Sociedade Brasileira de Dermatolodia Surgical & Cosmetic Dermatology

GO TO

ISSN-e 1984-8773

Sumário

Volume 3
Número 2
2011





E-book

Português | Inglês



Editorial

Comemorando !!!

A reason to celebrate!

Dr. Bogdana Victoria Kadunc

Resumo:


Artigos Originais

Celluqol® - instrumento de avaliação de qualidade de vida em pacientes com celulite

A quality of life measurement for patients with cellulite

Doris Hexsel, Magda Blessmann Weber, Maria Laura Taborda, Taciana Dal'Forno, Débora Zechmeister-Prado

Resumo:

Introdução: Após a puberdade, a maioria das mulheres desenvolve algum grau de celulite. O aumento do número de consultas dermatológicas relacionadas ao tratamento da celulite demandou compreensão mais ampla de características, desejos e expectativas desses pacientes com relação à qualidade de vida.
Objetivo: Elaborar e validar instrumento de avaliação da qualidade de vida para pacientes com celulite.
Métodos: O estudo teve duas etapas: a elaboração e a validação dos instrumentos de avali- ação da qualidade de vida. Na segunda etapa, dois questionários foram elaborados e aplica- dos a 100 voluntárias com idade entre 18 e 45 anos, que apresentavam celulite.
Resultados: A confiabilidade dos resultados foi verificada por meio de análise fatorial e Teste a de Cronbach para avaliação estatística. Uma análise fatorial exploratória possibilitou testar a hipótese de que todas as questões do questionário resumido mediam um único domínio ou fator (no caso, celulite) e a hipótese de que cada bloco de questões do questionário completo media um único domínio ou fator entre os parâmetros avaliados (modo de vestir, lazer, atividade física, parceiro, sentimentos e mudança de hábitos cotidianos).
Conclusões: A análise de validação mostrou que ambos os questionários podem ser usados, com grau similar de eficácia.


Palavras-Chave: QUALIDADE DE VIDA, QUESTIONÁRIOS, CELULITE

A dermatoscopia na detecção precoce, controle e planejamento cirúrgico dos carcinomas basocelulares

Dermatoscopy in the early detection, control and surgical planning of basal cell carcinomas

Luis Fernando Kopke

Resumo:

Introdução: A dermatoscopia observa detalhes imperceptíveis a olho nu, como os padrões de vascularização arboriforme dos carcinomas basocelulares, que podem estar relacionados com o limite tumoral. O exame clínico pode falhar na detecção precoce e delimitação da extensão dessas lesões.
Objetivos: Estudar a utilização da dermatoscopia nesses tumores visando a sua detecção precoce e à delimitação de sua extensão.
Métodos: Estudaram-se 123 carcinomas basocelulares com dermatoscopia, prospectiva- mente, de forma não randomizada, em clínica privada, efetuando varredura com o der- matoscópio em áreas suspeitas, principalmente no nariz. Caso o padrão vascular fosse identificado, o tumor seria delimitado pela dermatoscopia.A incisão se daria nessa mar- cação. Observou-se a margem cirúrgica com amostragem convencional, cortes seriados ou cirurgia micrográfica.
Resultados: 92% dos tumores se localizaram na face.Destes, 59% eram mal delimitados, 21% bem delimitados, e 20% clinicamente imperceptíveis. O padrão vascular não foi observado em 17,9% dos tumores, mas quando identificado, delimitou o tumor correta- mente em 84% dos casos (destes, 44% verificados com amostragem convencional, 48% com cirurgia micrográfica, e 8% com cortes seriados).
Conclusões: A dermatoscopia é importante instrumento na detecção precoce e na delimitação de sua extensão superficial, auxiliando no planejamento cirúrgico e controle clínico dos carcinomas basocelulares.


Palavras-Chave: DERMOSCOPIA, CARCINOMA BASOCELULAR, CIRURGIA DE MOHS, VASOS SANGUÍNEOS, CAPILARES

Queloides em orelhas: seguimento de 41 pacientes submetidos à cirurgia e infiltração com corticosteróides

Keloids in the ears: follow-up of 41 patients who had surgery and intralesional corticosteroid injections

Leticia Arsie Contin, Ivander Bastazini Jr, Cinthia Janine Meira Alves, Priscila Wolf Nassif, Dejair Caetano do Nascimento

Resumo:

Introdução: A cirurgia associada a infiltrações pós-operatórias de corticosteroides é con- siderada boa opção terapêutica no tratamento de queloides de orelha, mas o índice de recidivas ainda não é bem estabelecido. Não há consenso sobre o número mínimo de infiltrações de corticosteroides necessárias para que haja diminuição das recorrências.
Objetivos: Avaliar índice de recidiva entre pacientes submetidos à cirurgia e infiltrações de corticosteroides para tratamento de queloides em lóbulo de orelha, relacionando com o número de infiltrações realizadas no pós-operatório.
Métodos: Estudo retrospectivo de 41 pacientes submetidos à excisão cirúrgica de queloides de orelha e a sessões de infiltração com acetonido de triancinolona. Foram anal- isados dois grupos:A: Submetidos a até duas sessões de infiltração. B: submetidos a três ou mais infiltrações.
Resultados: O índice de recidiva total foi de 37%, sendo 13% nos pacientes no grupo A, e 24% nos do B.Resultados não mostraram mais efetividade quando o número de infil- trações é igual ou superior a 3. P=0,74.
Conclusões: Não houve significância estatística quando comparado o número de IC no pós-operatório de queloides de orelha. São necessários estudos mais amplos que corro- borem tais resultados.


Palavras-Chave: QUELÓIDE, CORTICOSTERÓIDES, PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS AMBULATÓRIOS

Avaliação da permanência do ácido hialurônico injetável no sulco nasogeniano e rítides labiais

Evaluation of the duration of injectable hyaluronic acid in nasolabial folds and perioral rhytids

Celia Luiza Petersen Vitello Kalil, Ana Paula Avancini Caramori, Mercedes Dalpias Balkey

Resumo:

Introdução: O ácido hialurônico vem sendo utilizado em escala crescente em procedi- mentos estéticos.
Objetivo: avaliar o grau de melhora dos pacientes submetidos à aplicação de AH e o tempo de permanência do produto.
Métodos: estudo prospectivo, aberto, não randomizado e não controlado. Incluídas no estudo 20 pacientes do sexo feminino que apresentavam rugas superficiais no contorno labial superior e sulco nasogeniano proeminente.A eficácia foi aferida pela escala de clas- sificação de gravidade das rugas (Wrinkle Severity Rating Scale - WSRS). O tempo de permanência foi avaliado através de estudo anatomopatológico, e a segurança, por obser- vação clínica e relato de eventos adversos.
Resultados: Após 15 dias constatou-se importante melhora clínica que se manteve durante quatro meses, identificando-se, então, discreta piora; ainda assim, os pacientes apre- sentavam resultados estéticos favoráveis até 12 meses. Dezessete pacientes foram submeti- das à biópsia na região retroauricular esquerda 180 dias após o procedimento.Nesse grupo, observou-se depósito de material em 13 lâminas (76,4%).
Conclusões: O ácido hialurônico é produto seguro e efetivo, e este estudo comprovou sua permanência na derme por período de até seis meses.


Palavras-Chave: ÁCIDO HIALURÔNICO, TEMPO DE PERMANÊNCIA, PELE

Segurança em lipoaspiração usando a anestesia local tumescente: relato de 1.107 casos no período de 1998 a 2004

Safety in liposuction using local tumescent anesthesia: a report of 1,107 procedures between 1998 and 2004

Juliano Borges, Celia Maria M. P. Cotrim, Bruna Dacier

Resumo:

Introdução: A lipoaspiração é procedimento cosmético para remoção de gordura corporal indesejada. Recentemente, tem sido associada com alta morbidade e mortalidade levando a dúvidas quanto ao risco do procedimento.Desde a descrição da técnica tumescente por Jeffrey Klein, cirurgiões dermatológicos de todo o mundo contribuíram para o desenvolvimento da técnica, tornando a lipoaspiração com microcânulas e anestesia local tumescente procedimen- to seguro e eficaz em seus objetivos. Porém, sua combinação à anestesia geral, infusão intra- venosa de drogas ou quebra dos protocolos sugeridos para anestesia local tumescente implicou sérias complicações e mortes relatadas na literatura.Dessa forma, torna-se necessário esta- belecer protocolos para lipoaspiração com anestesia local tumescente, reiterando a segurança do método.
Objetivo: Demonstrar que a lipoaspiração usando anestesia local tumescente é procedimen- to seguro.
Métodos: Estudo retrospectivo dos prontuários de 568 pacientes submetidos a lipoaspiração utilizando anestesia local tumescente no período de 1998 a 2004.
Resultados: Nenhuma morte ou complicação que necessitasse de hospitalização ocorreu.
Conclusões: A lipoaspiração usando exclusivamente anestesia local tumescente, demonstrou ser procedimento seguro quando respeitados protocolos padronizados.


Palavras-Chave: LIPECTOMIA, ANESTESIA LOCAL, SEGURANÇA

Avaliação por biópsias de couro cabeludo da atividade de novo ingrediente ativo natural, o “Cellium® GC”, formulado em solução tópica de 210mg/mL

Cellium® GC: evaluation of a new natural active ingredient in 210 mg/ml topical solution, through scalp biopsy

Luís Carlos Cucé, Consuelo J. Rodrigues, Régia Celli R. Patriota

Resumo:

Introdução: A alopecia androgênica é alteração progressiva do couro cabeludo com pou- cas opções terapêuticas. Justifica-se, portanto, a pesquisa de novas drogas de uso local ou sistêmico direcionadas ao controle desta patologia.Objetivo:Avaliar a tolerância e identi- ficar o mecanismo de ação do composto Cellium® GC no tratamento da alopecia androgênica.
Métodos: Estudo prospectivo e aberto em 20 portadores de alopecia androgênica. O produto foi utilizado no couro cabeludo duas vezes ao dia em regime domiciliar por 12 semanas consecutivas. Foram realizadas biópsias antes e depois do tratamento para avaliar as alterações da resposta imune cutânea, da proliferação celular e da atividade antiapop- tose.A avaliação da efetividade e do grau de satisfação dos pacientes foi realizada por meio de questionários.
Resultados: Dezenove voluntários do sexo masculino completaram o estudo, com grau médio de satisfação de 8,3/10.Análises imuno-histoquímicas das biópsias de couro cabelu- do revelaram aumento significativo da resposta imune cutânea depois do tratamento: 73,9% de aumento de células de Langerhans CD1A+ (p = 0,003, teste t pareado), 41,66% de aumento de Ki-67+,marcador de proliferação celular (p = 0,012), 89% de aumento de pro- teínas antiapoptóticas BCL-2+ (p = 0,001).O produto também foi bem tolerado e seguro.
Conclusões: Cellium® GC melhora as defesas imunológicas da pele e a proliferação dos queratinócitos, e confere satisfação aos voluntários no tratamento da alopecia androgênica.


Palavras-Chave: ALOPECIA, BIÓPSIA, QUERATINÓCITOS, MINOXIDIL

Classificação das rugas periorbitárias e tratamento com a toxina botulínica tipo A

Classification of periorbital wrinkles and treatment with Botulinum Toxin Type A

Bhertha M.Tamura, Marina Y.Odo

Resumo:

Introdução: As rugas peri orbitárias constituem importante componente do envelheci- mento facial e podem ser minimizadas através do tratamento com toxina botulínica.
Objetivo: Tratamento de rugas periorbitárias através de injeções de toxina botulínica do músculo periorbicular, abrangendo os pontos laterais clássicos e outros adicionais na pál- pebra inferior, desenvolvidos a partir da classificação destas rugas.
Métodos: Foram revisados dados clínicos e fotográficos de 530 pacientes, no período de 2001 a 2007, que tiveram suas rugas periorbitárias classificadas e tratadas com toxina botulínica.
Resultados: 30% dos pacientes com idade superior a 45 anos e 80% daqueles com idade inferior a 45 anos apresentaram melhora total das rugas após tratamento nos pontos clás- sicos. Os demais necessitaram tratamento nos pontos adicionais da pálpebra inferior.
Conclusão: A classificação das rugas facilitou o encaminhamento ao melhor tratamento. Apesar do grande benefício trazido pelos pontos clássicos, verificamos a necessidade do tratamento com toxina botulínica nos pontos adicionais. Devem ser também levadas em consideração a presença de tecido celular subcutâneo e a idade do paciente.


Palavras-Chave: ENVELHECIMENTO, PÁLPEBRAS, CLASSIFICAÇÃO

Educação médica continuada

Complicações com o uso de lasers. Parte II: laser ablativo fracionado e não fracionado e laser não ablativo fracionado

Complications in laser dermatologic surgery. Part II: fractional and non-fractional ablative laser and fractional non-ablative laser

Francine Batista Costa, Ana Beatriz Palazzo Carpena El Ammar, Valeria B. Campos, Célia Luiza Petersen Vitello Kalil

Questões e Gabaritos do número anterior


Resumo: Os lasers ablativos convencionais removem completamente a epiderme e parte da derme e promovem excelentes resultados no fotoenvelhecimento.Apesar disso, os lasers não ablativos tornaram-se mais populares devido ao reduzido tempo de recuperação e menor risco de efeitos colaterais, pois causam dano térmico na derme e não removem a epiderme.Recentemente foi introduzido o fracionamento nesses lasers com o objetivo de se obter sistema tão eficiente quanto o dos ablativos e tão seguro quanto o dos não ablativos. Os lasers ablativos fracionados formam colunas de ablação total dermoepidérmica, e os não ablativos fracionados criam zonas microscópicas de lesão térmica dermoepidérmica deixando íntegro, entretanto, o extrato córneo.


Palavras-Chave: LASERS, DIÓXIDO DE CARBONO, COMPLICAÇÕES PÓS-OPERATÓRIAS, REJUVENESCIMENTO, FOTOENVELHECIMENTO

Artigo de revisão

Atualização no tratamento de hiperidrose axilar

Axillary hyperhidrosis treatment update

Gabriel Teixeiro Gontijo, Gustavo Vieira Gualberto, Natália Augusta Brito Madureira

Resumo:

Introdução: Hiperidrose axilar é problema comum que pode afetar a vida profissional e social. A história clínica e o exame físico são ferramentas importantes na avaliação da gravidade e para indicação da terapia mais apropriada para cada caso. Existem vários trata- mentos, incluindo terapia tópica e sistêmica, iontoforese, toxina botulínica e procedimen- tos cirúrgicos. Os autores apresentam revisão das opções terapêuticas mais importantes.


Palavras-Chave: HIPERIDROSE, PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS AMBULATÓRIOS, TOXINAS BOTULÍNICAS, TERAPIA A LASER, CONDUTAS TERAPÊUTICAS

Relatos de casos

Nevo melanocítico congênito - tratamento cirúrgico

Congenial melanocytic nevus – surgical treatment

Ed Wilson Tsuneo Rossoe, Lucia Mensato Rebello Couceiro, Gabriele Spercoski Gonçalves Salles, Antônio José Tebcheran, Tereza Cristina dos Santos

Resumo:

Nevos melanocíticos congênitos gigantes são lesões raras que apresentam risco aumentado de transformação em melanoma cutâneo.Quando localizados na face podem causar deficit neurológicos, incluindo melanocitose leptomeníngea e epilepsia. Implicam risco de comprometimento estético importante. Relata-se caso de paciente do sexo feminino, de 17 anos, com nevo melanocítico congênito acometendo um terço da hemiface direita. Foi submetida à ressecção da lesão e reconstrução com enxerto de pele parcial em um único tempo cirúrgico. O objetivo deste trabalho é demonstrar proposta terapêutica para nevos melanocíticos congênitos localizados em região periorbital.


Palavras-Chave: NEVO PIGMENTADO, NEVOS E MELANOMAS, PELE, TRANSPLANTE AUTÓLOGO

Tumor de células granulosas (tumor de Abrikossoff) vulvar – Relato de caso

Vulvar granular cell tumor (Abrikossoff’s tumor) – Case report

Jefferson Alfredo de Barros, Daniela Presente Taniguchi, Marcos Antônio Rodrigues Martinez, Carlos D' Apparecida Santos M. Filho, Mônica Chmeliauskas Moya, Antônio José Tebcherani, Julizia Foloni Silva

Resumo:

Introdução: O tumor de células granulosas foi descrito por Abrikossoff em 1926.Trata-se de neoplasia benigna, incomum, observada mais frequentemente na língua e, em percentual de cinco a 6% dos casos, na vulva. Sua histogênese é incerta, provavelmente ligada às células de Schwann.O tratamento é cirúrgico, com bom prognóstico. Podem ocorrer recidivas, e existem descrições na literatura de malignidade.Os autores relatam caso de paciente com nódulo na vulva com diagnóstico histopatológico de tumor de células granulosas, tratado cirurgicamente com sucesso.


Palavras-Chave: VULVA, DOENÇAS DA VULVA, NEOPLASIAS VULVARES, TUMOR DE CÉLULAS GRANULOSAS

Novas Técnicas

Correção de hipercurvatura transversa da unha utilizando enxerto de derme autóloga

Correction of transverse overcurvature of the nail using autologous dermal graft

Glaysson Tassara Tavares, Nilton Di Chiacchio, Walter Refkalefsky Loureiro, Nilton Gioia Di Chiacchio, Diego Leonardo Bet

Resumo:

Introdução: A curvatura transversa é uma deformidade inestética comum da lâmina ungueal. Existem várias técnicas, conservadoras e cirúrgicas, empregadas no tratamento dessa condição. O presente estudo descreve uma técnica simples e de baixo custo, que emprega enxertos dérmicos autólogos.


Palavras-Chave: DOENÇAS DA UNHA, UNHAS, UNHAS MALFORMADAS, UNHAS ENCRAVADAS, PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS AMBULATÓRIOS

Reconstrução de defeito condrocutâneo auricular usando fibra de silicone

Reconstruction of the ear using silicone fiber

Ivander Bastazini Júnior, Ana Luiza Grizzo Peres Martins

Resumo: Reconstruções do pavilhão auricular são complexas, principalmente quando há perda do suporte cartilaginoso. Relata-se caso de correção de defeito condrocutâneo após exérese de carcinoma basocelular no terço superior do pavilhão auricular, utilizando fibra de silicone com o objetivo de moldagem e sustentação da orelha. Demonstra-se opção do uso de enxertos de cartilagem ou compostos no pavilhão auricular.


Palavras-Chave: CARTILAGENS DA ORELHA, CIRURGIA PLÁSTICA, DEFORMIDADES ADQUIRIDAS DA ORELHA, ORELHA, PRÓTESES E IMPLANTES

Correção de transplante capilar inestético

Correction of unaesthetic hair transplantation

Renata Indelicato Zac, José Rogério Régis, Patrícia Jannuzzi Vieira e Oliveira, Daniela Rezende Neves, Kleber de Sousa Silveira

Resumo: Transplantes capilares utilizando técnicas ultrapassadas e enxertos grandes resultam em aparência inestética e desfigurante. A naturalidade dos resultados foi conseguida mais recentemente com o transplante de unidades foliculares (UF). Contribuem para a naturalidade o desenho correto e o nível de implantação da linha frontal. Os métodos de correção incluem: camuflagem com unidades foliculares; remoção de cabelos transplantados e sutura; redução do couro cabeludo, correção da cicatriz e laserterapia. Descreve-se associação de técnicas cirúrgicas diversas e epilação por laser com resultados satisfatórios para correção de transplantes capilares.


Palavras-Chave: CABELO, TRANSPLANTE, LASERS

Diagnóstico por Imagem

Queratose seborreica simuladora de melanoma

Seborrheic keratosis that resemble melanoma

Alessandra Yoradjian, Natalia Cymrot Cymbalista, Francisco Macedo Paschoal

Resumo: Queratoses seborreicas são tumores epiteliais benignos de diagnóstico usualmente fácil pelo exame clínico e dermatoscópico. Em algumas situações podem simular lesões malignas, em especial o melanoma. O presente artigo tem como objetivo ilustrar dois desses casos e enfatizar a observação dermatoscópica cuidadosa na busca de aspectos menos comuns dessas lesões que podem ser determinantes para o aumento da acurácia diagnóstica.


Palavras-Chave: CERATOSE SEBORRÉICA, MELANOMA, DERMOSCOPIA

Comunicações

Carcinoma basocelular pigmentado simulando lentigo maligno melanoma em paciente negra

Pigmented basal cell carcinoma mimicking a malignant lentigo melanoma in black female patient

Marcela Duarte Villela Benez, Ana Luiza Furtado da Silva, Gustavo Costa Veradino, Solange Cardoso Maciel Costa Silva

Resumo: Relata-se caso de paciente negra com carcinoma basocelular pigmentado na região temporal que clinicamente mimetizava lentigo maligno melanoma. O carcinoma basocelular é raro em negros, porém, quando presente, torna-se a segunda neoplasia maligna de pele mais comum, sendo habitualmente pigmentado. Quando esses indivíduos têm a face acometida, o diagnóstico diferencial com o lentigo maligno melanoma é difícil. Nesses casos a dermatoscopia é grande aliada.


Palavras-Chave: CARCINOMA BASOCELULAR, MELANOMA, DERMOSCOPIA

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações