da HMP, relacionando o provável papel do Propionibacterium acnes na patogenia da doença.


Palavras-Chave: MINOCICLINA, HIPOPIGMENTAÇÃO, EFEITO PLACEBO, TRATAMENTO

Educação médica continuada

Cirurgia micrográfica de Mohs

Mohs micrographic surgery

Nilton de Ávila Reis, Luciana Cirillo Maluf Azevedo, Hamilton Ometto Stolf, Keyvan Nouri, Arash Kimyai-Asadi, Leonard Harry Goldberg

Questões e Gabaritos do número anterior


Resumo: A técnica cirúrgica micrográfica de Mohs é modalidade muito útil para excisão de cânceres de pele de difícil manejo. Desde que corretamente realizada, oferece vantagens sobre os outros métodos de tratamento para malignidades cutâneas. O procedimento é dividido em etapas bem definidas: avaliação e marcação da lesão, exérese, preparação e mapeamento da peça cirúrgica, processamento e análise histológica e fechamento da ferida cirúrgica. A avaliação histológica de todas as margens cirúrgicas leva a maiores taxas de cura e maior conservação tecidual, conferindo ao procedimento segurança e confiabilidade.


Palavras-Chave: NEOPLASIAS CUTÂNEAS, CIRURGIA DE MOHS, SEÇÕES CONGELADAS

Relatos de casos

Abordagem cirúrgica de úlcera do couro cabeludo

Surgical treatment of scalp ulcers

Dadi Bucusso Netemo

Resumo: O couro cabeludo tem fundamental importância para a manutenção da integridade do arcabouço ósseo que protege o sistema nervoso central. Sua restauração mantendo forma e aspecto estético após lesões é um desafio. O presente trabalho descreve o caso de uma criança com grande área de esfacelo e exposição óssea no couro cabeludo, após infecção do tipo celulite necrotizante, tratada com desbridamento, microperfurações da calota craniana e curativo com gaze vaselinada. Houve formação de tecido de granulação em 10 dias. Posteriormente realizou-se enxerto de pele parcial com resultado satisfatório.


Palavras-Chave: INFECÇÕES BACTERIANAS, COURO CABELUDO, RECONSTRUÇÃO

Carcinoma basocelular no lábio superior: tratamento cirúrgico e reconstrução com retalho de transposição

Upper lip basal cell carcinoma: surgical treatment and reconstruction with transposition flap

Lauro Lourival Lopes Filho, Lauro Rodolpho Soares Lopes, Adelman de Barros Villa Neto, Thalisson de Sousa Costa

Resumo: O carcinoma basocelular é o tumor maligno mais frequente do ser humano, sendo a face, a sua localização mais comum. A excisão de lesões iguais ou maiores do que 2 cm no lábio superior, requer reconstrução complexa e difícil. Relata-se o caso de uma paciente do sexo feminino, de 74 anos, portadora de carcinoma basocelular nodular, de ± 2 cm de diâmetro, localizado na metade esquerda do lábio superior e invadindo parte do vermelhão. A lesão foi excisada e a reconstrução feita com retalho de transposição naso-labial, com base inferior. O histopatológico mostrou ressecção completa e o resultado estético após 1 ano mostrou-se satisfatório.


Palavras-Chave: CARCINOMA BASOCELULAR, LÁBIO, PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS RECONSTRUTIVOS

Bleomicina para queloide rebelde e gigante - nova opção de tratamento

Bleomycin in refractory giant keloids: a new treatment alternative

Glaysson Tassara Tavares, Felipe Osta de Oliveira, Rafael de Abreu Moraes, Thaís Sanai Batista

Resumo: Queloide é afecção descrita há alguns séculos, porém ainda hoje seu manejo e terapia apresentam resultados muitas vezes insuficientes. Há, atualmente, diversos tratamentos, como corticoterapia intralesional e terapia compressiva, entre outras. Relata-se o caso de paciente com histórico de queloides nos lóbulos das orelhas há cinco anos, com evolução recidivante após as terapêuticas empregadas. Utilizando injeções intralesionais de bleomicina após redução cirúrgica, houve regressão completa das lesões por dois anos. A bleo- micina tem-se tornado opção terapêutica para queloides refratários aos tratamentos convencionais com poucos efeitos colaterais e resposta duradoura.


Palavras-Chave: BLEOMICINA, CICATRIZ HIPERTRÓFICA, QUELÓIDE

Lifting de lábio superior associado à dermabrasão mecânica

Upper lip lifting associated with mechanical dermabrasion

Maurício Pedreira Paixão, Josue Montedonio, Wail Queiroz Filho, Carlos Eduardo Teixeira Pouza, Antônio Esau Ferraz de Almeida

Resumo: O envelhecimento traz profundas modificações na face. Existe demanda crescente de procedimentos para tratamento estético facial. São exemplos as blefaroplatias, ritidoplastias, uso de substâncias preenchedoras e de toxina botulínica, entre outros. Infelizmente a região subnasal não recebe comparativamente igual atenção. Este relato tem por objetivo demonstrar o uso do lifting do lábio superior associado a dermabrasão como alternativa para se obter maior harmonia facial. Além disso, cabe reforçar a possibilidade de sua rea- lização associada à de outros procedimentos cirúrgicos.


Palavras-Chave: LÁBIO, RITIDOPLASTIA, ENVELHECIMENTO DA PELE, DERMABRASÃO

Novas Técnicas

Técnica minimamente invasiva para correção de lóbulo de orelha totalmente fendido

Minimally invasive technique for repairing complete earlobe cleft

Ana Rosa Magaldi Ribeiro de Oliveira, Maria Cristina Cardoso de Mendonça, Ronaldo Figueiredo Machado, Maria das Graças Tavares Lopes Silva, Beatriz Julião Vieira Arestrup

Resumo: Devido a algumas limitações nas técnicas cirúrgicas de correção de lóbulo de orelha fendido, como cicatrizes inestéticas e recidivas, os autores descrevem técnica corretiva minimamente invasiva com base em ponto único de sutura simples, seguido de aplicação de ácido tricloroacético a 90%. Devido à facilidade técnica do procedimento, baixo custo e ótimos resultados, a técnica descrita deve ser considerada opção terapêutica para a correção de lóbulos de orelha totalmente fendidos.Devido a algumas limitações nas técnicas cirúrgicas de correção de lóbulo de orelha fendido, como cicatrizes inestéticas e recidivas, os autores descrevem técnica corretiva minimamente invasiva com base em ponto único de sutura simples, seguido de aplicação de ácido tricloroacético a 90%. Devido à facilidade técnica do procedimento, baixo custo e ótimos resultados, a técnica descrita deve ser considerada opção terapêutica para a correção de lóbulos de orelha totalmente fendidos.


Palavras-Chave: ORELHA, DEFORMIDADES ADQUIRIDAS DA ORELHA, TÉCNICAS COSMÉTICAS

Preenchimento labial com microcânulas

Lip filling with microcannulas

Andre Vieira Braz, Luana Vieira Mukamal

Resumo: Trata-se da descrição de técnica de preenchimento labial com ácido hialurônico utilizando microcânulas, que diminui muito o número de pertuitos necessários ao método convencional com agulhas e reduz a possibilidade de injeção intravascular do produto, além de restringir o risco de ruptura de estruturas nobres, como vasos e nervos, devido à ponta romba. Os resultados encontrados confirmam a menor ocorrência de efeitos indesejáveis e alto grau de satisfação de médicos e pacientes.


Palavras-Chave: ÁCIDO HIALURÔNICO, LÁBIO, REJUVENESCIMENTO

Diagnóstico por Imagem

Dermatoscopia na gestação

Dermatoscopy in pregnancy

Juliana Machado Canosa, Eduard René Brechtbühl, João Pedreira Duprat Neto3

Resumo: O prognóstico do melanoma cutâneo depende principalmente da sua espessura, sendo a detecção precoce de melanomas iniciais extremamente importante para a maior sobrevida dos pacientes. Com a utilização do exame dermatoscópico, pode-se alcançar acurácia de aproximadamente 90%. Alterações em lesões pigmentadas durante a gestação podem ocorrer, porém a dificuldade é saber se são benignas ou se correspondem a melanoma. O recurso diagnóstico da dermatoscopia permite aumentar a margem de acerto no diagnóstico e na detecção do melanoma nos estádios mais iniciais, melhorando o prognóstico e consequentemente a sobrevida do paciente.


Palavras-Chave: GRAVIDEZ, MELANOMA, DERMOSCOPIA

Artigo de revisão

Hiperpigmentação periorbital

Periorbital hyperchromia

Daniela Moraes Souza, Cristiane Ludtke, Emanuelle Rios de Moraes Souza, Karina Melchiades Pinheiro Scandura, Magda Blessmann Weber

Resumo: A hipercromia cutânea periorbital ou "olheira" é queixa comum nos consultórios de dermatologia por interferir na autoestima dos pacientes. Os olhos são o centro das atenções na comunicação, e a "olheira" dificilmente passa despercebida, proporcionando à face aspecto de cansaço, causando importante impacto na qualidade de vida. Há poucas publicações na literatura sobre hiperpigmentação periorbital e, embora as opções de tratamento sejam muito vastas, a maioria carece de embasamento científico que comprove sua eficácia e duração. Este artigo aborda a anatomia da região palpebral, a epidemiologia, a etiopatogenia e os tratamentos propostos na literatura para a hipercromia periorbital.


Palavras-Chave: HIPERPIGMENTAÇÃO, PÁLPEBRAS, PIGMENTAÇÃO DA PELE, PRODUTOS PARA ÁREAS DOS OLHOS

Artigos Originais

Avaliação da melhoria na qualidade de vida de portadoras de melasma após uso de combinação botânica à base de Bellis perennis, Glycyrrhiza glabra e Phyllanthus emblica comparado ao da hidroquinona, medido pelo MELASQoL

Evaluation of quality of life improvement in melasma patients, measured by the MELASQoL following the use of a botanical combination based on Bellis perennis, Glycyrrhiza glabra e Phyllanthus emblica.

Adilson Costa, Margareth de Oliveira Pereira, Thaís Abdalla Moisés, Tatiana Cordero, Ana Roberta Dias Silva, Fabiana T. P. Amazonas, Fabíola Bentivoglio, Elisangela S. Pegas Pereira

Resumo: Introdução: Melasma é hipermelanose comum que afeta principalmente mulheres e gera impacto negativo na qualidade de vida. É doença crônica, recorrente, e diversos tratamentos já foram propostos.
Objetivo: Avaliação da qualidade de vida de mulheres com melasma antes e após o trata- mento,com extratos vegetais ou hidroquinona.,br> Métodos: Trata-se de estudo clínico, fase IV, comparativo, prospectivo, randomizado, mono- cego, monocêntrico, realizado em instituto de pesquisa clínica. Foram randomizadas em dois grupos 56 mulheres, com melasma epidérmico ou misto, entre 18 e 60 anos, fototipos I a IV. Utilizou-se o MELASQoL como instrumento para avaliar a qualidade de vida dos pacientes com melasma, antes e após o uso da associação dos extratos botânicos de Bellis perennis, Glycyrrhiza glabra e Phyllanthus emblica, aplicada duas vezes ao dia (grupo A), em compara- ção com o da hidroquinona 2% aplicada à noite (grupo B). O MASI foi o padrão de eficácia clínica utilizado.
Resultados: Das variáveis do MELASQoL, aparência, frustração, constrangimento e sentir-se menos atraente apresentaram maior impacto negativo na qualidade de vida no início do estu- do. Após 60 dias de uso do produto houve melhora em todos os aspectos do MELASQoL, em ambos os grupos, sem diferenças estatísticas entre eles.
Conclusão: O uso da associação dos extratos botânicos de Bellis perennis, Glycyrrhiza gla- bra e Phyllanthus emblica melhora a autoestima dos pacientes com melasma tanto quanto o da hidroquinona 2%.


Palavras-Chave: MELASMA, QUALIDADE DE VIDA, PHYLLANTHUS EMBLICA

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações