Sociedade Brasileira de Dermatolodia Surgical & Cosmetic Dermatology

GO TO

ISSN-e 1984-8773

Artigos
RelacionadosA consulta encontrou: 2 resultado(s)

Voltar ao artigo

 

Artigos Originais

Estudo duplo-cego e randomizado do peeling de ácido retinoico a 5% e 10% no tratamento do melasma: avaliação clínica e impacto na qualidade de vida

Double-blind randomized study of 5% and 10% retinoic acid peels in the treatment of melasma: clinical evaluation and impact on the quality of life

Geraldo Magela Magalhães, Maria de Fátima Melo Borges, Aline Raissa de Carvalho Queiroz, Ana Andrade Capp, Sabrina Veloso Pedrosa, Michelle dos Santos Diniz

Resumo: Introdução: o melasma é dermatose de alta prevalência que provoca grande impacto na qualidade de vida dos pacientes. Seu tratamento é um desafio. O índice de área e gravidade do melasma – Masi, e o Melasma Quality of Life Scale – MelasQoL são instrumentos úteis na avaliação clínica e do impacto na qualidade de vida, respectivamente. Objetivo: estudar, através do Masi e MelasQoL, o efeito do peeling de ácido retinoico em pacientes portadoras de melasma, comparando as concentrações de 5 e 10%. Métodos: 30 pacientes foram randomizados e submetidos a peelings de ácido retinoico a 5% ou 10% nas semanas 0, 2, 4 e 6.As pacientes foram submetidas à avaliação clínica, através do Masi e à avaliação da qualidade de vida, através do MelasQoL, nas semanas 0 e 8. Resultados: na avaliação global dos dois grupos houve redução estatisticamente significativa de ambos os índices após os tratamentos. Quando se compararam os peelings de ácido retinoico a 5 e 10% não se observou diferença estatisticamente significativa entre as variáveis Masi e MelasQoL. Conclusões: o peeling de ácido retinóico é eficaz e seguro no tratamento do melasma, como tratamento isolado, e não há diferença da melhora quando se comparam as concentrações de 5% e 10%.


Palavras-Chave: MELANOSE, TRETINOÍNA, TERAPÊUTICA, QUALIDADE DE VIDA

Peeling de ácido láctico no tratamento do melasma: avaliação clínica e impacto na qualidade de vida

Lactic acid chemical peel in melasma

Geraldo Magela Magalhães, Maria de Fátima Melo Borges, Patrícia Januzzi Vieira e Oliveira, Daniela Rezende Neves

Resumo:

Introdução: O melasma caracteriza-se por máculas hipercrômicas adquiridas,principal- mente na face,que atingem frequentemente as mulheres,com verdadeira incidência des- conhecida.O objetivo do tratamento é o controle da doença,e várias opções são dispo- níveis.O Índice de área e gravidade do melasma - MASI é medida útil na avaliação clí- nica do melasma,e o Melasma Quality of Life Scale - MELASQoL,instrumento capaz de verificar objetivamente o impacto na qualidade de vida dos pacientes.
Objetivo: avaliar,através do MASIe MELASQoL,o efeito do peeling de ácido láctico em pacientes portadores de melasma.
Métodos: 33 pacientes portadoras de melasma,predominantemente do fototipo IV, foram submetidas a peelings seriados de ácido láctico 85% (solução hidroalcolica,pH=3,5). Foram realizadas avaliação clínica,através do MASI,e avaliação de impacto na qualidade de vida,através do MELASQoL,pré e pós-tratamento.
Resultados: observou-se redução significativa de ambos os índices após tratamento, tendo sido de sete pontos a queda média do MASI.Não foi observada correlação entre a variação do MASIe do MELASQoL,denotando que a melhora clínica nem sempre cor- responde ao grau de expectativa das pacientes em relação ao tratamento.
Conclusões: o peeling de ácido láctico alia efetividade no tratamento do melasma com bom perfil de segurança.


Palavras-Chave: MELANOSE, ÁCIDO LÁCTICO, TERAPÊUTICA, QUALIDADE DE VIDA


Facebook Twitter Linkedin

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações