Sociedade Brasileira de Dermatolodia Surgical & Cosmetic Dermatology

GO TO

ISSN-e 1984-8773

Artigos
RelacionadosA consulta encontrou: 11 resultado(s)

Voltar ao artigo

 

Artigos Originais

Importância do perfil de textura e sensorial no desenvolvimento de formulações cosméticas

Importance of texture and sensorial profile in cosmetic formulations development

Marina Mendes Fossa Shirata; Patrícia Maria Berardo Gonçalves Maia Campos

Resumo:

Introdução: Assim como a avaliação da eficácia clínica de formulações cosméticas nas reais condições de uso é imprescindível, a correlação destes resultados com análises do perfil de textura e sensorial faz-se necessária, pois impactam diretamente na continuidade do tratamento cosmético.
Objetivo: Avaliar e correlacionar o perfil de textura, características sensoriais e eficácia clínica de formulações cosméticas contendo oligossacarídeos da alfafa, polissacarídeos da mandioca e filtros solares.
Métodos: Foram avaliados o perfil de textura, características sensoriais e a eficácia clínica de formulações, por meio de técnicas de biofísica e análise de imagem.
Resultados: Os métodos empregados apresentaram correlação, pois, a formulação acrescida de filtros e ativos proporcionou melhores espalhabilidade e características sensoriais. A avaliação da eficácia clínica se mostrou coerente com a análise sensorial uma vez que o parâmetro "pele macia" pode ser comprovado com o aumento da hidratação e melhora do microrrelevo da pele.
Conclusões: A aplicação e correlação das técnicas empregadas possibilitaram a definição e obtenção de formulações com aceitação sensorial e eficácia clínica comprovadas na melhora da textura e hidratação da pele. Assim, este estudo apresenta contribuição na área dermatológica, uma vez que o sensorial adequado favorece a adesão ao uso do produto e o consequente sucesso do tratamento.


Palavras-Chave: EFICÁCIA; COSMÉTICOS; BIOFÍSICA; POLISSACARÍDEOS; OLIGOSSACARÍDEOS

Estudo comparativo: tratamento do rejuvenescimento de mãos utilizando a luz intensa pulsada isolada ou associada ao laser fracionado não ablativo 1340nm

Comparative study: Hands rejuvenation treatment using intense pulsed light isolatedly or associated with 1,340nm nonablative fractional laser

Valeria Campos; Luciana Maluf; Luz Marina Hannah Grohs; Stela Cignachi; Mariana Isis Wancizinski; Juliana Fávaro Izidoro; Fabiola Schauffler Stock; Marcella Ledo Martins Costa

Resumo:

Introdução: O dorso das mãos representa parte visível do corpo, e seu rejuvenescimento demanda atenção especial. A combinação de diferentes técnicas nessa área é importante para aumentar a eficácia dos tratamentos. Objetivo: Este estudo avaliou a eficácia clínica do laser fracionado não ablativo (Nd:YAP 1340nm) combinado com luz intensa pulsada (LIP) para rejuvenescimento das mãos. Métodos: Este estudo prospectivo e comparativo avaliou durante 90 dias 11 pacientes com envelhecimento nas mãos. Foram realizadas duas sessões com intervalo de duas semanas utilizando. IPL e Nd:YAP 1340nm laser na mão esquerda e apenas LIP na mão direita.Foram criados escores de 1 a 4 para pontuar a melhora clínica, segundo os seguintes parâmetros: rugas, pigmentação, brilho, ceratoses e rejuvenescimento global em relação à elasticidade e preenchimento de estruturas visíveis como ossos, tendões e vasos. Resultados: Ao analisar as frequências das categorias das variáveis estudadas observamos que houve melhora mais acentuada na mão esquerda. Na análise comparativa, o cálculo da média de cada aspecto para cada mão mostrou que a variável com melhor resposta foi rejuvenescimento global e que a mão esquerda apresentou melhora de maior representatividade nas características estudadas. Dez dos 11 pacientes revelaram-se mais satisfeitos com o tratamento combinado, sem a presença de efeitos adversos significativos. Conclusões: A associação do laser fracionado não ablativo 1340nm à LIP demonstrou ser segura e mais efetiva do que a LIP isolada no rejuvenescimento de mãos.


Palavras-Chave: LASER, REJUVENESCIMENTO, MÃOS.

Estudo histológico comparativo e controlado de fibras colágenas da pele humana após terapia celular com fibroblastos

Comparative histological controlled study of human skin collagen fibers after cell therapy with fibroblasts

Ariene Murari Soares de Pinho; Isis Sousa Oliveira Pereira; Marina Emiko Yagima Odo; Lilian Piñeiro Marcolin Eça

Resumo:

Introdução: Introdução: A derme é composta principalmente por matriz extracelular e fibroblastos,que produzem colágeno tipos I e III, e fibras elásticas. Objetivo: Através de estudo clínico prospectivo,comparativo e controlado verificar se há, na pele humana sadia, aumento na produção de fibras colágenas após a injeçãode fibroblastos autólogos na derme. Métodos: Foram colhidos dois fragmentos de pele, na região retroauricular direita de quatro mulheres com idade entre 25 e 60 anos. Em um dos fragmentos foi feita a análise histológica com hematoxilina-eosina e picrosirius, para qualificação e quantificaçao de fibras colágenas (grupo controle). O outro fragmento foi submetido, em laboratório, a uma digestão enzimática para extração e cultivo de fibroblastos. Após crescimento satisfatório (1 x 107 células/ml) os fibroblastos cultivados foram aplicados na região retroauricular esquerda das pacientes(grupo pesquisa). Três meses após foram colhidas biopsias dessa região e também coradas com hematoxilina-eosina e picrosirius para o estudo comparativo dos dois grupos. Resultados: O estudo estatístico do número de fibras colágenas nas três camadas da derme - superior, média e profunda - , comparativo entre os grupos-controle e pesquisa, mostrou que as médias e medianas observadas após a aplicação das células foram maiores do que as observadas antes da aplicação. Conclusão: A injeção de fibroblastos redunda em aumento na quantidade de fibras colágenas em todas as regiões da derme, sendo maior na região profunda


Palavras-Chave: FIBROBLASTOS; TERAPIA CELULAR; COLÁGENO

Cicatrizes hipertróficas e queloides: tratamento com cirurgia e infiltração de methotrexate - estudo-piloto

Hypertrophic scars and keloids: treatment with surgery and methotrexate injections: a pilot study

Tatiana Gandolfi de Oliveira; Rossana Cantanhede Farias de Vasconcelos; Lilian Mayumi Odo; Marina E.Y. Odo

Resumo: Introdução: Várias modalidades terapêuticas têm sido utilizadas para o tratamentos de queloides e cicatrizes hipertróficas. Objetivo: Tratamento de queloides e cicatrizes hipertróficas com excisão e injeção intralesional de methotrexate. Métodos: Neste estudo aberto de intervenção terapêutica 11 pacientes foram tratados. Exames laboratoriais e fotos foram realizados antes, durante e após tratamento. Após a excisão das lesões, a sutura foi infiltrada com methotrexate a partir do sétimo dia, semanalmente, durante seis meses. A dose semanal foi de 2,5mg/10cm de sutura, e a dose máxima de 5mg por indivíduo. A avaliação foi feita pelo médico e pelo paciente. Resultados: Seis meses após o término do tratamento, não ocorreu recidiva da lesão em cinco casos, houve recidiva parcial em seis casos e nenhuma recidiva total. Não houve alteração dos exames laboratoriais. Conclusões: A dose máxima semanal de 5mg de methotrexate durante seis meses utilizada neste estudo-piloto para tratamento de queloides e cicatrizes hipertróficas é segura e dificulta a recidiva. São necessários mais estudos para complementar este trabalho.


Palavras-Chave: QUELOIDE; CICATRIZ HIPERTRÓFICA; TERAPÊUTICA; PELE.

Técnica de correção de cicatrizes distensíveis de acne com ácido hialurônico, otimizada com iluminação de LED

Distensible acne scar correction using hyaluronic acid enhanced with LED lighting

Carlos Roberto Antonio; Marina Garcia Nicoli

Resumo: Introdução: A melhor opção para tratamento das cicatrizes de acne distensíveis é o preenchimento, porém muitas dessas lesões não são adequadamente visualizadas na iluminação tradicional. Objetivo: Investigar se o foco de luz de LED favorece a realização da técnica de preenchimento com ácido hialurônico em cicatrizes de acne. Métodos: Doze pacientes foram tratados com e sem foco diagonal e posterior de luz de LED. Os próprios pacientes e dois médicos atribuíram percentual de melhora. As medianas dos percentuais de melhora atribuídos pelos pacientes foram 60% (sem LED) e 70% (com LED). Resultados: Medianas dos percentuais atribuídos pelos médicos foram 55%/65% (sem LED) e 70%/72,5% (com LED). Conclusão: o uso do foco de luz LED em posição diagonal e posterior otimiza os resultados e os índices de satisfação dos pacientes.


Palavras-Chave: ACNE VULGAR; CICATRIZ; ÁCIDO HIALURÔNICO.

Classificação das rugas periorbitárias e tratamento com a toxina botulínica tipo A

Classification of periorbital wrinkles and treatment with Botulinum Toxin Type A

Bhertha M.Tamura, Marina Y.Odo

Resumo:

Introdução: As rugas peri orbitárias constituem importante componente do envelheci- mento facial e podem ser minimizadas através do tratamento com toxina botulínica.
Objetivo: Tratamento de rugas periorbitárias através de injeções de toxina botulínica do músculo periorbicular, abrangendo os pontos laterais clássicos e outros adicionais na pál- pebra inferior, desenvolvidos a partir da classificação destas rugas.
Métodos: Foram revisados dados clínicos e fotográficos de 530 pacientes, no período de 2001 a 2007, que tiveram suas rugas periorbitárias classificadas e tratadas com toxina botulínica.
Resultados: 30% dos pacientes com idade superior a 45 anos e 80% daqueles com idade inferior a 45 anos apresentaram melhora total das rugas após tratamento nos pontos clás- sicos. Os demais necessitaram tratamento nos pontos adicionais da pálpebra inferior.
Conclusão: A classificação das rugas facilitou o encaminhamento ao melhor tratamento. Apesar do grande benefício trazido pelos pontos clássicos, verificamos a necessidade do tratamento com toxina botulínica nos pontos adicionais. Devem ser também levadas em consideração a presença de tecido celular subcutâneo e a idade do paciente.


Palavras-Chave: ENVELHECIMENTO, PÁLPEBRAS, CLASSIFICAÇÃO

Educação médica continuada

Uso de bleomicina em queloides e cicatrizes hipertróficas: revisão da literatura

Use of bleomycin in keloids and hypertrophic scars: a literature review

Marcela Baraldi Moreira; Caroline Romanelli; Marina de Almeida Delatti; Marcel Alex Soares dos Santos; Daniela Melo Siqueira; Bogdana Victória Kadunc

Resumo:

Queloides e cicatrizes hipertróficas resultam da cicatrização anormal de feridas, com crescimento excessivo de tecido fibroso. Apesar da elevada ocorrência na população, das altas taxas de recidivas e do importante comprometimento psicossocial, o tratamento continua sendo um desafio para os dermatologistas.
O objetivo deste trabalho foi revisar publicações sobre aspectos clínicos, etiológicos e terapêuticos de queloides e cicatrizes hipertróficas, com ênfase em sua terapêutica com bleomicina, demonstrando seu uso eficaz e seguro.
A busca foi realizada nas bases de dados Scopus e MEDLINE, utilizando-se, para o período de 1995 a 2016, as palavras-chave: queloide/keloid; cicatriz hipertrófica/cicatrix, hypertrophic; e bleomicina/bleomycin.


Palavras-Chave: QUELOIDE; CICATRIZ HIPERTRÓFICA; BLEOMICINA

Novas Técnicas

Técnica do anel para correção de cicatrizes inestéticas periauriculares

Ring technique for the correction of unaesthetic periauricular scars

Marina Emiko Yagima Odo, Lilian Mayumi Odo, Luiz Carlos Cucé

Resumo: As cicatrizes inestéticas alargadas ou hipertróficas periauriculares podem ser decorrentes da tensão sobre a sutura das incisões da ritidoplastia. Em estudo retrospectivo de cinco anos, 10 pacientes do sexo feminino portadoras de cicatrizes inestéticas foram tratadas com a técnica do anel periauricular. Utilizou-se o fio de politetrafluoretileno em seis casos e o de mononylon 2-0 duplo em quatro casos, introduzidos com agulha de fáscia lata sem bisel. Após a exerese da cicatriz, as bordas foram aproximadas, e o anel amarrado e fixado na fáscia do músculo temporal. O resultado foi satisfatório. Em dois casos os fios foram removidos sem alteração do resultado estético final das cicatrizes.


Palavras-Chave: CICATRIZ, CICATRIZ HIPERTRÓFICA, RITIDOPLASTIA, ORELHA

Relatos de casos

Reação granulomatosa tardia por ácido hialurônico associada à artrite reumatoide em uso de leflunomide

Late granulomatous reaction to hyaluronic acid associated with rheumatoid arthritis treated with leflunomide

Fabiane Mulinari-Brenner; Donelle Cummings; Betina Werner; Marina Riedi Guilherme

Resumo:

O ácido hialurônico é o preenchedor atualmente mais utilizado na dermatologia devido ao baixo risco de efeitos colaterais. O objetivo deste trabalho é relatar um caso de reação granulomatosa após preenchimento com dois tipos de ácido hialurônico, na região perioral e no sulco nasogeniano. A paciente, portadora de artrite reumatoide em tratamento com leflunomide, apresentou início dos sintomas 30 meses após o preenchimento. Doenças autoimunes podem facilitar a ocorrência de complicações e devem ser observadas com cuidado antes do preenchimento com ácido hialurônico. Como já relatado com uso de interferon e omalizumab, a reação granulomatosa por preenchedores pode ocorrer após o uso de leflunomide.


Palavras-Chave: ÁCIDO HIALURÔNICO; GRANULOMA; ARTRITE REUMATOIDE; REAÇÃO A CORPO ESTRANHO

Queratoacantoma subungueal: relato de caso

Subungual keratoacanthoma: a case report

Renan Minotto; Liliam Dalla Corte; Ana Letícia Boff; Mariana Vale Scribel da Silva; Marina Resener de Morais

Resumo: Queratoacantoma é tumoração maligna raramente localizada na região subungueal, apresentando tendência à recidiva. A regressão espontânea dessas lesões na região do aparelho ungueal praticamente não ocorre, e o diagnóstico diferencial com outras neoplasias, principalmente carcinoma espinocelular, é essencial. Apresentamos o caso de um homem com diagnóstico de queratoacantoma subungueal, com boa resposta ao tratamento cirúrgico e evolução favorável.


Palavras-Chave: UNHAS; CERATOACANTOMA; FALANGES DOS DEDOS DA MÃO.

Carcinoma basocelular ulcerado frontal com acometimento superciliar: tratamento cirúrgico com retalho de avanço bilateral

Frontal basal cell carcinoma with superciliar aff ection: surgical treatment with bilateral advancement flap

Lauro Lourival Lopes Filho, Lauro Rodolpho Soares Lopes, Iuri Paz Lima, Priscila Aragão Rocha, Vitor Brito da Silva, Marina Costa Müller

Resumo: Relatamos o caso de um paciente apresentando carcinoma basocelular nodular ulcerado de 3 cm de diâmetro na região frontal, à esquerda, atingindo a metade medial do supercílio. A lesão foi excisada e a reconstrução, realizada com retalhos de avanço em H. A região esquerda incluiu o restante do supercílio, sendo maior do que a contralateral. Assim, mantiveram-se a harmonia e a simetria das regiões superciliares e glabelar. As cicatrizes fi caram pouco perceptíveis por estarem posicionadas nas linhas de expressão. O paciente permanece sem lesões após dois anos de acompanhamento.


Palavras-Chave: CARCINOMA BASOCELULAR, ONCOLOGIA CUTÂNEA, CIRURGIA DERMATOLOGICA


Facebook Twitter

© 2019 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações