Sociedade Brasileira de Dermatolodia Surgical & Cosmetic Dermatology

GO TO

ISSN-e 1984-8773

Artigos
RelacionadosA consulta encontrou: 42 resultado(s)

Voltar ao artigo

 

Artigo de investigação

Luz Intensa pulsada isolada versus Luz Intensa pulsada e ácido aminolevulínico no tratamento da pele fotodanifi cada: importância do acompanhamento a longo prazo

Intense Pulsed Light alone versus Intense Pulsed Light and aminolevulinic acid in the treatment of photodamaged skin: importance of long term follow-up

Maria Cláudia Almeida Issa, Carlos Barcauí, Alexandra Cariello Mesquita, Fernanda Ramos Franco de Sá, Mônica Manela Azulay

Resumo: Introdução: A Terapia Fotodinâmica (TFD) utilizando Luz Intensa Pulsada (LIP) e ácido 5-aminolevulínico (ALA) é descrita como uma nova opção no tratamento da pele fotodanificada com ceratoses actínicas CAs).Objetivo: Determinar a efi cácia a longo prazo do tratamento das CAs utilizando a associação ALA-LIP e comparar o tratamento do fotoenvelhecimento utilizando ALA-LIP e LIP isolada. Materiais e métodos: Nove pacientes com pele foto danificada foram submetidos, com um mês de intervalo, a duas sessões de ALA-LIP em uma hemiface e de LIP isolado na região contralateral. Foi feito acompanhamento por 12 meses. Os pacientes foram avaliados clinicamente e através de fotografi as. Resultados: O desaparecimento das ceratoses actínicas foi observado na área tratada com ALA-LIP (62,9%), ao terceiro mês de tratamento. Foi observada recorrência em 70,6% dessas lesões após 12 meses. Houve melhora das melanoses, telangiectasias e rugas em ambos os lados, com maior evidência no lado tratado com ALA-LIP. Conclusão: A associação de ALALIP promove melhora global da pele fotodanificada, incluindo o tratamento das ceratoses actínicas, não ocorrendo sem a associação do ALA. É necessário o acompanhamento a longo prazo da taxa de cura das ceratoses para avaliação da eficácia do tratamento.


Palavras-Chave: TERAPIA FOTODINÂMICA, ÁCIDO AMINOLEVULÍNICO, REJUVENESCIMENTO

Eficácia e tolerabilidade de uma nova toxina botulínica tipo a para tratamento estético de rugas faciais dinâmicas: estudo multicêntrico prospectivo de fase III

Efficacy and Tolerability of a New Botulinum Toxin Type A for Cosmetic Treatment of Dynamic Facial Wrinkles: a Prospective, Phase III, Multicenter Study

Lydia Masako Ferreira MD, PhD, Sergio Talarico Filho MD, Rosane Orofino Costa MD, PhD, Alaor Godoy MD, Denise Steiner MD, PhD, Sidney Mamoro Keira MD, PhD, Carla Percora MD, Edileia Bagatin MD, PhD, Karime Hassun MD, PhD, Isabel Cristina Succi MD, PhD, Andrea Godoy MD, Cristiano Horta Lima Júnior MD, Tatiana Aline Steiner MD, Leila Blanes RN, Fernanda Hidemi Sakamoto MD, Érica de Oliveira Monteiro MD

Resumo: Introdução: Lipodistrofi a ginoide, popularmente conhecida como celulite, é considerada por milhões de mulheres como problema estético preocupante. Estudos recentemente publicados demonstraram que o extrato de alho pode ter utilidade para melhorar a lipólise e diminuir a lipogênese. Objetivo: O objetivo primário foi determinar se a aplicação tópica de uma loção contendo alho (15 ppm) melhoraria os parâmetros de celulite. Material e Métodos: 50 mulheres foram tratadas topicamente com uma loção contendo 15 ppm de alho. Todas as pacientes trataram uma perna, não trataram a outra e foram avaliadas (mensuração do diâmetro da coxa) antes do início do tratamento e depois em intervalos quinzenais, até oito semanas depois do início do tratamento. Em oito das participantes, os parâmetros microcirculatórios [velocidade dos eritrócitos nas arteríolas e vênulas (mm/s), densidade capilar funcional (DCF), diâmetro da papila dérmica (µm) e diâmetro do capilar (µm)] foram medidos por Cytoscan®. O exato local na coxa para essas mensurações foi marcado numa folha transparente como garantia de que todas as medidas seriam tomadas no mesmo lugar. Seis mulheres participantes do grupo de exame por Cytoscan® também foram avaliadas por ultrassom, para determinar a espessura do tecido subcutâneo. Resultados: Depois do tratamento com alho, ocorreu redução de 1,62 cm no diâmetro da coxa tratada (p < 0,001) sem mudanças signifi cativas nos diâmetros da papila e dos capilares, mas a DCF melhorou signifi cativamente (p < 0,03), tendo ocorrido redução na espessura da epiderme e da derme depois do tratamento tópico com alho. Conclusões: O uso de extrato de alho na concentração de 0,0015% resultou em melhora clínica, microcirculatória e ultrassonográfi ca signifi cativa da celulite.


Palavras-Chave: TOXINA BOTULÍNICA TIPO A, INJETÁVEIS, RUGAS, LINHAS DINÂMICAS FACIAIS

Artigo de revisão

Microcânulas em dermatologia: especificações

Microcannulas in dermatology: specifications

Carlos Roberto Antonio; João Roberto Antonio; Maria Gabriela Gonçalves Coura; Estela Ferreira David; Fernanda Tomé Alves; Ivan Rollemberg

Resumo:

Na dermatologia, os preenchimentos faciais são de grande importância no tratamento de rugas e linhas de expressão, sendo utilizados com finalidade estética. Sua aplicação geralmente é feita com agulhas, o que pode levar a complicações durante o procedimento, como hematomas, isquemia, necrose e até mesmo cegueira. Nos últimos anos, porém, a aplicação de preenchimentos com microcânulas tem revolucionado as técnicas de aplicação e assim evitado a ocorrência de complicações durante e após o procedimento. Este trabalho visa esclarecer a nomenclatura, características e dimensões das cânulas.


Palavras-Chave: AGULHAS; ÁCIDO HIALURÔNICO; ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

Lipodistrofia ginoide e terapêutica clínica: análise crítica das publicações científicas disponíveis

Gynoid lipodystrophy and clinical therapy: a critical analysis of scientific papers

Adilson Costa, Caroline Romanelli T. Alves, Elisangela Samartin Pegas Pereira, Fernanda André Martins Cruz, Maria Carolina Fidelis, Rafaela Marega Frigerio

Resumo: A lipodistrofia ginoide (celulite) é dermatose inestética comum que aflige muitas mulheres ao redor do mundo. Dependendo da intensidade do quadro estabelecido, essa condição pode ser responsável por relevantes distúrbios psicossociais. Na prática clínica, muitas formas terapêuticas já foram tentadas; muitas foram colocadas no cenário das terapêuticas proscritas não só por sua ineficiência terapêutica, mas também pelo risco que impõem à saúde do paciente. Outras, ainda em voga, têm fragilidades científicas que não sustentam sua utilização; no panorama médico atual, encaramos, também, as promessas dos aparelhos médicos, sendo poucos os que realmente apresentam substrato científico de sustentação. Este artigo faz ampla revisão da literatura médica, analisando estudos presentes na literatura científica, tentando fornecer ao leitor argumentos que possam embasá-lo na indicação de uma dada terapêutica em detrimento de outra, a fim de confortá-lo no discurso clínico de resultados junto ao paciente portador de tal enfermidade.


Palavras-Chave: CELULITE, LIPODISTROFIA, TECIDO ADIPOSO

Fotoproteção

Photoprotection

Gabriel Teixeira Gontijo, Maria Cecília Carvalho Pugliesi, Fernanda Mendes Araújo

Resumo: Introdução: Nas últimas décadas, a incidência de câncer de pele aumentou significativamente, correspondendo a um problema de saúde pública em diversos países. A pele é o órgão mais atingido pelos efeitos deletérios da radiação ultravioleta, e é bem documentada a associação entre fotoexposição e neoplasias cutâneas. Objetivo: Realizar uma revisão abrangente sobre as principais medidas de fotoproteção. Método: Realizaram-se buscas na base de dados MEDLINE, no período de 22 de junho a 18 de agosto. Estudos descritivos, de revisão e comparativos foram analisados em conjunto. Resultados: Foram selecionados 11 artigos que continham revisão sobre fotoproteção, os efeitos da radiação ultravioleta sobre a pele e a prevalência do uso de filtros solares e medidas comportamentais entre adultos e adolescentes. Conclusões: O uso de fotoprotetores de largo espectro, além de medidas comportamentais simples, parecem causar grande impacto na prevenção do câncer de pele.


Palavras-Chave: RAIOS ULTRAVIOLETA, LUZ SOLAR, FILTROS ULTRAVIOLETAS, CARCINOMA DE CÉLULAS ESCAMOSAS, CARCINOMA BASOCELULAR, MELANOMA, VITAMINA D, ESTABILIDADE DE COSMÉTICOS

Tratamento do melasma: revisão sistemática

Treatment of Melasma: systematic review

Denize Steiner, Camila Feola, Nediana Bialeski, Fernanda Ayres de Morais e Silva

Resumo: Introdução: O melasma é uma hipermelanose crônica, adquirida, que afeta áreas fotoexpostas da pele. Sua etiopatogenia ainda não está bem esclarecida. A exposição solar é fator importante, mas também tem sido descrita a relação com fatores hormonais, vasculares, predisposição genética e proteínas relacionadas à tirosinase. Devido à sua natureza recorrente e refratária, o tratamento do melasma é difícil e tem como objetivo a prevenção ou a redução da área afetada, com o menor número possível de efeitos adversos. Os princípios da terapia incluem a proteção contra a radiação ultravioleta (UV) e a inibição da atividade dos melanócitos e da síntese da melanina. Objetivo: Realizar revisão sistemática da literatura para identificar os tratamentos mais eficazes e seguros para o melasma, incluindo os tópicos, os orais e os procedimentos. Método: A pesquisa foi realizada no período de 5 de fevereiro a 15 de março de 2009, utilizando três bases de dados: MEDLINE (1966-2009), Biblioteca Cochrane e LILACS. Após estabelecer os critérios de seleção, os melhores estudos controlados e comparativos foram descritos individualmente. Resultados: Foram detectados 703 artigos no MEDLINE, 89 no LILACS e 100 na Biblioteca Cochrane e revisados 143, dos quais 10 descritivos (6,99%), 30 de revisão (20,97%) e 103 de intervenção (72,03%). Os estudos de intervenção não controlados, os descritivos e os de revisão foram analisados em conjunto. Dos demais, foram selecionados 42 artigos com melhor delineamento para descrição individual. Doze de 42 compreendiam estudos controlados (28,57%) e 30 de 42, comparativos (71,43%). Dezoito dos 42 compreendiam o tipo split face (42,86%) e 24, grupos paralelos (57,14%), sendo 34 (80,95%) randomizados. Oito (19,05%) apresentavam o delineamento ideal, ou seja, foram controlados com placebo e cegos. Limitações: Heterogeneidade dos estudos, poucos com delineamento adequado. Conclusões: A utilização de protetor solar de largo espectro é importante no tratamento do melasma e a hidroquinona tópica é o tratamento mais utilizado. Demais agentes clareadores mais usados incluem ácido retinoico, ácido azelaico e ácido kójico. Combinações terapêuticas aumentam a eficácia em comparação à monoterapia. Peelings químicos e físicos e tratamentos com laser e luz intensa pulsada constituem modalidades complementares utilizadas para tratar o melasma.


Palavras-Chave: MELASMA, HIPERPIGMENTAÇÃO, CLOASMA, TRATAMENTO

Artigos Originais

Redução de medidas corporais após nove sessões de tratamento com laser de baixa intensidade

Reduction of body measures after a ninesession protocol with Low Level Laser Therapy

Doris Hexsel; Patrícia Caspary; Fernanda Oliveira Camozzato; Aline Flor Silva; Carolina Siega

Resumo:

Introdução: A terapia com laser de baixa intensidade tem sido considerada alternativa não invasiva para remodelamento corporal e redução do tecido subcutâneo.
Objetivo: Avaliar a eficácia do laser de baixa intensidade na redução de medidas corporais e do tecido adiposo subcutâneo da região do abdômen e do quadril.
Métodos: Estudo aberto, prospectivo, unicêntrico incluiu 25 mulheres com acúmulo de gordura localizada na região do quadril e abdômen. Nove sessões de low level laser therapy foram realizadas ao longo de três semanas. As participantes foram avaliadas no basal e em 1, 4 e 12 semanas após o tratamento. Aferição de peso e medidas de circunferência corporal, exames de perfil lipídico e de ressonância magnética foram realizados.
Resultados: As medidas de circunferência abdominal apresentaram redução significativa até 12 semanas após o tratamento. Na região do quadril, as participantes apresentaram redução mais marcante uma semana após a última sessão. Também uma semana após a finalização do tratamento, 80% das participantes consideraram que o tratamento melhorou o contorno do seu corpo. Nenhum evento adverso relacionado ao tratamento foi relatado.
Conclusões: O tratamento com a low level laser therapy é seguro e eficaz na redução das medidas de circunferência, principalmente na região abdominal.


Palavras-Chave: TERAPIA A LASER DE BAIXA INTENSIDADE; GORDURA SUBCUTÂNEA; IMAGEM POR RESSONÂNCIA MAGNÉTICA; TERAPIA A LASER; GORDURA SUBCUTÂNEA ABDOMINAL

Perfil clínico e epidemiológico do vitiligo infantil: análise de 113 casos diagnosticados em um centro de referência em dermatologia de 2004 a 2014

Clinical and epidemiological profile of childhood vitiligo: analysis of 113 cases diagnosed at a dermatology referral center from 2004 to 2014

Maria Lopes Lamenha Lins Cavalcante; Ana Cecília Versiani Duarte Pinto; Fernanda Freitas de Brito; Gardênia Viana da Silva; Gabriela Itimura; Antônio Carlos Ceribelli Martelli

Resumo:

Introdução: O vitiligo é forma adquirida autoimune de hipopigmentação ou despigmentação, iniciando-se na infância metade de seus casos. Objetivos: Traçar o perfil clínico e epidemiológico do vitiligo infantil em um centro de referência em dermatologia. Métodos: Estudo transversal e descritivo com análise dos prontuários de pacientes com menos de 13 anos diagnosticados como portadores de vitiligo entre 2004 e 2014. Resultados: Dos 113 casos identificados, 54% eram do sexo feminino e 46% do sexo masculino; a idade variou de zero a 12 anos com a maioria dos pacientes (54,8%) no subgrupo de quatro a oito anos. Em 59% dos prontuários não havia registro sobre fatores desencadeantes do vitiligo; 31% dos pacientes associaram o início da doença a estresse emocional, 3% a trauma físico, e 7% não associaram a fator desencadeante. Conclusões: A discreta prevalência no sexo feminino também foi descrita em outros estudos. O comportamento do vitiligo na criança é diferente daquele observado nos adultos. A influência dos fatores psicológicos como desencadeantes e os potenciais efeitos duradouros na autoestima devem ser levados em consideração na abordagem do paciente. Os resultados deste trabalho foram semelhantes aos relatos existentes sobre o vitiligo nessa faixa etária, que são, aliás, poucos na literatura.


Palavras-Chave: CRIANÇA; EPIDEMIOLOGIA; VITILIGO

Melanoma maligno: estudo epidemiológico dos casos diagnosticados em unidade de referência em dermatologia em Bauru-sp de 2007 a 2014

Malignant melanoma: epidemiological study of cases diagnosed at a dermatological reference center in the city of Bauru, in the Brazilian southeast State of São Paulo, between 2007 and 2014

Ana Cecília Versiani Duarte Pinto; Maria Lopes Lamenha Lins Cavalcante; Gardênia Viana da Silva; Fernanda Freitas de Brito; Agnes Mayumi Nakano Oliveira; Norma Gondim Cleto

Resumo: Introdução: No Brasil o melanoma maligno segue tendência mundial de aumento da incidência com redução da gravidade dos casos ao diagnóstico. Objetivo: Utilizar os critérios prognósticos do Grupo Multicêntrico e Multidisciplinar Brasileiro para Estudo do Melanoma aliados a características clínicas para elaborar um perfil clínico e histopatológico dos casos de melanoma. Métodos: Trata-se de estudo transversal e descritivo com análise retrospectiva de prontuários dos pacientes diagnosticados com melanoma em unidade terciária de referência em dermatologia na cidade de Bauru (SP) entre janeiro de 2007 e julho de 2014. Resultados: O sexo feminino correspondeu a 56,2%, a idade variou de 27 a 95 anos com média de 61,4 anos, e em 36% dos casos a lesão foi detectada no exame físico. A maior incidência de acometimento foi nos membros inferiores (23,5%), e o tipo extensivo superficial correspondeu a 79,6% das biópsias. A espessura média do Breslow foi de 2,9mm, e em 28,1% dos casos a lesão era in situ. Conclusões: Delineou-se o seguinte perfil: mulheres, 61 anos, com lesões localizadas em membros inferiores, subtipo extensivo superficial e com indícios de bom prognóstico. Estudos como este adquirem importância por fornecer subsídios para o delineamento de estratégias de abordagens populacionais.


Palavras-Chave: EPIDEMIOLOGIA; HISTOLOGIA; MELANOMA; NEOPLASIAS CUTÂNEAS; PATOLOGIA CIRÚRGICA

Aplicação de peeling de ácido lático em pacientes com melasma - um estudo comparativo

Application of lactic acid peeling in patients with melasma: a comparative study

Juliana Sandin; Tatiana Gandolfi de Oliveira; Viviana Chehin Curi; Ana Carolina Lisboa de Macedo; Fernanda Dias Pacheco Sakai; Rossana Catanhede Farias de Vasconcelos

Resumo: Introdução: O melasma se apresenta como hiperpigmentação que afeta principalmente áreas fotoexpostas, sendo um problema comum. Objetivo: Avaliar a eficácia do peeling de ácido lático a 82% no tratamento do melasma facial mediante trabalho prospectivo e comparativo. Métodos: Procedeu-se à aplicação quinzenal de três sessões de peeling de ácido lático a 82% em 16 pacientes com melasma facial, estando metade em uso da tríplice combinação e metade sem tratamento há 60 dias. O teste de Wilcoxon foi aplicado com objetivo de comparar os valores do índice de área e gravidade de melasma nesses dois grupos. Resultados: O peeling de ácido lático melhorou a hiperpigmentação de todas as pacientes estudadas sem nenhum efeito colateral permanente, demonstrando-se tratamento eficaz. O teste de Wilcoxon mostrou redução significante (p = 0,0003) no índice de área e gravidade de melasma de todas as pacientes. Conclusão: O peeling de ácido lático a 82% pode ser ferramenta importante na melhora do melasma resistente.


Palavras-Chave: ABRASÃO QUÍMICA; TERAPÊUTICA; PELE; ÁCIDO LÁCTICO; HIPERPIGMENTAÇÃO.

Correção de assimetrias e discinesias faciais com toxina botulínica tipo A

Correction of facial asymmetries and dyskinesias with botulinum toxin type A

Maria Cristina Cardoso de Mendonça; Maria Gabriela Araújo Lopes; Rosana Rocon Siqueira; Fernanda Queiroz de Oliveira; Gianne Pascoal; Aloísio Carlos Couri Gamonal

Resumo: Introdução: A paralisia facial desencadeia assimetrias e outras modificações faciais funcionais e estéticas, que levam a desordens físicas e psicológicas significativas. A toxina botulínica tipo A, por ser terapêutica segura, eficaz e bem tolerada, torna-se boa opção no tratamento dessas condições. Objetivo: Demonstrar a melhora clínica e o grau de satisfação de pacientes portadores de assimetrias e discinesias faciais, tratados com injeções de toxina botulínica tipo A realizadas por dermatologistas. Métodos: Foram selecionados pacientes com assimetrias e discinesias faciais, no período entre janeiro de 2011 e dezembro de 2013, para receber injeções de toxina botulínica no lado normal da face, visando diminuir a atividade muscular nos casos de hemiparesia facial, ou diretamente nos músculos afetados, em casos de discinesia. As avaliações clínicas e os registros fotográficos nas posições estática e dinâmica foram feitos nos dias da primeira aplicação (D0) e 15 dias após (D15). Cada paciente foi reagendado para uma próxima sessão em até 120 dias. Resultados: Após a aplicação da toxina houve melhora clínica, com suavização das assimetrias e discinesias apresentadas no início do tratamento. Notou-se importante melhora na qualidade de vida dos pacientes, com impacto positivo em diferentes âmbitos de sua vida pessoal. Conclusões: A terapêutica com toxina botulínica tipo A, realizada por dermatologistas com experiência no manejo desse procedimento em outras condições, mostrou ser importante alternativa no tratamento das assimetrias e discinesias faciais.


Palavras-Chave: ASSIMETRIA FACIAL; PARALISIA FACIAL; QUALIDADE DE VIDA; TOXINAS BOTULÍNICAS TIPO A.

Perfil epidemiológico dos pacientes com hipercromia periorbital em um centro de referência de dermatologia do Sul do Brasil

Epidemiological profile of patients with periorbital hyperpigmentation, at a dermatology specialist center in southern Brazil

Cristiane Lüdtke; Daniela Moraes Souza; Magda Blessmann Weber; Aline Ascoli; Fernanda Swarowski; Cíntia Pessin

Resumo: Introdução: A hipercromia periorbital ou "olheira" é queixa comum por interferir na autoestima dos pacientes. Objetivo: avaliar a prevalência de hipercromia periorbital e seus possíveis fatores etiopatogênicos, em amostra populacional de um serviço de dermatologia público e universitário de Porto Alegre. Métodos: Estudo transversal, prospectivo. Questionário de coleta dos dados aplicado em pacientes que se consultaram no Serviço de Dermatologia da UFCSPA entre novembro de 2011 a abril de 2012. Resultados:Total de 220 investigados, com predomínio de mulheres com fototipos 2 e 3, e média de idade de 42,2 anos. O uso de fotoprotetor e de maquiagem corretiva foi visto em 59,8% e 40,4%, respectivamente. Foram observados presença de desvio de septo em 6,8% dos pacientes; ronco à noite, 48,4%; asma, 15,1%; rinite, 44,7%; dermatite atópica, 11,2%; respiração bucal, 20,1%; e outro tipo de alergia, 28,6%. Metade da amostra mencionou dormir de cinco a sete horas por noite.Tabagismo, etilismo e atividade física foram referidos em 19,2%, 32,9% e 42,9%, respectivamente. História familiar de olheiras foi descrita em 63,7%. Conclusões: A hipercromia periorbital predominou em mulheres na quarta década de vida, com fototipos baixos, que referiam uso diário de fotoprotetor, sedentarismo, etilismo, tabagismo, alergias, privação do sono e história familiar de olheira.


Palavras-Chave: OLHOS; QUALIDADE DE VIDA; DERMATOLOGIA.

Estudo comparativo do uso de pigmentação exógena como adjuvante à luz intensa pulsada no tratamento de melanoses solares do dorso das mãos

Comparative study of the use of exogenous pigmentation as an adjuvant therapy to Intense Pulsed Light in the treatment of melanoses on the dorsum of the hands

Fernanda Regina Lemos Bebber Douat, Vanessa Cristina Soares, Fernanda H. Mello de Souza Klein, Juliano Vilaverde Schmitt, Deborah Skusa de Torre Ataíde

Resumo: Introdução: O fotodano intenso e crônico geralmente produz inúmeras queratoses actínicas, sendo importante o tratamento precoce e global da pele acometida. Objetivo: Avaliar a efetividade de dois tratamentos distintos para ceratoses actínicas múltiplas. Métodos: Foram selecionados 5 pacientes com ceratoses actinicas difusas no dorso de mãos e antebraços foram submetidos ao seguinte protocolo: lado A (direito) peeling químico superficial quinzenal com ácido glicólico 70% em gel seguido de solução de 5-fluoracil 5%; lado B (esquerdo) criopeeling mensal. O número de sessões variou de quatro a seis no lado A e de duas a três no lado B, de acordo com o grau de fotodano. Resultados: Todos os pacientes apresentaram resposta clínica satisfatória, com melhora das ceratoses actínicas e de toda área de dano actínico, com boa tolerância dos pacientes ao tratamento, apenas com a ressalva de que ao criopeeling segue-se eritema mais intensoe persistente. Conclusões: As duas terapêuticas utilizadas constituem-se em alternativas válidas e eficazes para tratamento do "campo de cancerização".


Palavras-Chave: MELANOSE, MÃOS, PIGMENTAÇÃO, LUZ

Avaliação comparativa do Laser de CO2 fracionado e da dermoabrasão no tratamento de cicatriz de acne

Comparative assessment of CO2 fractional laser and dermabrasion in the treatment of acne scars

Fernanda Manfron Batista Rosas; Fabiane Mulinari-Brenner; Karin Adriane Helmer

Resumo: Introdução: Cicatrizes de acne são frequentes e de tratamento desafiador. Diversas técnicas têm sido utilizadas para remover, reposicionar e aplainar cicatrizes de acne, melhorando o aspecto da superfície da pele. Recentemente a utilização do Laser de CO2 fracionado foi incluída entre as opções para a correção dessas cicatrizes com bons resultados e menor tempo de recuperação. Objetivo: Avaliar e comparar a resposta do tratamento de cicatrizes de acne com Laser de CO2 fracionado e dermoabrasão em pacientes com cicatrizes de acne. Métodos: Foram analisados nove pacientes, seis submetidos a Laser de CO2 fracionado, e três a dermoabrasão. Avaliaram-se parâmetros subjetivos e objetivos dos dois tratamentos. Resultados: Os dois grupos de pacientes mostraram melhora objetiva e subjetiva. Conclusões: Foi demonstrada eficácia semelhante dos tratamentos para cicatrizes de acne moderadas a graves com as duas técnicas.


Palavras-Chave: CICATRIZ, ACNE VULGAR, TERAPIA A LASER

Avaliação dos métodos de classificação do melasma de acordo com a resposta ao tratamento

Evaluation of melasma classification methods based on response to treatment

Mariana Hammerschmidt, Suelen Mayara Lopes de Mattos, Heliane Sanae Suzuki, Camila Fernanda Novak Pinheiro de Freitas, Maira Mitsue Mukai

Resumo: Introdução: O melasma pode ser classificado, através da lâmpada de Wood e da dermatoscopia, em epidérmico, dérmico e misto. Outros métodos de avaliação são o MASI e o MELASQol.
Objetivos: O objetivo do estudo foi comparar os métodos não invasivos de classificação do melasma de acordo com a resposta ao tratamento.
Métodos: Selecionadas 10 mulheres com melasma, foram submetidas a tratamento com hidroquinona 4% + tretinoína 0,05% + acetato de fluociolona 0,01% durante 90 dias, e avaliadas antes e após o tratamento por: dermatoscopia, lâmpada de Wood, MASI e MELASQol.
Resultados: Não foram encontradas associações significativas entre MASI e classificação dermatoscópica, exame com lâmpada de Wood e MELASQol. O percentual médio de melhora após tratamento por MASI foi de 60,6% e por MELASQol, de 41,1%. À dermatoscopia observaram-se telangectasias na maioria das pacientes (60%), incluídas aquelas sem tratamento prévio.
Conclusões: O MASI e o MELASQol são os instrumentos de avaliação que mais refletem a resposta ao tratamento. A classificação pela lâmpada de Wood não demonstrou correlação com a melhora do MASI. A utilização da dermatoscopia para classificação do melasma necessita de mais estudos, visto que os achados encontrados não se correlacionaram com a resposta esperada ao tratamento.


Palavras-Chave: HIPERPIGMENTAÇÃO, CLASSIFICAÇÃO, TERAPÊUTICA

Avaliação de dermocosmético com retinaldeído, nicotinamida e vitis vinifera no fotoenvelhecimento cutâneo de mulheres entre 25 e 40 anos de idade

Assessment of dermocosmetics contai- ning retinaldehyde, nicotinamide and Vitis vinifera in the cutaneous photoaging of women between 25 and 40 years old

Lucia Helena Favaro de Arruda, Ana Carolina B. Bazan Arruda, Paula L. Stocco, Fernanda S. Ota, Elvira C. Assumpção, Sthephani S.B. Langen, Adilson Costa, Un Sun Park, Carla A. H.V. Myashiro

Resumo: Introdução: A pele está sujeita ao envelhecimento intrínseco e extrínseco. Desse modo, tratar o fotoenvelhecimento cutâneo representa desafio clínico.
Objetivo: Avaliar, através de parâmetros objetivos e subjetivos, segurança, tolerabilidade e eficácia clínica de produto cosmético contendo retinaldeído 0,05%, nicotinamina 4% e extrato de Vitis vinifera 1% no tratamento do envelhecimento da pele.
Métodos: Estudo monocêntrico, prospectivo, intervencional, aberto que avaliou 40 voluntárias do sexo feminino de 25 a 40 anos, fototipos I a IV de Fitzpatrick, que aplicaram produto dermocosmético durante 60 dias consecutivos. As avaliações foram realizadas de forma subjetiva pelo médico, voluntária e exame ultrassonográfico e de forma objetiva por fotografias pelo Visia®, biópsias cutâneas, corneometria, pHmetria e sebumetria.
Resultados: 36 voluntárias completaram o estudo. Avaliações subjetivas demonstraram melhora nas rugas, linhas finas, flacidez, viço e aparência geral. Ultrassom e biópsia cutânea evidenciaram aumento de colágeno em 94,4% e 30,6% respectivamente. Fotos do aparelho Visia® demonstraram redução de manchas, rugas, poros e melhora da textura cutânea. Sebumeter revelou diminuição da oleosidade, e houve redução do pH. As medidas do Corneometer mantiveram-se constantes.
Conclusões: o produto dermocosmético analisado foi eficaz e seguro para combater o fotoenvelhecimento.


Palavras-Chave: RETINÓIDES, RETINALDEÍDO, NIACINAMIDA, ENVELHECIMENTO DA PELE

Resultado de 360 dias de uso de suplemento oral à base de proteína marinha, acerola concentrada, extrato de semente de uva e extrato de tomate em mulheres portadoras de envelhecimento cutâneo

Treating cutaneous photoaging in women with an oral supplement based on marine protein, concentrated acerola, grape seed extract and tomato extract, for 360 days

Adilson Costa, Elisangela Samartin Pegas Pereira, Raquel Fávaro, Margareth de Oliveira Pereira, Paula Luz Stocco, Elvira Cancio Assumpção, Fernanda Sayuri Ota, Stephanie Selma Barros Langen

Resumo: Introdução: O envelhecimento cutâneo atinge ou atingirá todas as pessoas, e seu tratamento representa um desafio clínico.
Objetivo: Avaliar efeitos cutâneos do uso de um suplemento oral a base de proteína marinha, acerola concentrada e extratos de semente de uva e tomate por 360 dias em portadoras de fotoenvelhecimento cutâneo.
Métodos: Quarenta e cinco voluntárias usaram dois comprimidos diários do referido suplemento por 360 dias consecutivos. Avaliações clínicas (por parte dos investigadores e das voluntárias), ultrassonográficas e fotográficas foram realizadas a cada 30 dias.
Resultados: Trinta e três voluntárias (73,3%) concluíram o estudo. A melhora clínica foi evidenciada pelos investigadores e voluntárias após 30 dias de uso do suplemento oral, o que resultou em ganho estatístico ao longo do tempo (p<0,05). Após 330 dias, constatou-se a tendência à estabilização dos resultados (p=0,05). Pela análise ultrassonográfica, percebeu-se aumento na densidade dérmica das áreas fotoexpostas (132,3%; p<0,001) e das fotoprotegidas (51,9%; p=0,001). Encontraram-se melhorias estatisticamente significativas nos quesitos rugas, linhas finas, melanoses solares, outras hipercromias, eritema, hidratação, viço, oleosidade, suavidade ao toque e aparência geral da pele através da análise médica; segundo a autoavaliação das voluntárias, obteve-se melhoria no padrão das rugas, linhas finas, melanoses solares, outras hipercromias, eritema, hidratação, viço, oleosidade, suavidade ao toque e aparência geral da pele.
Conclusão: O uso de suplementação oral à base de proteína marinha, acerola concentrada e extratos de semente de uva e tomate por longo prazo (360 dias) mostra-se boa abordagem sistêmica adjuvante para o fotoenvelhecimento cutâneo.


Palavras-Chave: ENVELHECIMENTO DA PELE, SUPLEMENTOS DIETÉTICOS, VITAMINA C, EXTRATO DE SEMENTE DE UVA

Estudo comparativo entre escores de dor após uso de duas preparações de lidocaína tópica

Comparing the pain ratings of two topical lidocaine preparations

Ivander Bastazini Júnior, Ana Luiza Grizzo Peres Martins, Fernanda Simões Alves, Dejair Caitano do Nascimento

Resumo: Introdução: Os procedimentos cosmiátricos têm aumentado, e com eles, a busca de analgesia eficiente e segura. Os anestésicos tópicos são opção às anestesias infiltrativas, devendo promover analgesia adequada e atuar na pele íntegra, sem induzir efeitos adversos. Objetivo: Comparar os escores de dor entre duas formulações tópicas de lidocaína, em pacientes submetidos à terapia com laser fracionado de CO2. Métodos: Oito pacientes foram submetidos a uma sessão de laser de CO2 fracionado, após a aplicação de formulação industrializada de lidocaína 4% na hemiface direita e formulação magistral de lidocaína 30% associada à tetracaina 7% na hemiface esquerda. A intensidade da dor foi avaliada através da escala visual analógica de dor (EVA) no final do procedimento. Resultados: Os anestésicos tópicos, nas formulações magistral e industrializada, não apresentaram diferença estatisticamente significativa na avaliação dos escores de dor. Conclusões: Os dados sugerem que fórmulas com grande concentração de anestésicos não são mais eficientes em produzir analgesia do que as formulações industrializadas.


Palavras-Chave: ANESTESIA, ANESTESIA E ANALGESIA, LASERS

Melasma e laser fracionado não ablativo (1540nm): um estudo prospectivo

Melasma and non-ablative (1540 nm) laser: a prospective study

Denise Steiner, Carla Arantes Bertolucci Buzzoni, Fernanda Ayres de Morais e Silva, André César Antiori Freire Pessanha, Elisangela dos Santos Boeno, Thiago Vinicius Ribeiro Cunha

Resumo: Introdução: Diversos tratamentos têm sido propostos para o melasma porém todos com variáveis limitações. Em 2006 a FDA aprovou a fototermólise fracionada para o tratamento dessa dermatose. Objetivos: Avaliar a evolução clínica, através de métodos objetivos, de pacientes com melasma tratadas isoladamente com a fototermólise fracionada. Métodos: Estudo de intervenção terapêutica, aberto, prospectivo, de 20 pacientes com diagnóstico clínico de melasma. Os critérios de exclusão foram terapia hormonal, uso de retinoides orais, infecções cutâneas, gravidez e amamentação. Foram realizadas três sessões de laser fracionado não ablativo a intervalos de quatro semanas. Os parâmetros utilizados foram: Pulso = 15ms e energia crescente a cada sessão = 8 - 10 - 12J. Masi e colorimetria (com índices ITA, L, a, b) foram os parâmetros de avaliação utilizados antes do tratamento e quatro semanas após sua última sessão. Resultados: Completaram o estudo 18 pacientes do sexo feminino com idade entre 23 e 48 anos e fototipos de II a IV (Fitzpatrick). Realizaram-se o Masi em 17 e a colorimetria nas 18 pacientes. Houve redução estatisticamente significante da escala Masi (p < 0,0001, IC95%) e aumento médio dos índices L (p = 0,0003, IC 95%) e ITA (p = 0,0017, IC 95%) na colorimetria, traduzindo redução da pigmentação. Conclusões: A fototermólise fracionada mostrou-se opção segura e eficaz para o tratamento do melasma, apontando para alternativa a se somar aos tratamentos convencionais.


Palavras-Chave: MELANOSE, LASERS, COLORIMETRIA

Matricectomia com ácido tricloroacético estudo retrospectivo

Trichloroacetic acid matricectomy: a retrospective study

Fernanda Simões Alves, Sadamitsu Nakandakari

Resumo: Introdução: O tratamento da unha encravada pode ser conservador ou cirúrgico. O tratamento cirúrgico com matricectomia é o mais efetivo e pode ser realizado de forma mecânica ou química. Embora o fenol seja o agente mais utilizado, o ácido tricloroacético tem revelado bons resultados na matricectomia parcial química da unha encravada.
Objetivo: Demonstrar a utilização do ácido tricloroacético como opção no tratamento da unha encravada.
Métodos: Foram analisados 33 pacientes, totalizando 37 unhas encravadas que foram submetidas à matricectomia com ácido tricloroacético 50%, após exerese parcial da lâmina ungueal.Avaliaram-se os fenômenos agudos no período pós-operatório imediato e a efetividade do tratamento, em relação à recorrência de unha encravada no local tratado, após período variável de sete a 24 meses.
Resultados: A taxa de sucesso do tratamento foi de 70,27%. Observaram-se leve exsudação pós-cirúrgica, ausência de necrose tecidual e boa cicatrização.
Conclusão: A matricectomia com ácido tricloroacético apresenta poucos efeitos colaterais, é de fácil manuseio e tem boas taxas de resolutividade, podendo ser alternativa no tratamento da unha encravada.


Estudo comparativo de uso de Laser de diodo (810nm) versus luz intensa pulsada (filtro 695nm) em epilação axilar

Diode laser versus intense pulsed light in axillary epilation

Fernanda Homem de Mello de Souza, Camila Ferrari Ribeiro, Silvelise Weigert, Juliano Villaverde Schmidt, Lincoln Zambaldi Fabricio, Deborah Skusa de Torre Ataíde

Resumo:

Introdução: Laser de diodo e luz intensa pulsada estão entre as tecnologias mais uti- lizadas para fins epilatórios.
Objetivo: Comparação entre essas técnicas na epilação axilar.
Métodos: 15 pacientes de fototipos II e III foram submetidas a três sessões regulares de luz intensa pulsada (695nm) – Plataforma Quantum HR® (Lumenis,Yokneam, Israel) na axila direita e Laser de diodo (810nm) – Light Sheer ® (Lumenis,Yokneam, Israel) na axila esquerda. Foi realizada contagem de pelos pré e pós-tratamento, além de aplicado ques- tionário sobre efeitos adversos, dor e satisfação das pacientes.
Resultados: O escore de dor foi significativamente maior para a luz intensa pulsada, assim como o grau de inflamação (p<0,01 e p=0,03).Houve correlação significativa entre a fluência utilizada, a dor atribuída e o grau de inflamação para as duas técnicas (p<0,05). Ambas as técnicas proporcionaram redução significativa e semelhante na densidade de pelos. As pacientes consideraram o resultado final similar, porém à luz intensa pulsada foram atribuídos maiores efeitos colaterais. Não houve diferença na proporção de prefe- rência entre os diferentes métodos (p=0,80).
Conclusão: Na amostra estudada, com os parâmetros descritos, houve menor dor e incidência de efeitos colaterais com o uso do Laser de diodo em comparação à luz inten- sa pulsada, e eficácia semelhante entre as duas técnicas.


Palavras-Chave: DEPILAÇÃO, PELOS, LASERS

Estudo comparativo entre blefaropeeling e laser fracionado de CO2 no tratamento do rejuvenescimento periorbital

Comparative study between blepharopeeling and fractional CO2 laser in the treatment of periorbital rejuvenation

Fernanda Ayres de Morais e Silva, Denise Steiner, Tatiana Aline Steiner, André César Antiori Freire Pessanha, Thiago Vinícius Ribeiro Cunha, Elisangela dos Santos Boeno

Resumo: Introdução: A queixa de rugas e flacidez na região periocular é freqüente.O blefaropeeling utilizando a fórmula de Baker-Gordon e a aplicação de laser fracionado ablativo de CO2 fracionado são consideradas opções efetivas para o tratamento dessa região. Objetivo: Comparar as técnicas, a recuperação e os resultados finais das duas modalidades terapêuticas. Material e Métodos: Estudo comparativo de hemi-faces em pacientes com dermatocálase e rítides moderadas. Realizou-se no lado direito blefaropeeling e, no esquerdo, laser fracionado de CO2, cujos resultados foram avaliados por fotografia, medidas do sulco palpebral superior e melhora clínica. Resultados: Foram incluídas 11 pacientes no protocolo.Verificou-se melhora clínica e fotográfica com ambos os métodos. O tempo de recuperação foi maior com o peeling de fenol. As medidas do sulco palpebral superior não mostraram diferenças significativas. Conclusões: Ambas as modalidades terapêuticas são efetivas no tratamento do envelhecimento periorbital. O processo de recuperação o blefaropeeling foi mais demorado. Clinicamente a melhora da flacidez palpebral foi superior com o blefaropeeling.


Palavras-Chave: FENOL, TERAPIA A LASER, PÁLPEBRAS, ENVELHECIMENTO DA PELE

Peeling de gel de ácido tioglicólico 10%: opção segura e eficiente na pigmentação infraorbicular constitucional

10% thioglycolic acid gel peels: a safe and efficient option in the treatment of constitutional infraorbital hyperpigmentation

Adilson Costa, Arthur Volpe D'Angieri Basile, Vanessa Lucília Silveira Medeiros, Thaís Abdalla Moisés, Fernanda Sayuri Ota, Jimmy Adans Costa Palandi

Resumo: Introdução: A hipercromia infraorbicular constitucional é dermatose comum, de difícil tratamento. Objetivo: Avaliar a melhoria clínica da pigmentação infraorbicular constitucional com cinco peelings seriados de ácido tioglicólico a 10% em gel. Métodos: 10 voluntárias do sexo feminino, entre 24 e 50 anos de idade, realizaram cinco sessões quinzenais de peeling de ácido tioglicólico 10% gel. Na primeira sessão, o produto foi deixado por dois minutos, acrescentando-se três minutos a cada uma das sessões subsequentes, tendo na última sido deixado por 15 minutos; 15 dias após a última sessão, foi aplicada escala de satisfação clínica, de 0 (ausência de melhora) a 10 (melhora total), tanto às pacientes quanto ao médico aplicador e a um médico avaliador-cego. Resultados: A média da satisfação clínica apontada pelas pacientes foi 7,8; a do médico aplicador, 7,6; e a do médico avaliador-cego, 6,8, sem diferenças estatísticas entre eles (p=0,065). Conclusão: Os peelings seriados de ácido tioglicólico 10% em gel são alternativa segura, eficiente e barata para a abordagem da pigmentação infraorbicular constitucional.


Palavras-Chave: ABRASÃO QUÍMICA, OLHO, HIPERPIGMENTAÇÃO, DOENÇAS PALPEBRAIS

Estudo de avaliação da eficácia do ácido tranexâmico tópico e injetável no tratamento do melasma

Study evaluating the efficacy of topical and injected tranexamic acid in treatment of melasma

Denise Steiner, Camila Feola, Nediana Bialeski, Fernanda Ayres de Morais e Silva, André César Pessanha Antiori, Flávia Alvim Sant’Anna Addor, Bruno Brandão Folino

Resumo: Introdução: Melasma é uma hipermelanose adquirida de etiologia multifatorial e de tratamento difícil. O ácido tranexâmico (AT) tem sido estudado como alternativa terapêutica. Objetivo: Avaliar a eficácia e a segurança do AT no tratamento de melasma, comparando utilização de microinjeção localizada versus tratamento tópico. Material e Método: Foram selecionadas 18 mulheres com melasma, tratadas por 12 semanas com: Grupo A: aplicação domiciliar tópica de AT 3% 2x ao dia. Grupo B: injeções intradérmicas AT (4 mg/mL) semanais. Antes e após o tratamento, os grupos foram comparados sob os seguintes parâmetros: evolução fotográfica, evolução do MASI, autoavaliação e colorimetria. Resultados: 17 pacientes completaram o estudo. A avaliação fotográfica revelou, no grupo A, melhora em 12,5%, piora em 50% e, em 37,5%, não houve alteração alguma. No grupo B, 66,7% de melhora e 22,2% sem alterações. Em relação ao MASI, houve melhora significativa (p = 0,0026), sem diferença entre os tratamentos (p = 0,6512). Na autoavaliação, no grupo A,37,5% das pacientes classificaram como boa e 50%, como imperceptível. No grupo B, 66,7% classificaram como boa e 33,3%, imperceptível. A avaliação colorimétrica revelou melhora significativa nos tratamentos (p = 0,0008). Conclusão: Embora a avaliação clínica subjetiva tenha demonstrado superioridade do tratamento injetável, na avaliação objetiva, ambos os tratamentos revelaram–se significativamente eficazes, o que indica que o AT é uma nova e promissora opção terapêutica para o melasma.


Palavras-Chave: ÁCIO TRANEXÂMICO, MELASMA, TERAPÊUTICA

Diagnóstico por Imagem

Diagnóstico de pseudomelanoma na microscopia confocal: o desafio das células dendríticas epidérmicas

Pseudomelanoma diagnostic through confocal microscopy: the challenge of the epidermal dendritic cells

Fernanda Berti Rocha Mendes; Raquel de Paula Ramos Castro; Mariana Petaccia de Macedo; Clovis Antonio Lopes Pinto; João Pedreira Duprat Neto; Gisele Gargantini Rezze

Resumo:

Nevo recorrente ou pseudomelanoma é uma lesão melanocítica benigna que surge na mesma topografia após a remoção cirúrgica incompleta de nevos. Estas lesões pigmentadas melanocíticas, em alguns casos, podem ser um desafio diagnóstico quando examinadas pela dermatoscopia, principalmente se houver história clínica de crescimento ou recorrência da lesão, como ocorre no fenômeno do nevo recorrente. A microscopia confocal de reflectância, é uma técnica de imagem in vivo não-invasiva com alta resolução histomorfológica da pele, que pode ser utilizada na diferenciação entre lesões benignas e malignas, aumentando a acurácia diagnóstica in vivo. Porém, em alguns casos, apenas os exames histológico e imunohistoquímico da lesão completa podem elucidar o diagnóstico.


Palavras-Chave: CARCINOMA BASOCELULAR; EPIDEMIOLOGIA; NEOPLASIAS CUTÂNEAS; PATOLOGIA; DERMATOLOGIA

Tratamento cirúrgico do tumor glômico subungueal orientado pela ultrassonografia doppler

Surgical treatment of the subungual glomus tumor guided by Doppler ultrasonography

Andreia Pizarro Leverone; Bernardo Kawa Kac; Clarissa Canella; Claudia Fernanda Dias Souza; Olga Milena Zarco Suarez; Fabiana Palmieri Zarur

Resumo: O tumor glômico subungueal é uma neoplasia benigna de células glômicas sendo caracterizado clinicamente por dor paroxística e hipersensibilidade ao frio, o que gera prejuízo funcional ao paciente. O diagnóstico é baseado na anamnese e exame físico, podendo ser melhor orientado com base no estudo radiológico, com o ultrassom e doppler. Demonstramos os aspectos clínicos e ultrassonográficos de um caso, descrevendo o procedimento cirúrgico.


Palavras-Chave: TUMOR GLÔMICO; ULTRASSONOGRAFIA DOPPLER EM CORES; PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS AMBULATORIAIS.

Educação médica continuada

Anestésicos tópicos

Topical Anesthetics

Giselle Carvalho Froes, Fernanda de Assis Ottoni, Gabriel Gontijo

Resumo: Introdução: Os anestésicos tópicos, de indiscutível utilidade na rotina do dermatologista, têm sido cada vez mais utilizados pela população, nem sempre com prescrição e supervisão médica. Seu uso pode envolver complicações ligadas, principalmente,à aplicação inadequada, seja em pele lesada ou inflamada, em grandes áreas corporais, em mucosas ou em pacientes de risco. As reações adversas podem variar desde efeitos locais transitórios, reações alérgicas e/ou irritativas, até quadros mais graves, embora raros, como metemoglobinemia, arritmias e insuficiência cardiorrespiratória.Este artigo visa discutir as preparações comerciais de anestésicos tópicos hoje disponíveis, seu histórico, farmacologia, aplicação clínica e complicações.


Palavras-Chave: ANESTÉSICOS, ANALGESIA, LIDOCAÍNA, PRILOCAÍNA, TETRACAÍNA

Tratamentos estéticos e cuidados dos cabelos: uma visão médica (parte 2)

Hair care: a medical overview (part 2)

Leonardo Spagnol Abraham, Andreia Mateus Moreira, Larissa Hanauer de Moura, Maria Fernanda Reis Gavazzoni, Flávia Alvim Sant’Anna Addor

Resumo: Neste artigo, os autores complementam o primeiro trabalho sobre a pesquisa dermatológica dos tratamentos estéticos capilares. O alisamento capilar definitivo com os principais alisantes legalizados – hidróxidos de sódio e lítio, hidróxido de guanidina e tioglicolato de amônio –, suas diferenças, mecanismos de ação, indicações e segurança para a saúde são aqui abordados. O artigo ainda discute sobre o uso ilegal e indiscriminado de produtos do grupo dos aldeídos (formaldeído e glutaraldeído) nos salões de cabeleireiro no Brasil, suas implicações legais e em saúde pública, sua carcinogenicidade e a identificação dos referidos registros junto à ANVISA. Também são estudados os xampus e agentes condicionadores indicados para tratamento da haste capilar. Ao final, são discutidas as implicações dos tratamentos capilares em geral, para a saúde do fio e do couro cabeludo.


Novas Técnicas

Curativo compressivo para couro cabeludo

Compressive dressing for the scalp

Rogério Nabor Kondo; Fernanda Teixeira Ortega

Resumo:

Criar curativos compressivos que evitem hematomas no pós-operatório de cirurgias no couro cabeludo é um desafio. Tais curativos podem ser especialmente de problemática realização na região do vértex, pela dificuldade de adesão da fita hipoalergênica no local. Os autores apresentam uma boa opção de curativos compressivos para uso após cirurgias no couro cabeludo.


Palavras-Chave: CURATIVOS OCLUSIVOS; PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS AMBULATÓRIOS; CABEÇA; COURO CABELUDO

Zetaplastia como alternativa para fechamento de defeito cirúrgico duplo

Zetaplasty as an alternative for reconstructing double surgical defects

Airton dos Santos Gon; Fernanda Mendes Araújo

Resumo: Apresentamos a reconstrução cirúrgica após exérese de dois carcinomas basocelulares sincrônicos e próximos, em região infraclavicular esquerda, utilizando a técnica de retalho de transposição do tipo zetaplastia. Por ser versátil e de execução simples, a zetaplastia demonstrou ser técnica útil na reconstrução de defeitos duplos num único procedimento.


Palavras-Chave: CARCINOMA BASOCELULAR; NEOPLASIAS CUTÂNEAS; RETALHOS CIRÚRGICOs

Passos para um retalho nasolabial em único tempo cirúrgico

Steps for performing a nasolabial flap in a single surgical time

Lara Caroline Grander; Solange Cardoso Maciel Costa Silva; Alice Paixão Lisboa; Virginia Pinheiro de Souza; Fernanda Cabral

Resumo:

O lábio superior é comumente acometido por carcinomas cutâneos. A excisão da neoplasia com margens oncológicas seguras torna a incisão ampla, e, às vezes, retalhos fazem-se imprescindíveis. A reconstrução labial bem-sucedida inclui, além do objetivo estético, a manutenção da funcionalidade oral perfeita. Relata-se a descrição de retalho cutâneo de rotação nasolabial associado a retalho de avançamento da mucosa bucal em único tempo cirúrgico, realizado em paciente com carcinoma basocelular acometendo a porção lateral esquerda do lábio superior.


Palavras-Chave: RETALHOS CIRÚRGICOS; CARCINOMA BASOCELULAR; MUCOSA BUCAL

Blefaroplastia com correção de entrópio senil da pálpebra inferior

Blepharoplasty with correction of senile entropion in the lower eyelid

Joaquim José Teixeira de Mesquista Filho; Fernanda Campany

Resumo: Descreve-se a técnica para correção do entrópio, relatando-se o caso de paciente que apresentava essa alteração na pálpebra inferior esquerda, além de flacidez e pseudo-herniações de gordura nas regiões palpebrais direita e esquerda. Foram realizadas blefaroplastia superior e inferior bilaterais, e ressecção total em cunha do músculo orbicular e do tarso de ambas as pálpebras inferiores, seguida de reconstrução. A paciente evoluiu com bom resultado funcional e estético, livre de complicações.


Palavras-Chave: BLEFAROPLASTIA, ENTROPIO, RECONSTRUÇÃO

Relatos de casos

Carcinoma de células de Merkel: apresentação clínica, dermatoscópica e imuno-histoquímica de um tumor raro

Merkel cell carcinoma: clinical, dermoscopic and immunohistochemicalaspects of a rare tumor

Fernanda Freitas de Brito; Tatiana Cristina Pedro Cordeiro de Andrade; Letícia Marra da Motta; Maria Lopes Lamenha Lins Cavalcante; Cleverson Teixeira Soares; Sadamitsu Nakandakari

Resumo:

Carcinoma de células de Merkel é tumor cutâneo neuroendócrino raro e altamente agressivo. Objetiva-se neste artigo alertar para a possibilidade desse diagnóstico, geralmente não considerado hipótese inicial em neoplasias cutâneas. Relatamos dois casos de pacientes do sexo feminino, idosas com queixa de nódulo único eritematoso na face. Aventaram-se hipóteses diagnósticas de carcinoma basocelular e melanoma amelanótico. À dermatoscopia foi evidente a presença de telangiectasias O exame histopatológico da biópsia incisional diagnosticou carcinoma de células de Merkel. Essa neoplasia ocorre tipicamente em pacientes brancos, acima de 65 anos, manifestando-se como nódulo eritêmato-violáceo, de crescimento rápido, sendo a imuno-histoquímica essencial para o diagnóstico.


Palavras-Chave: NEOPLASIAS CUTÂNEAS; CARCINOMA DE CÉLULA DE MERKEL; TUMORES NEUROENDÓCRINOS; IMUNO-HISTOQUÍMICA

O tratamento bem-sucedido com fototerapia UVB banda estreita em um caso raro de líquen escleroso extragenital generalizado

Successful treatment of a rare case of widespread extragenital lichen sclerosus with narrow band UVB phototherapy

Fernanda Freitas de Brito; Tatiana Cristina Pedro Cordeiro de Andrade; Ana Paula Cota Pinto Coelho; Ana Cecília Versiani Duarte Pinto; Adauto José Ferreira Nunes; Claudio Sampieri Tonello

Resumo:

O líquen escleroso é patologia incomum acometendo tanto região genital quanto extragenital, constituindo apresentação atípica da doença. O uso de corticosteroides tópicos é considerado primeira linha para tratamento da doença genital. Lesões extragenitais são menos sensíveis a essa terapêutica. Relata-se caso de líquen escleroso em paciente do sexo feminino, de 82 anos, com envolvimento extragenital generalizado e tratamento bem-sucedido com fototerapia UVB de banda estreita. O líquen escleroso é dermatose inflamatória crônica, e as formas disseminadas da doença são raras e sem consenso em relação ao tratamento da forma extragenital. A opção pela terapia com UVB de banda estreita baseou-se nos relatos da literatura.


Palavras-Chave: LÍQUEN ESCLEROSO E ATRÓFICO; ATROFIA; FOTOTERAPIA

Reconstrução de ferida cirúrgica do lábio inferior com retalho de Abbe após cirurgia de Mohs para carcinoma espinocelular

Surgical wound reconstruction of the lower lip with Abbé flap after Mohs surgery for squamous cell carcinoma

André Cesar Antiori Freire Pessanha; Luiz Roberto Terzian; Fernanda de Sousa Ferrara

Resumo:

O câncer do lábio corresponde a 25-35% de todos os cânceres de boca. O carcinoma espinocelular é o tipo histológico mais comum nesse local (95%). São descritas diversas opções de reconstrução de feridas após exerese desse tipo de tumor no lábio inferior, cuja escolha depende da experiência do cirurgião e da proporção do defeito final em relação à dimensão do lábio. Descreve-se caso de paciente do sexo masculino com ferida no lábio inferior diagnosticada histopatologicamente como carcinoma espinocelular invasivo. Procedeu-se à cirurgia de Mohs tendo sido feita a reconstrução com retalho de transposição do lábio superior (retalho de Abbe). Na evolução observou-se abertura completa da boca, sem prejuízo funcional da fonação e mastigação, e com resultado cosmético favorável, demonstrando-se assim a utilidade desse tipo de reconstrução.


Palavras-Chave: CIRURGIA DE MOHS; CARCINOMA DE CÉLULAS ESCAMOSAS; RECONSTRUÇÃO

Carcinoma espinocelular e foliculite decalvante: relato de caso dessa rara associação

Squamous cell carcinoma and folliculitis decalvans: a case report on this uncommon association

Maria Lopes Lamenha Lins Cavalcante; Ana Cecília Duarte Pinto; Fernanda Freitas de Brito; Gardênia Viana da Silva; Sadamitsu Nakandakari; Cleverson Teixeira Soares

Resumo:

O carcinoma espinocelular relaciona-se à exposição à radiação UVB e à presença de lesões cutâneas crônicas. A foliculite decalvante é alopecia cicatricial que cursa com inflamação do couro cabeludo. Na literatura médica, é rara a associação entre foliculite decalvante e carcinoma espinocelular, o que motivou o relato desse caso. Paciente do sexo masculino, 66 anos, portador de foliculite decalvante desde a infância, queixava-se de lesões de crescimento progressivo sobre a área de alopecia. A biópsia realizada confirmou carcinoma espinocelular. O relato desse caso abrange o conceito de "úlcera de Marjolin" ao incluir a foliculite decalvante como lesão inflamatória precursora de carcinoma espinocelular.


Palavras-Chave: ALOPECIA; CARCINOMA DE CÉLULAS ESCAMOSAS; FOLICULITE

Preenchimento com PMMA em membros inferiores em paciente com lipodistrofia por antirretrovirais

Polymethylmethacrylate (PMMA) filling in the lower limbs of a patient with lipodystrophy caused by antiretroviral drugs

Carlos Roberto Antonio; João Roberto Antonio; Guilherme Bueno de Oliveira; Fernanda Tomé Alves

Resumo: A terapia antirretroviral promoveu melhor qualidade de vida para pacientes portadores de HIV. Entretanto, alterações metabólicas nos pacientes, como a síndrome lipodistrófica do HIV, podem ocorrer com seu uso. Assim, é necessário adotar estratégias para prevenir e tratar a lipodistrofia e outros possíveis efeitos colaterais dessa terapêutica. Relata-se o caso de paciente do sexo feminino, com uso de terapia antirretroviral e diminuição do diâmetro dos membros inferiores bilateralmente, principalmente em joelhos e terço distal das pernas. Os locais com evidências de lipoatrofia foram preenchidos com polimetilmetacrilato, com resultado satisfatório e adesão da Tarv pela paciente.


Palavras-Chave: POLIMETIL METACRILATO; SÍNDROME DE IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA MURINA; SÍNDROME DE LIPODISTROFIA ASSOCIADA AO HIV.

Síndrome de Gorlin Goltz: relato de um caso exuberante

Gorlin-Goltz syndrome: report of an exuberant case

Lidicie Natalia Braga de Oliveira; Fernanda Tolstoy; Dolival Lobão

Resumo: A síndrome do nevo basocelular, também conhecida como síndrome de Gorlin Goltz, é doença autossômica dominante que se apresenta com o desenvolvimento de carcinomas basocelulares em pacientes jovens entre outros achados clínicos e radiológicos. Como essa síndrome tende a ser doença sistêmica, o melhor entendimento a seu respeito pelas diversas especialidades médicas é importante para o diagnóstico precoce, permitindo tratamento e prevenção secundária adequados. No caso descrito, apresentamos um paciente adulto com múltiplos carcinomas basocelulares exuberantes difusos pelo corpo há 10 anos.


Palavras-Chave: SÍNDROME DO NEVO BASOCELULAR; CARCINOMA BASOCELULAR; CISTO EPIDÉRMICO

Tratamento de Lesões Cicatriciais Acrômicas de Lúpus Discoide com Técnica de Enxertia por punch: Relato de Caso

The treatment of discoid lupus erythematosus achromic cicatricial lesions with the punch grafting technique: a case report

Luiza Eastwood Romagnolli; Larissa Montanheiro dos Reis; Fernanda Bebber Douat; Manuela Ferrasso Zuchi Delfes; Eveline Roesler Battaglin; Deborah Skusa de Torre

Resumo: Relata-se o caso de paciente do sexo feminino, de 47 anos, com lúpus discoide, variante clínica mais comum do lúpus cutâneo crônico, apresentando lesões cicatriciais acrômicas na face. Foi realizada técnica de enxertia com punch nas regiões: supraorbitária direita, malar direita e nasal. As áreas doadoras foram as regiões retroauriculares direita e esquerda. Observou-se halo de repigmentação de aproximadamente 1cm ao redor de cada enxerto. Essa técnica vem sendo utilizada no tratamento de vitiligo refratário, porém pode também ser empregada com bons resultados nas lesões cicatriciais acrômicas de lúpus discoide sem atividade.


Palavras-Chave: LÚPUS ERITEMATOSO DISCOIDE; TRANSPLANTE DE PELE; PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS AMBULATORIOS; PELE.

Laser fracionado de CO2 e ácido fusídico na balanite de Zoon: relato de caso

Fractional CO2 laser and fusidic acid in Zoon’s balanitis: a case report

Sonia Maria Fonseca de Andrade, Fernanda Roberta Lorenski , Débora Chaves Silva Pinto, Antônio Tebcherani, Michele Cavalcante Pontes

Resumo: A balanite de Zoon é lesão inflamatória benigna crônica, de etiologia desconhecida. Relata-se o caso de paciente do sexo masculino de 66 anos, há dois anos com placa eritematosa localizada na glande. Observou-se redução significativa do tamanho da placa e melhora do prurido com o uso de laser fracionado de CO2 associado ao ácido fusídico. O tratamento mostrou-se tolerável e de fácil execução. Concluímos que a lesão foi pouco responsiva ao tratamento tópico conservador com corticoide e muito mais responsiva ao tratamento com laser fracionado de CO2, obtendo-se boa resposta e melhora na qualidade de vida do paciente.


Palavras-Chave: PLASMÓCITOS, TERAPIA A LASER, ÁCIDO FUSÍDICO

Preenchimento profundo do sulco lacrimal com ácido hialurônico

Deep-fill of the tear trough with hyaluronic acid

Flávia Naranjo Ravelli, Juliana Sandin, Fernanda Dias Pacheco Sakai , Ana Carolina Lisboa de Macedo, Viviane Chehin Curi, Thais Adura Pepe

Resumo: A aparência resultante da protusão da gordura orbital, agravada com discromia local, é esteticamente desagradável e piora com o envelhecimento. O objetivo deste trabalho é relatar o tratamento do sulco lacrimal de 15 pacientes com preenchimento de ácido hialurônico. O produto foi introduzido profundamente através de retroinjeção. Onze pacientes (73%) demonstraram satisfação após o procedimento. Dois casos (13%) apresentaram edema na região, um (6%) passou a salientar a hipercromia das pálpebras inferiores, e outro (6%) apresentou irregularidade na superfície cutânea preenchida, sendo tratado com hialuronidase. Essa técnica demonstrou bons resultados sem complicação grave.


Palavras-Chave: ÁCIDO HIALURÔNICO, REJUVENESCIMENTO, ORBITA, PELE

Resolução cirúrgica do eclabio através do retalho de Limberg

Surgical resolution of eclabium using a Limberg flap

Luciana Abreu, Maria Isabel Cárdenas, Fernanda Campany, Joaquim José Teixeira de Mesquita Filho

Resumo: O carcinoma basocelular é o câncer de pele mais frequente. Quando recidivados, tumores desse tipo têm taxas de cura inferiores à dos tumores primários, razão pela qual é preconizado tratamento cirúrgico com re-excisão através de cirurgia micrográfica ou com controle de margens por congelação. Relata-se caso de carcinoma basocelular recidivado de grandes proporções que, após exérese total e correção por meio de retalho de rotação e enxerto de pele total, evoluiu com eclábio. Essa complicação inestética foi corrigida num segundo tempo através do retalho de Limberg. Apresenta-se alternativa para correção de eclábio e enfatiza-se a necessidade de incluir na formação do cirurgião dermatológico o aprendizado para a resolução de complicações.


Palavras-Chave: CARCINOMA BASOCELULAR, RETALHOS CIRÚRGICOS, RECIDIVA LOCAL DE NEOPLASIA, LÁBIO

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações